Pensionato de loucos... você entra e viaja nas mais loucas aventuras criadas por nossos consciêntes! Baseado na história original de Ken Akamatsu ~ LOVE HINA XD Divirta-se!
 
HallInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14, 15  Seguinte
AutorMensagem
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Ter Jun 17, 2008 3:57 am

*De repente, sinto o poder divino de Raphael curar completamente o meu corpo. O sorriso arrogante de Bright Hansi corta novamente minha face e eu olho Metraton, ainda encarando de frente o ataque de meu mestre; sem a ajuda de Harima, as coisas pareciam equilibradas... mas não estavam. Pouco a pouco, Golden Olbrich perde suas forças, e Metraton avança contra o dragão e atravessa o corpo dele. O ferimento é quase insignificante, pelo tamanho, mas Golden Olbrich acaba ficando seriamente machucado, já que estava sem forças. O corpo gigantesco do dragão cai no chão e ele emite um urro imenso, devido à dor que sente.*

Golden Olbrich: N-não... não consegui segurá-lo... Bright... aja rápido...!
Metraton: Ele não vai agir, dragão... chegou a hora de todos morrerem! Preparem-se para meu ataque mais poderoso... O Lampejo da Luz Divina!
Bright: Nada disso, Metraton!!! É você quem vai morrer agora!

*Metraton me olha e se assusta. Sete pares de asas translúcidas podem ser vistas em minhas costas; parte do poder do Anjo Azrael está se manifestando no meu corpo, mas a consciência ainda é de Bright Hansi. Entretanto, minha Aura já não era mais de pura Mana, mas de Kanka, ou seja, a poderosa combinação do meu Ki com a minha energia mágica. E eu finalmente ia completar a recitação do meu feitiço, mais rápido graças a Raphael.*



Bright Hansi: "Que toda a matéria seja reduzida além dos átomos e toda a energia se dissipe... o poder de Golden Olbrich triunfe!" ULTIMA BRAIND GUAR!!!!!!!!!!!!!
Metraton: Não!!!

*Por um instante, a energia da minha Aura se contrai e então se expande rapidamente, numa grande esfera de luz, comigo no centro. Metraton aumenta sua energia e dispara seu ataque, mas por não ter tido tempo de se preparar, seu ataque não sai com a força necessária; seu raio atinge a esfera de luz, mas ele não é capaz de impedir o avanço, apenas de retardá-lo. É então que eu vejo Lety-chan e Lelahel avançarem contra Metraton*

Bright: Não! Saiam daqui! Saiam todos daqui! Tudo num raio de mais de quinhentos quilômetros será destruído pelo Ultima Braind Guar!

*Antes que Lety-chan e Lelahel possam responder, Golden Olbrich pega as duas com sua mão e, com muita dificuldade, alça vôo, tentando se afastar o mais rápido que pode. O Ultima Braind Guar avança em alta velocidade; Metraton tenta desesperadamente contra-atacar, mas não há chance: além do poder de Bright Hansi e de Azrael, eu tb estava usando a energia de Golden Olbrich e o Ki de Eduardo, sem contar que tb estava com meu poder no máximo, graças à técnica de Raphael, e ainda por cima havia recitado completamente o encanto para lançar a magia de ataque mais poderosa da Terra. Metraton não tinha como rebater aquele ataque, cansado e ferido como estava, e sem ter tido tempo de concentrar energia suficiente; ao perceber isto, ele tentou pela primeira vez em toda aquela luta recuar, mas se espantou ao ver que não conseguia, devido aos ferimentos sofridos pelo ataque de Golden Olbrich.*



*Metraton é envolvovido pelo Ultima Braind Guar, como se estivesse sendo engolido, enquanto o ataque envolve a região; ao mesmo tempo, Golden Olbrich cuidou de pegar todos que estavam em volta e tirar dali, protegendo-os com sua mão. Lety-chan, Lelahel, Raphael/Xysuke, Mokona/Manakel, Shuuji, Harima/Miguel etc.... todos os membros da Pensão Hinata são salvos pelo dragão, que velozmente foge para uma enorme distância; todos podem ver o Ultima Braind Guar, como se fosse um imenso eclipse, podendo ser visto até do Japão.*



*Visualmente, o Ultima Braind Guar era menos impressionante que todos os ataques usados até então, mas todos podiam sentir a imensa quantidade de energia que eu estava usando, muito maior até do que o Kame-Hame-Ha e o Nova Flamejante Trovejante JUNTOS; a questão é que todo esse poder estava CONCENTRADO naquela "pequena" esfera, assim causando muito mais dano em tudo que estava dentro dela(exceto eu). Metraton foi atingido por uma quantidade de poder ainda maior do que em nossa primeira luta; seu corpo é castigado sem piedade, sua pele torra, seus músculos se rasgam, seus ossos se quebram; seu espírito não é capaz de suportar aquilo e também se parte. Não é mais possível ver Metraton, que desaparece dentro da esfera, que por quase um minuto se mantém, firmemente, até que finalmente acaba. Como uma bolha de sabão, o Ultima Braind Guar se desfaz, e tudo fica calmo. À distância, Golden Olbrich tenta ver o que acontece e rosna*

Golden Olbrich: O que está havendo...?

***

*Em outro lugar, muito longe e ao mesmo tempo muito perto dali, um "certo alguém" se enfurece com o que vê em uma espécie de bola de cristal.*

???: Não! Não acredito! Como ele pôde se deixar ser vencido desse jeito?! Muito bem, Metraton, é hora de eu cortar as cordas com que lhe manipulo, minha marionete... e eu mesmo irei cuidar desses incômodos humanos e anjos!

*Sai voando, em direção ao campo de batalha*

***

*De volta ao campo de batalha, onde agora a paz reinava, quase absoluta, as nuvens tempestuosas também estavam indo embora, e o Sol finalmente pôde ser visto naquele lado do Hemisfério. As pessoas da Terra olhavam para o alto, esperando mais um sinal de Deus, de que tudo havia acabado, sem saberem o que exatamente acontecia no Oceano Pacífico, próximo ao Japão. Em uma cratera com quinhentos quilômetros de raio, estava eu, Bright Hansi, olhando para uma forma extremamente mutilada que jazia a meus pés. Metraton estava sem seus braços e pernas, com todas as asas depenadas e a pele quase cremada, além de todos os ossos transformados em poeira. Sem conseguir se mexer, aquela massa de carne em forma quase humana estava, inacreditavelmente, ainda viva! Olhei para ele, e ele me encarou, com seu único olho ainda inteiro, mas quase cego.*

Metraton: Ungh... acabou... sei...reconhecer minha...derrota... não me resta... mais energia... usei quase tudo para...sobreviver... ainda não acredito...que...fui derrotado por...um...humano... mesmo esse humano sendo... Azrael...
Bright Hansi: ...
Metraton: Vá... em frente... Azrael... Eduardo... Bright... seja lá como se...chama...dê-me novamente a humilhação da morte e da derrota...

*Eu ergo minha mão. E muita energia começa a se reunir nela. Seria aquele realmente o fim de Metraton?*

Continuem...

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 28
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Qui Jun 19, 2008 3:09 pm

**POST RAPIDO, pois ando meio sem tempo**
**post iniciado antes do harima voltar ao normal**

**harigel estava preso por shujji, e isso era uma grande ferida no seu orgulho, afinal um garoto estava parando um assecla de metatron**

harigel:moleque qdo eu sair daqui, juro que arranco seus ossos fora!

shujji: vai sonhando...

**nisso raphaek e manakel surgem, querendo executar o exorcismo no corpo de harima**

harigel: nao! Podem tentar o q quiserem, nao porderao me tirar daqui!! NUNCA!

**nesse momento, metatron começa a ser derrotado e raphael e manakel aproveitam um descuido das defesas de harigel para exorcisá-lo, somos levados para longe por um ser alado qual eu desconhecia, e somos deixados a salvo longe daquela cratera...**

harima:uh...caramba! como tudo ficou assim?
shujji: bem vindo de volta mano ^^
harima: bem, como sub-chefe de guarda da pensão hinata, é meu dever concluir meu trabalho, junto com o chefe...sim, juntos...todas essas coisas aconteceram enqto de alguma forma, separados estavamos, e qdo nos uniamos, venciamos..
HOU!

**saio a toda, visto minha capa (Agora a Correta ^^) e vejo az prestes a dar um fim em metatron...começo a concentrar energia magica e o Star Revolution para um ataque surpresa, fazendo cobertura aos pontos cegos de az..**

harima: sentiu minha falta cara?
**faço a velha pose de nice guy**

**continuem**
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 28
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Qui Jun 19, 2008 3:11 pm

(antes que pensem que o harima tirou energia do nada apos o exorcismo, saibam q ele estava fraco qdo ele morreu, mas qdo miguel voltou pra ele, a força de miguel eh a predominante, e essa, ah, essa ta no auge ^^)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Seg Jun 23, 2008 12:22 am

*Eu estava com minha mão apontada para Metraton, prestes a dar o golpe de misericórdia. É então que Harima chega, me cumprimenta e faz a pose de Nice Guy, e eu olho pra ele. Era tudo que Metraton precisava*

Metraton: Que bom... vou poder... matar os dois!

*Eu olho de novo para Metraton e mal tenho tempo de reagir. Me jogo contra Harima e invoco a Air Ride, tentando nos afastar ao máximo de Metraton. Quase no mesmo instante, Metraton faz um ataque igual ao Ultima Braind Guar(só um pouco mais fraco), e nós escapamos por pouco. Quando a energia da explosão diminui, de longe nós dois podemos ver Metraton de pé sobre o centro da cratera dos dois ataques(o meu e o dele), sua Aura brilhando intensamente e seu corpo quase completamente regenerado.*

Bright: Putz... do que é feito esse cara?! Depois de tudo que apanhou, de toda a energia que gastou, e de levar meu Ultima Braind Guar na fuça, ele ainda consegue se regenerar e ficar de pé! O que é preciso pra derrotar ele?
Metraton: Huhu... ung... admito que dessa vez vi as coisas ficarem pretas... não há uma parte do meu corpo que não esteja doendo... e estou quase nas últimas... entretanto, se eu vou morrer, vou levar todos vocês comigo!
Bright: Como é?!
Metraton: Huhuhu... é hora de todo este planeta morrer... se a Energia Divina não pode ser minha, não será de mais ninguém! Morram Anjos! Morram Humanos! LAMPEJO DA LUZ DIVINA!!!

*O raio mortal de Metraton vem na direção minha e de Harima. Não há tempo para eu contra-atacar. Mas então o raio é parado por um outro disparo, vindo de trás de nós: é meu mestre, Golden Olbrich, usando seu bafo mais uma vez*

Golden Olbrich: Não desista ainda, Bright Hansi! Metraton está no seu limite! Mas eu tb estou.... precisa acabar com ele... agora!
Bright: Tem razão... chega de ficar enrolando! Não posso mais lançar o Ultima Braind Guar mas...

*Começo a concentrar meu poder místico nas minhas mãos, com energia semelhante à minha magia anterior; eu então invoco o ataque mais forte que posso lançar agora*

Bright: A essência da mana... a rajada divina... BRAIND GUAR!!!

*Desta vez, uma rajada de energia mística é disparada das minhas mãos, em vez de um globo; o ataque se soma ao poder de Golden Olbrich e nós dois forçamos o Lampejo da Luz Divina de Metraton. Mesmo assim, nossos ataques combinados ainda não são suficiente*

Bright: Ungh... eu tb... já estou quase... sem forças... Harima! Xysuke! Mokona! Lelahel! Unam suas forças... e ataquem! Vamos todos juntos vencer esta batalha!

*Eu e meu mestre continuamos forçando o poder de Metraton, mas nós dois não podemos vencer sozinhos. A menos que TODOS ajudem, o ataque de Metraton irá destruir todos nós, junto com o planeta...*


Continuem...

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 479
Idade : 29
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Seg Jun 23, 2008 11:18 am

*Raphael ouve a mensagem telepática de Bright Hansi*

- Raphael: U_U.............O_O.......isso é ruim!!! Tenho que ir lá rápido!!

*Se concentra e abre ao todo OITO pares de asas*

- Raphael: O poder que me leva onde quer que haja o mal para ser limpo...............LIGHT SERVANT!!!! (Servo da luz)

*Ele se teleporta instantaneamente para perto de Bright Hansi e o dragão gigante*

- Raphael: HOLY LIGHT!!!!!!!

*Raphael dispara seu poderoso raio de luz para ser somado aos raios de seus amigos, na tentativa de empurrar de volta o ataque de Metatron e destruí-lo. Uma imagem aparece atrás de Raphael. Essa imagem parece estar disparando o Holy Light junto com ele. Raphael sem precisar olhar para trás, reconhece que a imagem era seu hospedeiro...*

- Xysuke: FORÇAAAAAAAAAAAAA!!!!! Ò_Ó' Vamo mostra pra ele como é que a banda toca!!!!

- Raphael: Sim! Vamos limpar essa sujeira da história pra sempre....

...

...

...

...

...

- Xysuke/Raphael: ....................JUNTOS!!!!!!!!!!!!! Ò_Ó

*O raio de Raphael se intensifica, como se Xysuke estivesse de fato disparando sua parte junto com ele. Dentro da mente compartilhada, os dois transmitem a mesma mensagem*

"Mo-chan/Manakel-sama.......isso é por nós dois......pelo nosso futuro.........nee-san/irmã..........nos dê sua força para que possamos destruir esse mal e salvar a todos....."

A JORNADA CONTINUA...

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Seg Jun 23, 2008 6:26 pm



Mokona estava olhando toda a luta de Az... Bright... contra Metraton... o poder deles era incrívelmente maior que o seu... Ela sentiu-se uma formiguinha no meio de belos pássaros brilhantes... Como poderia ajudar, se nem mesmo a anja Manakel tinha aquele poder todo???

Instintivamente, Mokona chamou por alguém, que há muito tempo não lembrava que existia... Alguém muito próximo a ela... E que nunca tinha encontrado antes...

Dentro de sua mente, uma luz encrivelmente forte apareceu, e lá estava ELE...

Mokona Soel: - MO...KO...NA...SAMA... Shocked..............................Shocked..........................@.@.........................





Mokona (o verdadeiro e único Deus todo poderoso uhuuu \o/ do mundo das Guerreiras Magicas de Rayeath): - Ouvi seu chamado minha pequena... vejo que seu coração clama por mais poder, para que seus amigos possam vencer o mal... não faço parte deste mundo... não posso intervir... portanto te darei uma centelha do meu poder... com ele poderá ajudar a quem ama...


Mokona-sama abriu os olhos (coisa que nunca acontece) e algumas fagulhas de energia tocaram a face de Mokona Soel... Desaparecendo no infinito, Mokona-sama sumiu, deixando uma Mokona aos prantos, por ter visto pela primeira vez o ser que lhe dera a forma primária...

Seu corpo brilhou intensamente absorvendo aquele poder... ela transformou-se em pura energia e quando retornou à forma material, estava visivelmente diferente...




Agora ela tinha 3 pares de asas (tomo mundo ganhou mais asas, eu tambem quero Very Happy) Krita-Yuga tinha mudado um pouco também, e estava mais poderosa que nunca.




Mokona aproximou-se de Raphael/Xysuke e aproveitando que Az e ele estavam golpeando Metraton e também usou seu mais novo poder...

Ela concentrou o poder em Krita-Yuga e enquanto ela gritava o nome do golpe, Manakel também reunia seu poder, para aumentar mais ainda aquele poderoso raio de energia...

Mokona/Makanel:- Mokona EXCLAMATION!!!! Mad
...


_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lety Chan
Gerente
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 342
Idade : 29
Localização : Porto Alegre - RS
Emprego/lazer : Fazer nada ou ajudar os amigos
Humor : Mutante
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Lágrimas de sangue   Qua Jun 25, 2008 9:15 pm

"Confusão, orgulho, sentimentos batiam naquele anjo rei... o que mais poderia ser feito? será que ele sentiria a dor finalmente? será... que ele estaria sozinho?... Por que agora ela pode sentir a angustia nele? ... Ela é a filha dele... mas, não é!"

*Lelahel fica a observar a distância da luta... Lelahel com lety nos braços fica pensativa*

Lety meio zonza: O q foi? *via tudo meio turvo*

Lelahel: ¬¬ ele... parece estar reagindo a alguma coisa? parece tentar evitar algo maior q o domina...

lety: O.O do que vc tá falando?

*lelahel... se aproxima da batalha a alguns metros e se põe a olhar Metatron*

"Naquele instante talvez por poucos minutos se puseram um no lugar do outro"

lelahel: EYES ANGEL *Seus olhos mudam de cor ficam negros completamente, ela consegue enxergar agora a verdadeira alma de Metatron* Lágrimas... de sangue?! Ele está chorando? O.O mas por que?

*lety sente um peso no corpo e cai de joelhos... Lelahel se abaixa e a olha*

- Lety... vc... *Sente sua boca ser tapada*

Lety: vc precisa fazer o que deve ser feito... nossas almas pedem por justiça... e toda a dor que ele nos causou não são dignas de perdão agora... por toda a eternidade lelahel eu tbm sonhei com isso... sonhava com um anjo do mal... q arrancava minhas asas... ou melhor eu via as suas asas... agora sendo um espirito e parte de mim vc as obteve... mas... não tapa o buraco do passado... a dor q eu vi vc sentir nos meus sonhos eu senti em vida... qdo tive minha 1º conexão com vc...

lelahel: entendo... qdo eu apareci vc se feriu (toda a vez q lelahel aparece machuca o corpo de lety internamente)... ¬¬

*lety levanta a cabeça de lelahel e diz*: se ele mesmo fosse como teu pai... jamais teria lhe proibido de amar. Deus ama... pq vocês não poderiam?

*Jubiel aparece e olha as duas*

- Meu amor voltou... ^^ *olhando* vcs duas escutem... ¬¬ Metatron realmente foi o anjo que as machucou.... que as proibiu e NOS proibiu de amar... sua ganância o corrompeu...e agora te peço minha irmã... não deixe q aqueles olhos te enganem de novo... lutarei ao teu lado como uma unica força... mas desde de que retire seu olhar de piedade para com ele!

Lelahel: jubiel... lety... pode parecer loucura... mas se eu fizer o q tem de ser feito... sei q estarei julgando... mas... não obtendo a verdade!

Jubiel se irrita: ¬¬* SE VC FICAR LEMBRANDO DO PASSADO BOM COM O "TEU PAI", NUNCA VAI VIVER EM PAZ NEM DEIXAR A LETY VIVER A PRÓPRIA VIDA... VCS SÃO PARTE DE UM PASSADO QUE REALMENTE ATÉ A MIM MACHUCOU SABER Q VC OBTERIA TAL CASTIGO... *jubiel segura nos ombros da irmã e a encara de perto* LUTE! LUTE POR VC... LUTE POR NÓS... LUTE PELO MUNDO! É SEU DEVER!

*lelahel retira as mãos de Jubiel forçadamente... ¬¬ se vira inconsolável... e olha Metatron e o pessoal*

- Sinto que se eu fizer isso... "Não matarei o demônio e sim parte dele, pois a ira continuará!" *lelahel com aquelas palavras deixa lety e jubiel meio boiando*

Jubiel: não se preocupa lety.... ¬¬ se ela hesitar eu tomarei a razão dela... e eu mesma matarei akele maldito! ¬¬*

lety de cabeça baixa: somente... faça o que REALMENTE é preciso... ¬¬

*Jubiel capota* VCS DUAS VÃO ME ENLOUQUECER ASSIM NÃO DÁ!! ¬¬**** *corre até lelahel e segura sua mão*

*As duas se fundem outra vez... dessa vez eram 12 asas e lelahel estava ficando furiosa... ao se aproximar e ver o ataque de todos, encara e diz*

- SE REALMENTE É ISSO QUE DEVE SER FEITO ENTÃO... MEU PAI... EU TE CONDENO AO MESMO CASTIGO QUE ME DESTE! ARRANCAREI TUAS ASAS, MAS DIFERENTE DE VOCÊ, NÃO TE DAREI A CHANCE DE REENCARNAR! Ò.Ó

*Lelahel alça voo... começa a concentrar nas duas mãos uma energia poderosa... um feixe de luz se cria uma espada curta surge... era a arma verdadeira de Lelahel*

- QUE DEUS ME PERDOE... QUE VC SINTA AQUILO QUE EU SENTI... ADEUS... PAI... *Lelahel já chorando muito ergue a peguena espada dourada a ergue e logo lança o ataque*
ندبة للانجي

(Cicatriz do Anjo)


to be continued...

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

Breves detalhes e curiosidades:

Cicatriz do Anjo como o nome denominado na verdade preferia ele em inglês

SCAR OF THE ANGEL


esse ataque nada mais é que um ataque simples com um arma simples, dizem as más linguas do céu (historia a parte xD) que lelahel só recebeu essa espada curta qdo derrotou um dos guada costas fiel de metatron, este possuia a tal espada, e no fim do seu treinamento ele a concedeu para a anja como presente por seus esforços. Ela emana a energia TOTAL de seu portador... ao lançar o ataque um faixe de luz atinge a carne do inimigo e a rasga profundamente.

A pequena espada possui o nome de Sword Scar de onde provém o ataque cicatriz do anjo.


A fusão das irmãs é comum essa tática é o meio eficáz que as duas encontraram para se ajudarem sempre que a coisa estiver pior do que já está, fazendo isso também aumenta em 50% os poderes de lelahel já que é ela quem controla qse totalmente o corpo.

Falando em corpo, lety está zonza, enfim isso é o efeito da energia monstruosa que ela sozinha está carregando dentro de sí... só não fica pior pq metade da energia está sendo controlada pela parte da ligação de almas de lelahel e ela... se caso lelahel venha a morrer, lety pode sem querer liberar a energia visto que não tem a capacidade angelical e magica de controla-la, como Lelahel.

_________________
"Onde a mais pura criatura vive, fica no oceano, que tocando levemente a terra, ostenta formas as margens do teu olhar. Anjo concebido do amor puro, proteja a quem me visita, a quem participa, pois aqui é o nosso lugar!"

Sempre que posso estarei com vocês!

I'm not afraid of the future and you?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 28
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Sex Jun 27, 2008 2:09 pm

depois de muito tempo sumido
eis um post meu ^^º

tive q formatar o note..U_Uº

OK VAMOS LA!

lol!

**harima/miguel agora estava com tudo e puto, puto MAS PUUUUUUUuuuuu......to com tudo isso, após ter sido inimigo de todos com a ajuda de raphael e manakel, ele pode voltar ao normal**

harima/miguel: ta pra mim.....

**miguel vai ao encontro de shujji e hikaro(o mais sumido da batalha), e lhes dis algo, ambos confirmam com ele e vão juntos para a direção contrária de miguel**

**miguel volta para onde metatron estava finalmente sendo vencido, suas forças já eram mínimas e estávmos, finalmente de igual para igual, vejo o ataque de lelahel, e um sentimento estranho toma conta, aquele o qual me treinou para ser um guerreiro estava prestes a ser morto por mim, como meu maior inimigo, como isso chegou a esse ponto por causa de um sentmento tão nobre como o amor? era difícil até mesmo se locomover ao pensar no assunto, mas sabia que diante de mim estava também o maior traidor da história do mundo, até mesmo antes depois dele...**

**me aproximo e vejo que metatron está tendo suas asas cortadas, e pra mim, esse é o momento perfeito..**

miguel: shujji, hikaro!

shujji/hikaro:HAI!

**metatron olha para baixo e vê dois ataques em sua direção**

metatron: ah nao...NAO!

**metatron fecha os olhos esperando o pior, porém os dois ataques ao invés de acertá-lo, desviam-se dele, e acettam algo como se fosse invisivel...nao era um ser vivo...mas estava ali...o ataque fez um punhado de fumaça, que logo de dissipa e mosta miguel agarrado a duas correntes que saiam de DENTRO de metatron, a suas pontas eram visiveis e as correntes aparentavam ser pesadas e grossas, miguel está tentando quebrá-las, porém como grades de uma prisão, metatron é cercado e preso**

miguel:gomen, mas eu nao podia deicar voce livre assim!!

miguel: Força Divina!

**o corpo de miguel ganha força e ele tenta quebrar as correntes que metatron tem, ele irá conseguir?**

**continuem**
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Qua Jul 02, 2008 3:31 am

*Metraton bambeava e cuspia sangue. Desesperado, ele tentava ainda conter a rajada que avançava contra ele, ao mesmo tempo que era atacado por todos os lados. Infelizmente, desta vez era inútil. Ele estava finalmente encurralado, e não havia como ele resistir. Miguel havia agarrado as correntes presas à sua alma, e mesmo assim Metraton tentava fazer um último esforço; isto porém, caiu por terra quando o ataque de Lelahel lhe atingiu. Fraco, cansado, ferido e sendo atacado por todos os lados, ele não pôde se defender do ataque, que o atingiu em cheio nas asas(Off: Vou deixar por conta da Lety-chan, determinar se toda as asas foram cortadas ou não). O sangue de Metraton espirrou e ele sentiu uma dor para a qual não estava preparado; não apenas seu corpo, mas sua mente e sua alma pareceram se destroçar. Sem poder mais manter sua concentração, ele não pôde mais manter o Lampejo da Luz Divina e a rajada dos nossos ataques combinados veio em sua direção. As correntes que Miguel segurava eram compridas e ele não foi atingido pela explosão; apenas Metraton, foi explodido pelo ataque combinado dos heróis de Hinata e do Rei dos Dragões de Ouro. Quando a poeira abaixou, todos puderam ver que Metraton ainda estava vivo! Tombado no chão, mais ferido do que nunca, e ofegante, mas vivo. Mais uma vez, eu me preparei para atacar, mas Golden Olbrich falou*

Golden Olbrich: Pare. Já chega. A luta acabou.

*Metraton não podia mais se mexer, embora ainda gemesse com a dor sem fim que sentia. Com o ferimento em suas asas, mais o que foi causado pela explosão, já era o suficiente para ele não conseguir mais lutar, mas havia mais. Miguel ainda podia segurar firmemente as correntes que saíam do que sobrara do corpo de Metraton.*

Bright: Afinal, o que são essas correntes...?
Golden Olbrich: Elas são exatamente a mesma coisa que prendiam Miguel. Grilhões para a alma.
Bright: O quê?! Mas então, isso significa que... alguém esteve controlando Metraton esse tempo todo?!? Mas... quem seria capaz de uma coisa dessas? E por quê?

Continuem...

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 479
Idade : 29
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Sex Jul 04, 2008 7:51 pm

*Raphael com seus oito pares de asas eriçados, pousa lentamente. O brilho incandescente no formato de um fogo de ouro ainda o envolvia, embora ele estivesse muito cansado. Havia usado muita energia para ajudar a subjugar Metatron e derrotá-lo. O anjo da cura toca seus pés no chão.*

- Raphael: ..................................acabou?..................vencemos?......Manakel!!!

*Ele olha para a anja guerreira com um amplo sorriso de felicidade. Haviam vencido. Raphael estava tão feliz que, por um instante, passou pela sua cabeça a idéia de abraçar Manakel e dividir sua felicidade com ela, mas a vergonha logo afasta esse pensamento, e Raphael se assusta consigo mesmo.*

- Raphael: O que é isso? O que deu em mim?? O.O'

*Ele percebe que Bright Hansi olhava fixamente para um local meio longe dali. O local onde Metatron caiu. Raphael, bem como seus amigos, caminha na direção dele e percebe logo que ainda está vivo.*

- Raphael: Metatron.......rei dos anjos.................resolvendo seguir um caminho corrompido, ele jamais poderia colocar as mãos no poder divino e.................hã? O.O

*Dentro de sua mente, Raphael ouve uma voz*

???: ..................socorro....................

- Raphael: ......................O que?

???: Alguém me ajude............

- Raphael: Não.....não é possível......

*Raphael olha pasmo para o corpo mutilado de Metatron, e um pavor domina seu rosto. Ele havia sentido.....sentiu que, no mais profundo de sua alma, Metatron gritava........gritava por socorro.........*

- Raphael: .........O que significa isso???

*O anjo da cura não tem mais dúvidas......era Metatron, suplicando por sua liberdade......Raphael chega a modelar a dor que o rei dos anjos estava sentindo e a sente também......a dor da luta pela liberdade.....Metatron lutava para se libertar de alguém.......alguém o estava prendendo.......e não era Miguel, que estava segurando as correntes.......era outro.........uma outra entidade..........alguém que estava ali e ao mesmo tempo não estava ali......algo maior*

- Raphael: O.O............Metatron...........o que fizeram com voce?................

*Ele grita para seu irmão que segurava as correntes*

- Raphael: MIGUEL!!!! POR FAVOR, NÃO O MACHUQUE MAIS!!!!!

*Raphael tinha confirmado a suspeita levantada por Bright Hansi e o dragão gigante.....alguém realmente estava usando Metatron para algum propósito além da noção de todos os anjos ali presentes....*

- Raphael: Parece loucura acreditar nisso que vou dizer agora.............mas..........Bright Hansi e Golden Olbrich estão certos............eu senti isso..........senti o sofrimento de nosso irmão...............ele é inocente.............eu tenho certeza................isso leva a crer que..............nosso verdadeiro inimigo esse tempo todo não era ele..........mas outro...............

A JORNADA CONTINUA...

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akane
Finalmente Adolescente o/
avatar

Peixes Cavalo
Número de Mensagens : 63
Idade : 15
Localização : Atualmente Pensão Hinata
Emprego/lazer : ...
Humor : ...
Data de inscrição : 16/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Seg Jul 07, 2008 1:55 pm



Akane tinha deixado Lola com o resto do pessoal, que assistiam de longe a luta dos anjos... Não tinham mais nenhum inimigo para combater, então agora descansavam e esperavam pelo termino daquela luta sem fim...

Ela sabia que seu tempo na Terra estava acabando, então tinha que aproveitar para ajudar da melhor maneira possivel... Em um dado momento, depois da segunda vez que Metraton tinha quase sido derrotado, Akane sentiu uma presença muito forte... Ela se arrepiou toda, mas não ousava sequer pensar no nome daquele que imaginava estar por trás de tudo...

Se Metraton, que era o Rei dos Anjos, fora manipulado daquela forma, o que seria de todo o resto... que não tinham nem 1/3 do poder que ele tinha... O poder divino que Lelahel possuia, era muito forte, e emanava de Lety-chan... Akane procurou ficar bem longe dela, pois aquela energia a machucava demais...

Ela queria muito que tudo voltasse ao normal, que todos podessem ser felizes novamente, porem ela tinha medo, pois sabia que seu destino era ser escrava do proprio irmão... e isso nao tinha volta...

Desejava que Mokona-sama, Lety-sama... Xysuke-sempai, Az-sempai, Harima-sempai, Lola-sama, Luna-sama, Ling-sama, os bebes, e todos que conhecera na pensão podessem ser felizes para sempre, mesmo q para isso ela precisasse se sacrificar...

Shujji-kun estaria em seu coração para sempre, como o primeiro amigo que teve... sempre tivera a solidão tomando conta do seu coração, e fora ali na Pensão que ela aprendera a amar, e a saber o que era amar e ser tão querida por outras pessoas...

Dentro de seu coração de demônio, Akane tinha um coração humano, cheio de amor... Se intristecia por não ter nascido uma menina mormal, e nunca ter tido uma vida normal... Mas se isso tudo tinha acontecido com ela, já estava mais do que satisfeita...

Ela olhou para onde estava Metraton e gritou, sabendo que ninguém a ouviria...

Akane: - SEU ANJO BURRROOOOOOOOO E FRACOOOOOO... AGORA TE RALA, ZÉ MANÉ... NAO TEM MAIS VOLTA... POR MAIS QUE TU TENHA SIDO MARIONETE DE ALGUÉM, VAI PAGAR PELA TUA FRAQUEZA... ¬¬****************
:x

Akane pegava fogo intensamente, com muito ódio daquele anjo fraco e idiota... ele que se ralasse e fosse pro inferno... Pois lá ela poderia ser má... com resquintes de crueldade...

Akane: - AUHAUHAUHAUAHUAHUAHUAHAUHAUAHUAH *risada muiito malvada*
Laughing



_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lety Chan
Gerente
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 342
Idade : 29
Localização : Porto Alegre - RS
Emprego/lazer : Fazer nada ou ajudar os amigos
Humor : Mutante
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: A FRAQUEZA É INIMIGA DO SER PERFEITO   Seg Jul 07, 2008 8:04 pm

"Se tudo o que dissesse naquele momento fizesse algum sentido, ela teria que sair correndo dali por vergonha, por raiva, por medo de si mesma... Ele estava ao chão, como um animal ferido sem poder ao menos respirar com aquela forma humana sem metade de suas asas, pelo efeito mortal do golpe da Sword Scar e pelos ataques feroses de seu amigos e irmãos... Ela temia se aproximar, temia que sua bondade fosse mais além... então ela não hesita... Acho que jamais hesitaria por alguém que no fundo ama demais!... Mais, uma vez todos conhecem o coração da Serafim amável e pura..."

*Lelahel pousa descalça como já estava... seu manto esvoaçante é arremessado com sua corrida assim como seus cabelos e aquele cheiro doce de lírios... ela se aproxima de Metatron sem se importar com a própria vida, o que ela enxergava na alma dele era a súplica e o pedido de perdão... ela não controlava suas emoções e se pôs a chorar diante da figura do anjo rei*

- Metatron... *Chorando* ... Pai... perdão!

*Com aquelas palavras Jubiel se desprende do corpo da irmã furiosa recuando para trás*

Jubiel: LELAHEL!! Ò.Ó vc enlouqueceu?

*Lelahel não tinha coragem de olhar nos olhos dos amigos/irmãos enfim só tinha um pensamento agora... era cuidar do grande anjo caído agora aos seus braços*

- Vocês podem me odiar... mas, eu não consigo evitar eu sei que meu pai ainda está aqui... aquela face bondosa a qual me acalentava antes de dormir... Jubiel... vc sabe mto bem...

*Jubiel emanava uma energia de ira para com a reação aparentimente absurda de Lelahel*

- VC TEM MAIS É Q MORRER LELAHEL!! Ò.Ó SUA TONTA! ... Eu não creio... ele é um traidor e mto mais que isso... FOI ESTE ANJO QUE CONDENOU VC!! Ò.Ó

*Lelahel levanta o rosto com lágrimas nos olhos*

- Vc tbm pode sentir... qualquer um aqui presente pode sentir! NÃO FOI ELE QUE FEZ TUDO ISSO! *gritava nervosa*

*Uma gargalhada ecoava no ar*

"As lágrimas de Lelahel começam a se tornar de sangue, aquele poder era a causa disso, uma energia nova e muito mais poderosa emergia de um submundo... quem será? os anjos podiam manifestar os poderes através de seus corpos... qdo havia outra presença forte eles emanavam energia através dos olhos... por fim todos acabaram chorando como Lelahel ao sentir a tamanha energia que se aproximava de todos"

*Lelahel olha na direção que Hansi olhava seu corpo sente um arrepio forte... ela hesita em ficar mais perto quando percebe que o corpo do "pai" estava preso a correntes*

- o.o... o que é isso?

*O corpo de Metatron é puxado com força, mas Lelahel não permite e bloqueia as correntes com sua energia... ela olha naquela direção ainda e grita em tom de intimidação:*

- QUEM QUER QUE SEJA... APAREÇA... MISERÁVEL TRAIDOR! Ò.Ó

*Jubiel sente a presença assim como todos ali*

- Nossa... que poder incrível... *Ela voa na direção de Miguel um pouco receosa e se põe ao lado dele* o que pode ser essa energia?

*Tsadkiel e os outros anjos descem a Terra e se põem a olhar... Qdo Raziel comenta a Uriel*

- Irmão... Esta energia... não pode ser de quem estou pensando... pode?

*Uriel estava praticamente assustado, apavorado, seu corpo tremia fora de controle... mas, afinal pq?!?!!?*

Raziel apavorado: Uriel?

Uriel responde trêmulo: A fraqueza de Metraton foi a fraqueza dele... Agora... finalmente... o ser perfeito renascerá!

To be continued...

_________________
"Onde a mais pura criatura vive, fica no oceano, que tocando levemente a terra, ostenta formas as margens do teu olhar. Anjo concebido do amor puro, proteja a quem me visita, a quem participa, pois aqui é o nosso lugar!"

Sempre que posso estarei com vocês!

I'm not afraid of the future and you?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Ter Jul 08, 2008 3:39 am

Bright: Rápido, protejam-se! Iremos ser atacados a qualquer instante!

*A voz de Bright Hansi pareceu quebrar por um instante a tensão daquele momento; mesmo assim, a energia maligna que todos podiam sentir era simplesmente astronômica. Era um poder do mesmo nível de Metraton em sua melhor forma, mas completamente maligno. Parecia agora que toda a Terra estava imersa naquele poder, que batia de frente e parecia querer engolir as Auras dos anjos presentes à nossa volta. Inclusive a de Metraton.*

Gabriel: Ele tem razão! Se esse poder é de quem nós estamos pensando, todos estamos correndo um sério perigo aqui...
Haniel: Precisamos...
Uriel: É impossível fugir. Ele já está aqui.
Golden Olbrich: Protejam-se, todos!

*De fato, como Uriel disse, agora era possível sentir a presença dele. Ele estava ali, não apenas na Terra, mas perto de todos nós. O tempo pareceu congelar; Lelahel, Lety-chan, Mokona/Manakel, Raphael/Xysuke, Miguel/Harima, Bright Hansi, Gabriel, Uriel Metraton e todos os anjos, todos puderam sentir. Era como se alguém estivesse sendo escolhido aleatoriamente, como numa roleta russa. De repente, uma gigantesca explosão. Um grito*

Golden Olbrich: AAAAAAAARRRRGGGGHHHH!
Bright: Mestre! Não!!!

*Todos viram o braço esquerdo de Golden Olbrich, junto com parte do corpo dele explodir. Com um urro medonho, Golden Olbrich caiu no chão, causando um terremoto. Todos olhamos então na direção de onde veio o raio. Uma forma alada caminhava calmamente em nossa direção. Suas botas tocavam o chão com um ruído metálico, passo por passo, até que ele parou distante cerca de trezentos metros de nós. Sua aura, negra como o breu, emanava de seu corpo; todos os que eram mais sensíveis puderam sentir uma sensação similar ao nojo, quando esta Aura se expandiu. Diante de nós estava a figura imponente de um demônio; seu corpo estava coberto por um manto e uma espécie de armadura feita de metal e ossos, duas asas parecidas com as de morcego saíam de suas costas. Seu corpo era extremamente musculoso como um fisiculturista cheio de esteróides, sua pele tinha um tom entre o vermelho e o cinza, com as orelhas pontudas. Mas o que mais chamava a atenção era seu rosto; excetuando-se a aparêcia obviamente demoníaca, seu rosto era idêntico ao de Metraton. Entretanto, todos sabíamos que não era ele, uma vez que Metraton ainda estava caído a nossos pé e sendo abraçado por Lelahel. Além disso, sua Aura era diferente; como numa impressão digital, podíamos sentir que aquele demonio era outra pessoa. Uriel foi quem primeiro o reconheceu.*

Uriel: Sandalphon!

*Antes que pudéssemos perceber, o lado direito do peito de Uriel explodiu e ele caiu no chão, ainda vivo, mas sem conseguir respirar direito. Pudemos ver então que Sandalphon apontava agora um dedo para ele.*

Sandalphon: Adoro ouvir meu nome, mas não lhe dei permissão para pronunciá-lo, Uriel.

*Em seguida, ele apontou seu dedo para Gabriel, mas antes que qualquer um pudesse ver, Shuuji apareceu na frente dele e o protegeu. Mesmo assim, a explosão foi forte e arremessou Shuuji contra uma montanha. Em seguida, sem a menor cerimônia, Sandalphon começou a atirar em todos os anjos que estavam ali perto, matando todos que atingia.*

Bright: Chega!!!

*Eu disparei uma bola de fogo contra Sandalphon, que nem quis se defender; a bola evaporou ao entrar em contato com a Aura dele. Antes que eu pudesse piscar, Senti meu peito também explodir, mas apenas um pequeno furo, do tamanho de uma agulha. Cuspo sangue e quase caio no chão, mas me mantenho firme e sumo da vista de todos, aparecendo diante de Sandalphon com energia carregada nas mãos. *

Bright: Morra! ULTIMA BRAIND...UAAAARRRRGGGGGHHHH!

*A mão com unhas em forma de garras de Sandalphon atravessou a minha barriga. Cuspi ainda mais sangue e minhas mãos penderam. A expressão no rosto de Sandalphon não era das mais alegres.*

Sandalphon: Então é isto? Foi nesse lixo que eu confiei para matar Metraton? Vocês me dão vergonha...

*Sandalphon me jogou no chão e apontou seu dedo para minha cabeça. Uma de suas sombrancelhas se levantou e ele viu que eu segurava algo na minha mão*

Bright: Uma bola de energia concentrada... belo truque... mas gasta energia demais... eu só consegui notar quando você a disparou pela terceira vez, contra Gabriel...
Sandalphon: E então, quando você me atacou, tratou de abaixar as defesas de seu corpo, para que a bola o atravessasse... muito esperto. Fez isso só para me deixar vulnerável, para me atacar com a sua magia? Até que teria funcionado, se você não tivesse me subestimado. Eu não sou tão descuidado quanto Metraton e já esperava que você fizesse algo assim.

*Sem dizer mais nada, e rápido com um raio, Sandalphon pisou na minha mão, quebrando todos os meus ossos. Antes que eu pudesse gritar de dor, ele esmagou minha outra mão com o mesmo pé. Em seguiida, pisou no meu peito*

Tenho observado você, Bright Hansi. Aliás, tenho observado TODOS vocês, meus bravos peões... mas agora acabou. Este jogador aqui cansou das manipulações.. é hora de começar a tirar as peças do tabuleiro.
Bright: Do... do que está falando... desgraçado...?
Sandalphon: Huhuh... não consegue entender ainda, Bright Hansi? Tudo isto foi obra minha... tenho manipulado todos vocês, há eras, apenas esperando este momento.

*Naquele instante, todos fizeram menção de atacar, mas Sandalphon fez sinal negativo com o dedo indicador, ao mesmo tempo em que apontava seu outro dedo para minha cabeça*

Sandalphon: Hã-hã... se qualquer um se mexer, eu irei explodir o cérebro deste idiota, junto com tudo que resta deste continente. Há algo que preciso falar, e quero a atenção de vocês.

*Vendo todos recuarem, ele sorriu, mas continuou apontando para minha cabeça.*

Sandalphon: Bom. Muito bom. Sabe, apesar de tudo, quero dizer que este jogo foi muito prazeroso e divertido. Adorei muito ver todos vocês se desdobrando em batalhas impossíveis... mas confesso que, apesar de doce, esta espera felizmente já chegou ao seu final. Manipular vocês só para chegar a este momento foi uma angústia e tanto...
Bright: Chega de enrolar.... o que você quer? Fale!
Sandalphon: Ora, o que mais eu posso querer? É claro queu eu quero... a Energia Divina.
Bright: O que...

*Gabriel e os outros anjos que ainda estavam vivos cercavam Uriel, que estava quase desmaiado no chão, mas sem tirar os olhos de Sandalphon*

Gabriel: Afinal... quem é esse?
Uriel: Ele é... o irmão gêmeo de... Metraton...

Continuem...

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akane
Finalmente Adolescente o/
avatar

Peixes Cavalo
Número de Mensagens : 63
Idade : 15
Localização : Atualmente Pensão Hinata
Emprego/lazer : ...
Humor : ...
Data de inscrição : 16/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Qui Jul 10, 2008 12:17 pm



.................................. Sandalphon...................................
PORQUE????

Akane tremia toda... Quando Sandalphon apareceu perante seus olhos de demônio, Akane sentiu-se estranha... um misto de alegria e terror...

Agora sendo uma demônio completa, somente a presença de uma entidade tão poderosa quanto ele bastava para acionar os selos de servidão que os demônios menores possuiam...

Akane sussurrando:- Droga... eu não posso fazer nada contra ele... meu corpo nunca via me obedecer... grrrr... que ódio Ò.Ó ... mas... mas e se eu... se eu forçar, talvez consiga fazer alguma coisa contra ele... Pode até me matar, mas pelo menos eu tentei ajudar meus amigos...

Akane concentrou-se e elevou sua energia maligna ao máximo... Porém essa energia aos poucos, foi como que sendo sugada e ela foi ficando cada vez mais fraca... Um tempo depois, ela notou que tinha alguém do seu lado... Ela virou o rosto e que seu irmão estava lá...

Marbas - Já era hora de irmos... no contrato que fizemos, esta bem claro, que... "se houver a intervenção de algum ser das trevas, além de Akane, o contrato chega ao fim, e ela deverá voltar junto com o irmão..." - ele a olhava com olhos famintos... olhos de quem a desejava há muito tempo, e agora a teria...

Akane estava ajoelhada, sem forças... ela olhou para o irmão... pensou "porque aquilo estava acontecendo agora?" Ele colocou sua mão no ombro dela... aos poucos a pele em chamas foi desaparecendo, e pele humana a cobriu novamente... Aquela Akane que todos conheciam estava emergindo novamente... Os longos cabelos ruivos e os olhos vermelhos apareceram... a frustração e o medo do que viria depois que virasse oficialmente a escrava do próprio irmão veio a tona... ela estava petrificada... não ajudara os amigos, e agora era vítima das maquinações do próprio irmão...




.... O.O

Akane: - ESPERA AÍ... MARBAS... Tu sabia que Sandalphon-sama estava por trás de tudo??? Caso contrario esta "clausula" do contrato não poderia ser util pra ti Ò.Ó...

Marbas: - Minha querida - ele a levantou pelos cabelos... - Eu NUNCA faço nada que não venha a me beneficiar depois... você sabe... Agora vamos aguardar mais um pouco... Quero muito usufruir de minha mais nova escrava... Porém, também quero ver Mestre Sandalphon acabando com esses anjinhos idiotas e fracos... UAHAUHAUHAUHAUAUHAUHAUHAUHAUAUAHUAHAUH *risada evil*

Akane: - EU TE ODEIO MARBAAAASSSS - Akane estava nos braços dele agora.... ele a abraçava forte.... Ela estava de costas pra ele, enquanto ele brincava com uma mecha de cabelos dela com a mão direita, e a segurava pela cintura com o braço esquerdo...

Ele chegou perto do pescoço dela e a mordiscou... ela sentiu nojo, ódio... sensações que nunca queria ter sentido... Deixou as lagrimas cairem por seu rosto, enquanto via, impotente, a luta de seus amigos contra Sandalphon-sama...


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Sab Jul 12, 2008 8:50 pm

*Eu olhava meus braços quebrados e via que a situação estava pra lá de preta. Gabriel e os demais anjos estavam impotentes diante da figura terrível de Sandalphon, que esmagava meu peito com seu pé e me ameaçava, enquanto olhava para Akane e Marbas e sorria. Mesmo assim, ele não parecia nada satisfeito. Uriel, bastante ferido, tentava se levantar, embora seus ferimentos o fizessem vomitar sangue e tossir. Gabriel estava de olhos arregalados.*

Gabriel: Sim... o irmão gêmeo de Metraton... mas não pode ser... ele estava preso no Abismo!
Sandalphon: Eu escapei já faz um bom tempo, Gabriel.
Uriel: Mas... ninguém pode fugir sozinho do Abismo...!
Sandalphon: Realmente, eu contei com um pouco de ajuda.

*De repente, Sandalphon exibiu algo em suas mãos: correntes. Ele deu um puxão, e as correntes apertaram ainda mais Metraton, que ainda estava nos braços de Lelahel; o anjo gritou de dor*

Haniel: Seu...! Então foi você quem realmente esteve controlando Metraton este tempo todo?!
Sandalphon: É claro. Como acham que consegui escapar do Abismo, senão graças ao poder do meu irmãozinho aqui?

*Ao ouvirem aquilo, os anjos fizeram menção de atacar, mas Sandalphon encostou o dedo no meu rosto; sua unha furou minha pele, e o contato com a pele dele fazia minha carne queimar.*

Sandalphon: Não vou repetir. Mais um movimento, e irei estourar a cabeça dele. A alma de Azrael irá morrer junto com este inútil pedaço de carne, e acho que nenhum de vocês quer isto, não é? Afinal, foi graças à teimosia de Azrael que vocês puderam saber da "traição de Metraton", e não seria justo deixá-lo morrer, não é mesmo...? Huhuhuh!
Uriel: M... maldito... você poderia matar qualquer um de nós aqui, sem precisar dessa artimanha! O que ganha matando Azrael?
Sandalphon: Nada. E é aí que está a graça... eu não ganho nada matando este humano ou qualquer outro dos que estão aqui, enquanto que vocês perdem muito. Azrael foi uma peça importante no meu tabuleiro, mas ele já perdeu seu propósito. Seja como for, a única utilidade dele agora para mim é servir para que vocês fiquem quietinhos. Tenho muita coisa a dizer, antes de tomar o que é meu por direito.
Gabriel: Do que está falando?
Sandalphon: De toda a realidade, é claro.
Gabriel: Só pode estar louco!
Sandalphon: Ah, então eu sou louco? E quanto a Metraton? Se não me engano, vários de vocês o apoiaram quando ele começou a executar o meu plano.

*Uma fúria quase incontrolável tomou conta de Gabriel, mas ele se segurou. De repente, eu arremesso a bola de energia que havia segurado antes contra o próprio Sandalphon, esperando que ele houvesse dado uma brecha. Sem dificuldade, ele rebate a bola para cima, e ela explode no espaço. Sandalphon me agarra pelo pescoço e me levanta no ar*

Sandalphon: Você sempre foi imprevisível, em todas as suas encarnações. Mas acredite, não há mais nada que possa fazer. Eu tenho exatamente a mesma força que Metraton, mas diferente dele não hesito em usar meu poder ao máximo.
Bright: Quem...cof...quem é você?
Sandalphon: Já não ouviu? Sandalphon. Irmão gêmeo de Metraton. Anjo caído por excelência. Demônio a maior parte do tempo. E logo serei o novo Deus.

*Sandalphon apertou mais o meu pescoço. Minhas veias estavam quase estourando e eu não conseguia respirar. Mas ele logo aliviou o aperto.*

Sandalphon: Foram séculos planejando, manipulando os eventos à distância, observando e rindo com a desgraça de todos vocês... apenas para eu poder ter a Energia Divina.
Bright: Do... do que está... falando... afinal...? Cogf!
Sandalphon: Quando fui jogado no Abismo por Metraton e os demais anjos, entre eles Miguel, Gabriel, Uriel, Raphael e até você, Azrael, todos pensaram que era o meu fim. Só não contavam com uma coisa: que eu realmente pudesse escapar. A ironia maior é que foi justamente graças a uma das pessoas que mais odeio, meu próprio irmão, que minha fuga foi possível. Ou melhor, graças ao nosso Elo Espiritual.
Haniel: O quê?!
Gabriel: Metraton e Sandalphon são dois lados da mesma moeda. Eles partilham um elo entre seus espíritos, desde o nascimento.
Sandalphon: Exato, Gabriel. A questão é que Metraton e vocês nunca souberam do que este Elo é capaz. Originalmente, Metraton pensava que o Elo apenas nos dava uma empatia mais forte, a ponto de um ser capaz de ler a mente do outro; foi assim justamente que Metraton descobriu sobre minha verdadeira natureza, no passado, quando eu ainda era um anjo, o que nos levou a lutar; foi nesta época que eu me tornei o que sou agora, e teria vencido Metraton... mas com o apoio de vocês, os demais anjos, fui vencido e tive minhas asas de anjo arrancadas. Nem mesmo minha Queda e minha transformação em demônio foram suficientes para eu poder vencê-los e eu fui definitivamente derroptado. Quando fui arremessado no Abismo, entretanto, tive muito tempo para descobrir que o Elo, mais do que transmitir emoções e pensamentos, é uma verdadeira ponte de energia entre mim e Metraton. Uma ponte que existia, mesmo eu estando preso no Abismo.
Bright: A... Abismo...?
Sandalphon: O Poço das Almas. A parte mais profunda do Universo. Onde não existe nada, exceto pedaços de espírito e almas condenadas. Um inferno ao qual eu fui arremessado pelo meu próprio irmão e seus seguidores, muito antes da criação da Terra. Um lugar que seria impossível de escapar, onde minha alma jazeria até se desfazer... se não fosse o Elo. Preso no Abismo, eu pude estudar o Elo que existe entre mim e Metraton. Descobri que ele, involuntariamente, estava me enviando sua energia positiva, e ao mesmo tempo sugava minha energia negativa.
Gabriel: Metraton nunca percebeu isso?!
Sandalphon: É claro que sim. Entretanto, ele fazia tudo que podia para rejeitar minha energia, com medo de se tornar o que eu havia me tornado. Eu, por outro lado, resolvi aproveitar a energia de Metraton para usá-la em uma magia poderosíssima, que me permitiu escapar do Abismo... levou milênios, oh sim, mas enquanto meu encantamento não ficava pronto, eu aproveitava o Elo para começar o meu plano.
Uriel: Como... como você... conseguiu controlar... Metraton...?
Sandalphon: No começo não foi fácil. Tudo que podia fazer era influenciar levemente a mente dele, tornando-o mais furioso, mais agitado... menos angelical, enfim. Foi nesta época que os desentendimentos dele com Azrael e seus excessos de autoritarismo começaram. Metraton, tão ocupado estava em rejeitar minha energia maligna, que nem mesmo conseguiu perceber que, pouco a pouco, eu o envolvia na minha teia....
Gabriel: Manipulou-o como um boneco de cordas...
Sandalphon: Fiz muito mais do que isso. Eu precisava muito mais de Lelahel do que de Metraton. Meu objetivo era mesmo a Energia Divina.
Gabriel: Por quê?
Sandalphon: Ora, Gabriel, não seja ingênuo... Nem mesmo eu tenho poder suficiente para desafiar o Todo-Poderoso. Aliás, nem mesmo se Metraton e eu nos reuníssemos, nós não seríamos capazes... a única forma de poder vencê-Lo é com uma parcela considerável do próprio poder Dele, ou seja, a Energia Divina. E ela estava selada em Lelahel. Eu precisava obtê-la de alguma forma e, ao mesmo tempo, cuidar para que Metraton não me impedisse. Afinal, ele é o único anjo com poder suficiente para isso. Apesar de eu controlar meu irmão, Metraton jamais tiraria a própria vida ou deixaria que alguém o fizesse, nem mesmo eu. Eu precisava, então, preparar uma forma de não enfrentar Metraton, quando eu finalmente me revelasse. Portanto, tratei de manipular não apenas meu irmão, mas todos vocês. Foram o meu jogo de xadrez pessoal durante todos esses milênios...
Gabriel: O que você fez...? Fale!

*Sandalphon não respondeu. Sem dar tempo para reagir, Sandalphon apontou o dedo para Gabriel e explodiu o joelho dele. Gabriel veio ao chão, gritando de dor*

Sandalphon: Não lhe dei permissão para levantar a voz, Gabriel. E tampouco lhe permito que me dê ordens. Mais um grito e o próximo disparo será contra a sua cabeça, em vez da deste humano.
Uriel(Pensando): Maldição... Sandalphon está muito mais rápido que da vez em que o enfrentamos... cansados e feridos como estamos, não temos como reagir a seus ataques, e nem dá para atacá-lo sem que ele mate Azrael...
Sandlphon: Onde eu estava? Oh sim! Como eu dizia, não sou tolo a ponto de querer enfrentar Metraton novamente, sozinho, ou mesmo todos vocês. Como pudemos ver, nesta batalha, Metraton não foi capaz de vencê-los; considerando que nós temos a mesma força, o resultado talvez fosse o mesmo. Seja como for, eu não poderia arriscar. Sendo assim, eu havia decidido dividir as forças do Paraíso... jogando anjo contra anjo, eu eliminaria muitas peças adversárias, e o mais importante, enfraqueceria Metraton. À princípio, eu pensava em fazer Miguel enfrentar Metraton, mas eu fiz uma descoberta que viria a ser o ponto alto do meu plano...
Haniel: O quê?
Sandalphon: Havia um anjo que, em poder, era capaz de rivalizar com Miguel. Se a força deste anjo aumentasse, ele se tornaria uma séria ameaça aos meus planos... mas eu descobri que este anjo havia se apaixonado por Lelahel.

*Todos olham para mim. Sandalphon sorri novamente*

Sandalphon: Eu sabia que, mesmo escapando do Abismo, não seria fácil roubar a Energia Divina de Lelahel. Era preciso enfraquecer a anjo, impedí-la de aprender a controlar este poder, pois se Lelahel se tornasse capaz de usar seu grande poder, eu jamais seria capaz de tirar dela. E que melhor forma para enfraquecê-la do que prender sua alma numa das frágeis carcaças de barro que Deus fez e ousou dizer que eram sua melhor criação, superior até a seus anjos? Sabendo do amor entre Lelahel e Azrael, eu influenciei Metraton e corrompi o amor paterno dele por Lelahel, fazendo ele desejá-la e ter ciúmes de Azrael. Quando os dois se enfrentaram pela primeira vez, ainda no Paraíso, Azrael obviamente não tinha força suficiente para vencer e Metraton o surrou facilmente. Por pouco não o matou; eu tive que novamente usar o poder do Elo e impedir Metraton de arruinar os planos que tinha para Azrael. Em vez disso, o induzi a "julgar" ele e Lelahel, e o fiz deixar que Raphael os "salvasse", fazendo-os encarnarem como humanos. O que acha disso, Raphael? Achou mesmo que estava salvando os dois? O que você fez foi contribuir o tempo todo com o meu plano, huhuhuh...

*Minha raiva está chegando ao limite. Entretanto, Sandalphon me segura como se eu fosse um boneco; ao mesmo tempo, ele continua a falar.*

Sandalphon: É claro, eu tb poderia ter feito Miguel, Gabriel, Uriel e Raphael ficarem contra Metraton, mas aí as coisas poderiam desandar... Metraton é forte, mas nem ele poderia contra os quatro maiores arcanjos de uma vez. Meu plano consistia em fazer os dois lados guerrearem, e para isso era necessário um certo equilíbrio... preferi então fazer com que Miguel e os demais apenas desconfiassem, mas não tivessem certeza de que lado se reunir. Vocês sempre se acharam muito superiores... o que acham agora de saberem que todos vocês foram manipulados, como legítimas peças no meu jogo?
Gabriel: Ah é? Mas... seu plano não foi perfeito... você queria que Metraton nos matasse, para matá-lo quando ele estivesse enfraquecido e você pudesse roubar a Energia Divina...
Sandalphon: Sim, admito isso. Não só Azrael, mas todos vocês são imprevísiveis demais. O tempo todo haviam problemas, e eu devia seguir todo o andamento do plano bem de perto, enquanto eu não conseguia escapar do Abismo. Cada vez que algum fator influenciava negativamente meu plano, eu precisava ajeitar as coisas... foi como quando mandei Jeliel matar Manakel. Ou quando fiz Bright Hansi, que havia sido expulso por Ganis, encontrar Golden Olbrich e ensinasse a magia a ele e, consequentemente, a todos os humanos. Eu precisava que os humanos estivessem fortes para poderem enfrentar Metraton e os demais anjos, quando a hora exigisse. Com a morte de Manakel, Raphael obviamente ficaria contra Metraton, quando descobrisse que ele é quem mandava em Jeliel. Quanto a Lelahel e Azrael, eu precisava que ambos continuassem existindo, até chegar a hora certa; as encarnações de Lelahel deveriam proteger a Energia Divina presente em sua alma, para que ninguém a roubasse antes de mim ou destruíssem sua alma; e Azrael deveria ter seu espírito fortalecido cada vez mais, para que ele pudesse enfrentar Metraton e o enfraquecesse o bastante para mim... É claro, Azrael acabou ficando mais forte do que eu esperava. Todos vocês ficaram, tanto que eu não contava que pudessem derrotar Metraton...
Uriel: Por que... você... não finalizou seu plano... da primeira vez em que Metraton foi derrotado...?
Sandalphon: Realmente, teria adiantado muito as coisas... aliás, a verdade é que eu poderia ter feito esta batalha acontecer há bem mais tempo, séculos atrás, mas não iria adiantar. Além do fato de todos vocês ainda não estarem fortes o bastante, a Energia Divina estava latente na alma de Lelahel, e desta forma ela era inútil para mim, eu precisava que ela a despertasse, para eu poder roubá-la e usá-la a meu favor. Quando Metraton se revelou como seu oponente, da primeira vez, Lelahel ainda não havia despertado a Energia Divina. Deixei então que vocês o derrotassem, mas através do poder do Elo, e graças à tolice de Azrael, mantive o espírito de Metraton vivo. Foi aí que entrou em ação a outra parte do meu plano.
Bright: Que... cof... que parte...?
Sandalphon: Há alguns anos, quando eu já havia escapado do Abismo, eu fiz vários humanos como meus servos. A um deles eu enviei uma certa espada maldita, que iria influenciá-lo para o Mal... quando chegou a hora, fiz este pequeno fantoche ressuscitar Metraton e, ao mesmo tempo, despertar a Energia Divina em Lelahel. No fim das contas, meu plano acabou funcionando precisamente. Embora Metraton não tenha vencido, nenhum de vocês é capaz de me enfrentar agora, no estado em que estão agora. A vitória é minha. Só falta uma coisa: que essa humana me entregue a Energia Divina!

*Sandalphon apontou seu dedo para Lety-chan; Jubiel/Lana se pôs na frente dela*

Jubiel: De jeito nenhum! Não vou deixar que você toque um dedo nela, demônio desgraçado!
Sandalphon: Não, Jubiel, eu é quem vou matá-la.

*Jubiel avançou voando, mas tão rápido quanto avançou, ela foi arremessada para trás, com uma forte explosão em sua barriga. Jubiel caiu no chão, gritando de dor, com parte do estômago explodido*

Sadalphon: Ainda viva? Hahahaha! Pelo visto, aprendeu com Bright Hansi como se evitar a maior parte deste ataque, não é? Seja como for, você não irá mais interferir. Como eu disse, meu assunto é com Lety...

*Sandalphon me ergueu, segurando pelo pescoço, e mostrou meu rosto para Lety-chan. Eu não conseguia respirar.*

Sandalphon: A menos que queira que eu devore a alma dele, e acredite, estou louco para fazer isso, me entregue a Energia Divina. E faça isso já!!
Bright: E... espere...
Sandalphon: Calado! Eu disse que você já perdeu seu propósito!
Bright: Tem... tem mais uma coisa... que você não esperava...
Sandalphon: Hum?

*De repente, para surpresa de Sandalphon, eu movo meus braços, seguro os braços dele, e movimentando meu corpo acerto um chute com as duas pernas bem em seu estômago. Supreso, Sandalphon me solta, eu caio de pé e olho pra ele. Só então ele percebe que não é mais Bright Hansi quem está ali... e sim Eduardo Azrael*

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Sab Jul 12, 2008 8:53 pm

OFF: Pessoal, leiam primeiro a outra parte deste post, na página anterior! Esta é a segunda parte!










ON:



Az: Raphael não curou apenas Bright, mas EU inteiro!

*Desfiro um soco contra Sandalphon, que recua o rosto e segura minha mão. Ficamos forçando um ao outro, enquanto nos encaramos*

Sandalphon: Humm... e você acha que pode me enfrentar, humano? Por acaso se esquece que eu já derrubei Gabriel, Uriel e Jubiel, além de Golden Olbrich?

*Só então Sandalphon sente meu joelho em seu estômago. Surpreso com a dor, ele quase vomita*

Az: E daí? Lute, desgraçado!

*Sandalphon aperta minha mão com mais força e então ele torce o meu braço, me fazendo ajoelhar de costas pra ele.*

Sandalphon: Esta é a posição adequada a você... de joelhos diante de mim. Sei muito bem que, apesar de Raphael ter curado seu corpo, você ainda está bastante cansado e quase sem forças devido à luta com Metraton. Agora eu... hã?

*É então que todos ouvimos barulhos de jatos. Podemos notar que várias armadas e estão vindo em nossa direção, bem como navios de guerra com seus canhões apontados diretamente para todos nós.*

Gabriel: Essa não... os humanos resolveram reagir!

*De fato, após a aparição de Lelahel para desarmar as bombas de Sao Kumi, os governos de quase toda a Terra se uniram e enviaram seus exércitos para lutar contra os demônios e a favor dos anjos. E, no momento, o demônio que estava na mira de todos era Sandalphon. Milhares de mísseis foram disparados em nossa direção*

Sandalphon: Humm... mosquitos. O que acha disso, Eduardo Azrael? Eu sei que esses tols equipamentos de destruição não são capazes de me ferir, mas e você? Será que você pode sobreviver a essas inúteis armas?
Az: Ungh...!
Sandalphon: Huhuhauha! Não se preocupe, foi apenas uma pergunta retórica...

*Sandalphon não se mexe. Os mísseis vêm em nossa direção, mas de repente eles fazem a volta em pleno ar e atigem em cheio os navios que os enviaram. As armadas voltam então a atacar, com todo tipo de munição disponível, mas tudo, todas as armas acabam se voltando contra eles próprios. Em poucos minutos, os exércitos da Terra acabam se autodestruindo, e os poucos sobreviventes acabam batendo em retirada. Sandalphon gargalha*

Sandalphon: Hahahhaah! Veja só como são patéticos! Conseguem apreciar a beleza disso, Anjos e Guerreiros Hinata? Estes tolos fugindo como os vermes que são, após terem sido feridos por suas próprias armas... Hahahaha!
Gabriel: O... o que aconteceu...?
Sadalphon: É parte do meu charme natural. Assim como Metraton, cujo poder não se restinge a um único elemento, eu também domino as forças da Criação, em especial o metal. Tenho domínio completo e absoluto sobre as armas humanas...

*Sandalphon olha novamente para Lety-chan. É então que ele vê que Raziel disparou um raio contra ela!*

Raziel: Sinto muito, irmã... não posso deixar que o poder de Deus caia nas mãos desse monstro!
Sandalphon: NÃO!!!

*O raio avança contra Lety-chan, mas não a atinge. Um campo de energia criado por Sandalphon a protege. Antes que Raziel possa reagir sua cabeça explode! Sandalphon olha furioso o corpo sem vida do anjo cair no chão, vítima de seu poder.*

Sandalphon: Idiota! Como eu disse, nenhum de vocês tem poder ou velocidade suficiente para me desafiar agora, e não deixarei que essa humana morra até que a Energia Divina seja minha!

*Sandalphon Torce mais o meu braço e pisa nas minhas costas*

Sandalphon: E então? Vai me entregar a Energia Divina, ou precisarei acabar com ele?
Az: Aaagh... Desista, Sandalphon... Se quiser, pode me matar... Lety-chan nunca irá lhe entregar a Energia Divina! Ela sabe que eu preferiria muito mais morrer ou ser jogado no inferno do que ela lhe dar esse poder...!
Sandalphon: Pior pra vocês, então... muito bem, Lety. Se nem a morte do seu amado seria capaz de fazê-la mudar de idéia, então aumentarei o número de reféns. O que me diz? Caso não me dê por bem a Energia Divina, irei explodir todo este mísero planeta!
Gabriel: O quê?!
Haniel: Calma, Gabriel... ele está blefando. Metraton e Sandalphon realmente têm poder para destruir um planeta, aliás, todo um sistema estelar, mas por que você acha que eles não fizeram isto até agora? A Terra é uma das criações favoritas de Deus... Se ele usar a quantidade de energia necessária para isso, será como um farol no escuro. Sandalphon sabe muito bem que a destruição da Terra acabaria despertando a ira do Criador, e ele tem medo de...

*De repente, as pernas de Haniel explodem, e ele cai no chão, agonizando e gritando de dor.*

Sandalphon: Hunf... até que você tem razão neste ponto, Haniel... mas existe uma forma de destruir a Terra sem chamar a atenção de Deus contra mim: fazendo os próprios humanos a destruírem.
Gabriel: O-o quê...?
Sandalphon: Na terra existem mais de 50 mil ogivas nucleares. Este arsenal é suficiente para destruir a Terra dezenas de vezes... e, neste instante, todas as ogivas nucleares da Terra estão sob meu comando. Observem!

*Sandalphon aperta mais o meu braço torcido e, com a outra mão, aponta para cima. O Céu começa a brilhar estranhamente, e todos podemos ver por ele como se fossem várias telas de televisão; todas as bombas de Sao Kumi que Lelahel havia desativado se acionam novamente de repente. Sandalphon começa a passar o dedo pelo céu, aleatoriamente, até que escolhe uma das bombas e ela explode, junto com uma cidade inteira! Ele então faz mais "telas" aparecerem pelo céu, mostrando milhares e milhares de bombas atômicas, espalhadas por todo o Globo; todas estão acionadas. Ele olha novamente para Lelahel*

Sandalphon: A um mero estalar de dedos, todas irão explodir. Apenas eu irei sobreviver à destruição desta bola fedorenta que vocês chamam de planeta, e também cuidarei para que você sobreviva e veja a Terra queimar como um mosquito na chama de uma vela, destruída pelas armas que vocês mesmos, humanos, criaram. De uma forma ou de outra, irei obter a Energia Divina. É hora do meu Xeque-Mate, Lety! Dê-me a Energia Divina! AGORA!!! É a sua última chance!
Az: Não! Não faça isso, Lety-chan! Não deixe que ele obtenha esse poder! não deixe que ele lhe manipule...nem destrua o Universo!

Continuem...

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lety Chan
Gerente
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 342
Idade : 29
Localização : Porto Alegre - RS
Emprego/lazer : Fazer nada ou ajudar os amigos
Humor : Mutante
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: ENTREGAR?   Seg Jul 14, 2008 12:13 pm

"Mais confusão, ela estava sem ação, todas aquelas palavras, todas aquelas ações... Tudo o que ela mais pensava e acreditava... Havia ido por água abaixo, unida as suas lágrimas... O q fazer? Quando metade do que se acredita passa a ser usado contra você?"

*Lelahel segurando Metatron ainda nos braços suava frio, seu corpo inteiro tremia... Ela fixa seu olhar em Lety... Talvez esperando que ela tivesse alguma reação*

Lelahel: (pensando) - Deixo para você decidir isso...Qualquer decisão sua você terá meu apoio...

*Lety de olhos arregalados parecendo em coma acordada olha Lelahel como um pedido de ajuda... No entanto... Na sua mente passa um filme... ela olha todos em volta... Olha Sandalphon... Começa a se levantar ofegante... Pois a energia parecia a consumir... Logo olha Azrael:*

- Se o mundo depende tanto dessa maldita energia que agora está em mim... Se tudo o que houve foi por sua causa... Se o castigo que me deram foi reencarnar... Então... EU MORRERIA DE NOVO PARA RESSUCITAR AO LADO DE QUEM AMO! ... MAS, NÃO PERMITO QUE VOCÊ OUSE TOCAR EM MINHA FAMILIA, EM MEUS AMIGOS COMO MEUS IRMÃOS... E TAMBÉM... NÃO OUSE TOCAR EM AZRAEL! A TERRA É O NOSSO LAR... VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE FAZER O QUE BEM QUER... *cansada de gritar Lety cai no chão de cabeça baixa e começa a chorar* ... Por que... vc tem que fazer isso... se vc foi um anjo... pq não tem o mínimo de piedade... nem com seu próprio irmão vc teve... vc não é digno de nada... nem merece compaixão... e muito menos A ENERGIA DIVINA! ò.ó

*Lelahel olha Lety e vê q a energia reagia com a alma da mesma... ela não acredita no que vê*

- Mas... como? se nem eu consegui controlá-la... como ela pode?

*Lety olha Lelahel agora ficando forte e olhando Azrael e Saldalphon responde*

- Pq eu sou Humana! sou forte pq o único poder capaz de cuidar da Terra... é o amor que sinto... não só por todos ... mas por vc Azrael!

(PELA MENTE FALA A TODOS) - Se meu destino é a morte outra vez... eu não pouparei esforços para tirar minha própria vida!

*Jubiel... volta a ser lana e grita a Lety mto ferida*

- VC ENLOUQUECEU SE FIZER ISSO IGUAL ELE DESTRUIRÁ A TERRA! >.<

Lety: *Sorrindo* Ele não vai... pois sem ela... Deus o destruirá! ... DEMÔNIO SE VC É TÃO OUSADO COMO DIZ SER... ENTÃO PQ NÃO VEM ATÉ A MIM PARA VC MESMO POSSUIR A ENERGIA DIVINA! ò.ó

------------------------------------------------------------------------

*Lola aparece atrás do irmão de Akane tocando seu ombro... A espada brilhava conforme a intensidade do sangue de Lelahel estava e de Lety que passou a reagir*

- Eai irmãozinho? ¬¬* SE NÃO SOLTÁ-LA AS COISAS VÃO FICAR FEIAS PARA VC! ¬¬**

*Uma figura monstruosa aparece atrás de Lola... Era Ishizu na forma monstro muito irada e forte... estava ferida mas tinha vontade de destroçar o irmão de Akane... Mais atrás... Ling aparece segurando o corpo de Dark... ela estava forte... apesar dos ferimentos... e unia forças de sua encarnação passada Lenah*

Li: AI ZÉ MANÉ! Ò.Ó NÃO ESTAMOS DE BOM HUMOR POR TANTO VAZA! Ò.Ó

*a energia das três se funde uma aura maligna atingia os irmãos qse partindo ao submundo*

Lo: *estralando os dedos* ¬¬ vais encarar? *Lola sente um arrepio... olha na direção onde estavam todos* Droga... Ling! Ishizu! ... Deixo com vcs!

*SAI DALI CORRENDO*

to be continued........................

_________________
"Onde a mais pura criatura vive, fica no oceano, que tocando levemente a terra, ostenta formas as margens do teu olhar. Anjo concebido do amor puro, proteja a quem me visita, a quem participa, pois aqui é o nosso lugar!"

Sempre que posso estarei com vocês!

I'm not afraid of the future and you?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Seg Jul 14, 2008 4:24 pm



Manakel/Mokona estava ao lado de Rafael/Xysuke quando tudo aconteceu... ela ainda não acreditava que aquele demonio era o cabeça de tudo que já tinha acontecido até hoje, inclusive sua morte pelas mãos de Jeliel...

Frustração, ódio, rancor, impotência... entre outros sentimentos, faziam Manakel tremer por dentro... Mokona sabia que Manakel queria vingança, porém nenhuma das duas tinha forças suficientes para fazer nada contra Sandalphon...

Mokona sente suas lágrimas rolarem pelo rosto, quando viu Lety-chan lutando contra aquele ser que estava quase matando seu amado... Ele imaginou Xysuke na mesma situação, e entrou em fúria total.

crazy

Ela aperta a Krita-Yuga que estava em sua mão com tanta força, que seus dedos ficam brancos... Uma energia estranha nunca sentida antes, emana do corpo de Mokona... seu corpo todo começa a pulsar... Seria o poder de Mokona-sama que emitia tal energia? Mokona ficou com os olhos vidrados... e muitas imagens de Xysuke machucado, e também nas mãos de Sandalphon apertando o corpo de seu amado, vinham à sua mente...

Nunca... Nunca deixaria que isso acontecesse... Mad
:mokoz:

Ela sabia exatamente o que Lety-chan estava sentindo... e isso ela não deixaria acontecer... A energia foi aumentando, e Mokona parecia fora de si...
Manakel ficou sem ação dentro dela, mas sentindo o mesmo medo de perder Raphael, Manakel passou um pouco da própria energia para Mokona, que parecia queimar por dentro...

Mokona estava tremendo muito... suava bastante, e esse suor se unia às lagrimas que já banhavam seu rosto...

Mokona: - Nunca... NUNCA VOU TE PERDORAR PELO QUE FEZ... SANDALPHONNNN!!!!! - O corpo de Mokona pulsava forte agora... e vindo primeiramente da mão que segurava Krita-Yuga e depois no resto do corpo, uma espécie de massa branca começou a cobrí-la... Aos poucos o corpo dela começou a aumentar de tamanho, e conforme o corpo pulsava, ela crescia e uma nova forma tomava conta do corpo dela...





Agora ela estava enorme... Tinha o tamanho de um prédio de 4 andares... Seu corpo todo estava coberto por um tipo de armadura... Ela era um mashin vindo do mundo de Mokona-sama...

Mokona: - AAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH... - o grito dela era assustador... ela estava fora de si... gritava em direção a Sandalphon... queria sentir o pescoço dele em suas garras Mad (Seria o resquício da Dark Mokona em seu sangue ??? O.o)

Mokona com voz grossa e monstruosa: - SAN-DAL-PHOOOOON AAAAHHHHHHHHH

Com suas asas enormes, Mokona voa em direção a ele... Krita-Yuga agora gigante, se ilumina e desfere um ataque direto à ele... Mas para o desespero dela, ele segura com uma mão sua espada e ri... ri com vontade... Mokona estava tremendo, fazendo uma força descomunal para acertá-lo, porém sua espada não se move um centimetro sequer em direção a ele...

Sandalphon: - HAUHAUHAUHAUAH gostei de ver! Que demonstração de ódio um OBJETO como você pode ter! E ainda mais sob a influência da Anjo da Misericórdia... HAUHAUHAUHAUAHAUH

Ele empurra a espada de Mokona com força... ela recua um pouco, mas retorna com força total, e segue desferindo vários golpes, sem conseguir acertar nenhum...

Manakel estava preocupada, nao conseguia fazer Mokona parar, ela estava totalmente fora de si, e isso a deixava vulnerável demais...

Manakel: - Mokona-chan, por favor, se controle... nao esta adiantando nada tentar acertá-lo... infelizmente o poder dele é grande demais... não somos páreo para ele!! Ó.Ò

Mokona não ouviu uma palavra sequer, ela estava enfurecida, e isso que lhe dava forças para atacar Sandalphon daquela maneira... Tanto ela o atacou, que pelo menos um de seus golpes conseguiu acertá-lo no ombro. Ele urrou de dor, e com a mão esquerda desferiu um soco no peito de Mokona, quebrando a pedra vermelha que ficava ali... Aos poucos Mokona foi voltando a si... Ela foi diminuindo enquanto a massa ia desaparecendo de seu corpo, e ela voltava a forma original... sim... ORIGINAL...



Manakel ainda dentro do corpo de Mokona se desesperou...

Manakel: - E agora??? Como vamos fazer para lutar contra Sandalphon... Porque nao me ouviu Mokona-chan??? PORQUE???

Mokona caiu em forma de bichinho, toda machucada e inconsciente... O amor que sentia por Xysuke era tão grande, que ela não pensara nas conscequencias... agora estava ali, sem poder ajudar nem mesmo seu amor...

Manakel: - Mokona-chan!! ACORDA!!!! VAMOS LEVANTA!!! ONEGAI!!!

geek

_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akane
Finalmente Adolescente o/
avatar

Peixes Cavalo
Número de Mensagens : 63
Idade : 15
Localização : Atualmente Pensão Hinata
Emprego/lazer : ...
Humor : ...
Data de inscrição : 16/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Seg Jul 14, 2008 6:47 pm



Akane agora olhava para os amigos que lutavam contra Mestre Sandalphon... E assustou-se quando ouviu a voz de Lola e de seus amigos, ali...

Lola, Ling, Ichizu... Estavam bem, e lutando lado a lado contra o que viesse... Esses eram seus amigos...

Marbas soltou um pouco Akane, sem que antes colocasse correntes em ambas as mãos dela...

Marbas: - Hhehehehehh... As garotinhas vieram salvar a amiga demônio... Que comovente... mas não vai adiantar fazer nada, pois ela assinou com sangue um pacto comigo, só para ajudar vocês a vencer o Grande Rei dos Anjos Metraton... Mas veja!!! Heheheh já não é mais ele que está lutando contra vocês... ^.^

Akane olha todas morrendo de vergonha por estar naquela situação...

Akane: - Mina-san (Pessoal) Eu agradeço muito por vocês tentarem me ajudar, mas não tenho como voltar atrás em um pacto... Sou uma demônio, e o que fiz não tem volta... Mas não me arrependo ^.^ Fiz isso pra ajudar a todos!! Estou muito feliz, pois sei que ajudei ^.^

Marbas: - Que bom que sabe o seu lugar, minha querida... e vocês podem tentar o que quiser, duvido que consigam encostar um dedo em mim ^.^ heheheheh

Akane ficou ali, com os olhos molhados de lágrimas, olhando os rostos tão queridos de suas amigas...

Akane: - Gomenasai... Mina-san... bua



_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Qui Jul 17, 2008 5:40 am

*Eu olhava aterrorizado Mokona cair no chão, na forma de bichinho. Nem mesmo ela havia sido capaz de deter o demônio, naquela forma poderosa. Sandalphon, por sua vez, alisava a ferida em seu ombro. Seu olhar mostrava uma fúria inumana, enquanto ele encarava Lety-chan.*

Sandalphon: "Por que eu nao tenho piedade"...? E por acaso Metraton teve piedade de mim quando arrancou minhas asas? Ou quando me arremessou no Abismo? Olhe à sua volta, humana! Por que acha que eu estou fazendo tudo isto?! Apenas porque eu sou quem mais tem piedade... vocês humanos estão destruindo o mundo que Deus lhes deu, e são suas próprias armas que ameçam sua existência... há eras vocês destroem uns aos outros, e através das desculpas mais esfarrapadas: segregação racial, soberania da nação, dinheiro... isto tudo enquanto milhões de vocês morrem de fome e doenças que vocês mesmos poderiam evitar! E quanto ao que está acontecendo agora? Você acha que eu tenho medo de destruir a Terra? Acha mesmo que Deus vai vir aqui, em pessoa, me punir ou salvar vocês?! Pois deixe eu lhes dizer uma coisa, humanos e anjos: Deus não está nem aí para vocês. Se quisesse, Ele poderia ter impedido tudo isto desde o começo... mas a verdade é que Ele gosta de ver tudo isto. Gosta de ver o sofrimento de vocês. Pra Ele, tanto faz. Se a Terra for destruída pelos humanos, que pena, é só fazer outra, só vai levar uma semana, e ainda vai ter um final de semana de folga... pra Ele, vocês e eu somos como formigas em uma fazenda de vidro. Um brinquedo que pode ser jogado fora ou substituído quando Ele quiser... mas eu posso mudar isso. Tudo que preciso é a Energia Divina. Imaginem um universo perfeito, livre de dores, preocupações... é isto que eu quero. E isto que vou ter. Porém, essa tola que ousou me arranhar não terá um lugar no meu Universo!

*Sandalphon aponta um dedo na direção de Mokona. Um milionésimo de segundo depois, o lugar onde ela estava explode. Mas Sandalphon olha para a direita, e me vê com Mokona no colo. Eu a deito delicadamente no chão e volto a encarar o demônio.*

Az: Não estou nem aí para o que você acha. Ou para o que você quer. Mas jamais vou permitir que mate qualquer um dos meus amigos, Sandalphon!
Sandalphon: He... hahaha! AHAHAHAHAHAHAHAHAHA! Então, você acha que salvou a vida dela? Idiota, você acaba de condenar todo o planeta e seus amigos à destruição!

*Sandalphon estala os dedos. Podemos ver pelos "monitores" no céu que todas as 50 mil bombas foram acionadas. E logo irão explodir. Sandalphon gargalha de triunfo*

Sandalphon: Já que não consegui a Energia Divina por bem, irei pegá-la à força dessa humana... e vocês podem explodir junto com seu planeta!
Azrael: Só tem mais uma coisinha que você esqueceu...
Sandalphon: O quê?

*Desapareço da vista dele e apareço na frente dele. Ele simplesmente não conseguiu ver quando eu o acertei em cheio na barriga com um soco.*

Az: Antes de tocar nela, vai ter que passar por mim!

*Sandalphon sorri, agarra meu braço e me levanta no ar*

Sandalphon: Seu idiota... está muito confiante por causa de sua luta contra Metraton? Não se esqueça que você sequer conseguiu enfrentá-lo quando ele abriu todas as suas asas... e no momento, eu estou exatamente com esse poder!

*Sem dificuldade, Sandalphon me arremessa pro ar, e aponta o dedo na minha direção. Seu disparo parece me atingir, mas sobe sem parar até explodir no espaço.*

Sandalphon: QUÊ?! Onde ele...

*Apareço atrás de Sandalphon e tento acertar um chute em sua cabeça. Por pouco, ele consegue bloquear meu golpe com seu braço, e tenta me atacar com um soco da outra mão, mas eu desvio e tento lhe acertar um gancho; Sandalphon bloqueia, agarra meu braço e tenta torcê-lo, como antes, mas eu giro meu corpo e acerto com os dois pés um golpe em seu rosto. Ele recua com o impacto, mas manda um chute contra mim; o chute me acerta e me manda pra cima, Sandalphon tenta me agarrar mas eu aproveito o movimento, e salto para as costas dele, segurando em seus chifres como se fossem o guidão de uma bicicleta.*

Az: Hehe, posição vergonhosa essa, não?
Sandalphon: Grr!

*Sandalphon usa suas asas para me golpear, me dando várias lapadas com as asas. Eu trinco os dentes, aguentando a dor, e jogo meu corpo para trás, ainda segurando os chifres dele, e uso o movimento para arremessá-lo. Me levanto com um salto, concentro energia nas mãos e disparo meu golpe*

Az: Kame-hame-ha!!!

*Sandalphon gira no ar, aproveitando suas asas e voa; ele vê o kame-hame-ha vindo em sua direção, e chuta o meu ataque, que volta na minha direção. Eu desvio do meu golpe, que explode no chão fazendo uma trincheira e encaro Sandalphon. Ele aponta seu dedo na minha direção e dispara seu golpe. Em altíssima velocidade, eu me desvio de sua esfera de energia, que explode a vários quilômetros atrás de mim. Sandalphon arregala os olhos*

Sandalphon: Impossível!!!

*Ele então faz vários disparos contra mim, mas eu consigo me desviar de todos. Em seguida, salto na direção dele, que novamente aponta seu dedo contra mim, mas eu agarro o dedo de Sandalphon e o quebro. Ele grita de dor, mas quase engasga quando lhe acerto uma joelhada no estômago e o chuto para baixo. Sandalphon atinge o chão com força, levantando uma nuvem de poeira, mas antes mesmo da nuvem abaixar ele já está de pé, me encarando*


Sandalphon(pensando): Não pode ser... na luta contra Metraton ele nem conseguia tocar em meu irmão... eu tenho os mesmo poderes que ele, então como esse humano está conseguindo me ferir? Maldito!!!

*Sandalphon urra e então dispara uma rajada de sua boca contra mim. Eu carrego o kame-hame-ha e disparo contra seu golpe. Nossos golpes explodem quando se chocam e arremessam tudo e todos longe. Eu caio de pé e encaro ele.*

Sandalphon(pensando): Será possível que... devido à luta com Metraton... ele tenha ficado ainda mais forte? Mas não pode ser! Até onde vai a capacidade desse humano de aprender e se fortalecer? É claro, não posso esquecer de QUEM ele é aluno, mas mesmo assim...

*As veias na testa dele saltam e Sandalphon some da minha vista e aparece novamente, na minha frente. Por pouco, consigo bloquear seu chute, e ele começa a desferir vários golpes contra mim. De repente, nós dois tentamos golpear um ao outro, mas nossos braços se chocam, e ficamos nos forçando*

Az: E então? Não ia acabar com a Terra?
Sandalphon: Heheh... não fique tão confiante... as bombas já estão ativadas. Admito que você me surpreendeu, mas agora já chega.

*Rápido com um raio, Sandalphon tenta acertar um chute na minha barriga, mas eu consigo bloqueá-lo. Entretanto, sem demora, ele tenta me esmurrar na cabeça, eu consigo desviar, mas só do primeiro; ele começa a me socar várias e várias vezes, e não consigo me defender. Sem defesa, parto pro ataque direto: eu e Sandalphon começamos a trocar golpes em alta velocidade, sem me importar se estou sendo atingido ou não; logo caio para trás, ofegante, e percebo que poucos golpes o atingiram. Enquanto isso, Marbas observava nossa luta, mesmo cercado pelas garotas*

Marbas: Humm... nunca vi um ser humano tão rápido quanto aquele. Eu quase temeria pela derrota de lorde Sandalphon se...
Ling: O que?
Marbas: Se não fosse impossível vencer lorde Sandalphon. Até mesmo Metraton precisou de ajuda. Diferente de Metraton, Sandalphon não hesita em usar o máximo de seu poder contra qualquer oponente, por mais insignificante que seja.
Ling: Que nada! O Az tava surrando ele e...
Marbas: E o quê? Agora ele mal consegue respirar de cansaço...
Ling: Mas como é possível...?
Marbas: Simples. Não tenho certeza se lorde Sandalphon percebeu isto, mas seu amigo só estava conseguindo aquelas força e velocidade arrasadora graças à técnica que ele chama de Seika-no-Itten.
LING: O QUÊ?! O Az já estava usando o Seika-no-Itten?!
Marbas: Sim. E, embora ele não tenha um limite de tempo de uso dessa técnica, a quantidade de energia que ele usou para poder se igualar a lorde Sandalphon foi espantosa... eu diria que ele usou muito mais energia desta vez do que contra Metraton. Mas o que lorde Sandalphon falou é verdade, o corpo de Azrael foi curado por Raphael, mas sua energia ainda não havia sido totalmente restaurada, pois isso depende de muito tempo de descanso. Não há mais nada que ele possa fazer agora, a não ser aguardar a morte nas mãos de lorde Sandalphon ou então explodir junto com este planeta! Hauhauhahua!

*Naquele instante, um raio passa zunindo próximo ao rosto de Marbas e o corta fundo.*

Sandalphon: Volte a duvidar de minha capacidade novamente, Marbas, e o próximo disparo irá explodir sua cabeça. Apenas observe como eu mato este inútil pedaço de carne...

*Marbas engoliu em seco, mas continuou observando a luta. Sandalphon apontou seu dedo para mim, que ainda estava no chão, e disparou. De repente, e abro os olhos e seguro a bola de energia dele, e a jogo de volta. Sandalphon desvia do ataque, mas ao se virar, ele me vê novamente, no instante em que acerto um soco em sua cara. O sangue dele voa de sua boca, e eu começo a disparar vários e vários golpes contra ele. Espantado com a minha velocidade, é a vez de Sandalphon não conseguir reagir, à medida que disparo meus golpes até minhas mãos quase atingirem a velocidade de Mach 5*

Az: Katchu Tenchu AMAGURIKEN!!!!

*É o Amaguriken mais rápido da minha vida; eu atinjo a velocidade de mais de oito mil socos por segundo, tudo em volta começa a rachar... inclusive o rosto de Sandalphon. Quando acabo o ataque, ofegante, Sandalphon está mudo, com o corpo arqueado pra trás, sem que eu possa ver seu rosto.*

Az: S...será que...

*Ofegante, e com dificuldade, eu ergo minha mão e me preparo para mais um Amaguriken, mas Sandalphon vira o rosto em minha direção. Seus olhos estão com um brilho maligno, e sua fúria parece ter chegado ao limite. Eu nem vejo quando seu punho me atingiu, centenas de vezes, quase tantas quanto meu Amaguriken o atingiu. Com dificuldade eu tento bloquear seus golpes, mas ele então me agarra pelo pescoço... com sua cauda. Quase sufocado, sou erguido no ar pela cauda pontiaguda de Sandalphon, que começa a me esmurrar, lentamente desta vez, mas com muita força. eu começo a cuspir sangue.*

Az(Pensando): Ungh... cheguei no limite... não posso mais fazer o Seika-no-Itten... e nenhuma das minhas técnicas iria funcionar contra ele.

*Sandalphon me golpeia de novo, e de novo, e de novo. Vários ossos se partem, mas eu ainda estou consciente, e agarro seu punho. Ele gargalha e continua a me esmurrar com sua outra mão, enquanto eu me preparo para me soltar*

Az(pensando): Ungh... argh... preciso me afastar... existe uma técnica... uma única técnica... nesta situação... que pode acabar com esse cara...
Sandalphon: Vou acabar com você, humano! Não... pensando bem... vou primeiro quebrar todos os seus ossos e manter você vivo... você vai estar vivo quando eu arrancar a Energia Divina da humana, e vai ver quando eu a matá-la, depois de saciar minha vontade com seu corpo...

*Cerro meu punho, e acerto um gancho no queixo de Sandalphon, quase o partindo; ele pára de me bater, mas ainda está me segurando com força, com sua cauda, quase me sufocando e ergue sua mão com a palma aberta, como se fosse uma lâmina.*

Sandalphon: Grr... primeiro vou arrancar seus braços, para que você não tenha mais como reagir!
Az(pensando): Acabou... não tenho mais como reagir... e mesmo que eu conseguisse me afastar... jamais conseguiria o tempo necessário para preparar... não enquanto luto com esse cara...
???: Então, eu irei lutar por você.
Sandalphon: Quê?!? Essa voz é...

*Diante do olhar espantado de todos, Azrael sai de dentro do meu peito como se eu fosse feito de água e atinge Sandalphon no queixo, exatamente da mesma forma que eu havia feito antes, e o lança longe. Sandalphon cai de pé, atordoado, e eu quase caio, mas Azrael me ampara.*

Azrael: Ei ei, Edu, não desmaie ainda...
Edu Az: Como... como é possível...
Azrael: Realmente, não foi fácil... não achei que eu fosse conseguir fazer a magia que a Lelahel fez para sair do corpo da Lety-chan, mas consegui no último instante. E bem a tempo, pelo visto.
Edu Az: Mas...
Azrael: Escute aqui! Não temos tempo a perder! Vou tentar segurar o desgraçado por tempo suficiente, e acho bom você aproveitá-lo, entendeu?
Edu Az: Sim. Tem razão.

*Eu fico de pé lado-a-lado com Azrael, numa cena que pareceria impossível. Sandalphon se recupera e vê nós dois, ficando ainda mais furioso*

Sandalphon: Azrael...

*Sandalphon concentra energia nas duas mãos e dispara contra nós. Azrael caminha um pouco pra frente e esmurra o ataque de Sandalphon, o mandado para o alto e explodindo os "monitores" que Sandalphon fez no ar.*

Azrael: E aí, Sandal, quanto tempo... como foram as férias? Que tal se eu te mandasse de volta pro Abismo... permanentemente?!
Sandalphon: Você continua irritante como sempre, Azrael... mas nem você pode comigo. Sua luta com Metraton deveria ter deixado isso claro pra você.
Azrael: Pode até ser... mas se tem uma coisa que eu aprendi com os humanos é a nunca desistir! HAAAAAAA...!!!

*Azrael se concentra e, para espanto e terror de Sandalphon, ele abre 24 pares de asas. O dobro do que o normal.*

Sandalphon: Mas como...? Nenhum anjo além de Metraton e eu era capaz de abrir mais do que doze pares!!!
Azrael: Realmente... mas eu ainda tenho parte do poder que Miguel me deu, antes. E você, Sasa, irá enfrentar o poder de Azrael e Miguel combinados, assim como o teu maninho...

*Azrael levanta o polegar para Miguel e pisca o olho. Em seguida, ele avança contra Sandalphon, e os dois começam a trocar muitos e muitos golpes, tudo em volta estremece, o chão se racha por quilômetros e a Terra inteira começa a tremer, diante da luta entre Azrael e Sandalphon. No céu, alguns "monitores" indicam que não resta muito tempo, e logo todo o arsenal nuclear da Terra irá explodir. Azrael luta com uma incrível ferocidade, correspondida de igual forma por Sandalphon, os dois parecendo duas feras selvagens. Eles então se afastam; Azrael ergue a mão e a Espada Divina sai de dentro do Oceano(onde ela esteve desde que Azrael havia sido selado na luta com Metraton) e voa até as mãos dele. Sandalphon aponta sua mão aberta para Azrael, e energia vermelha surge nela; uma espada circular se forma na mão, e os dois se encaram novamente.*

Azrael: Eu ouvi o que você disse antes... você acha mesmo que Deus não fez nada para te deter?
Sandalphon: Como assim?
Azrael: Deus nunca abandona seus filhos. Ele colocou a gente aqui pra acabar com você... TODOS nós.
Sandalphon: Ora... Cale a boca e lute!
Azrael: Pode vir!

*Eles avançam e começam a trocar golpes com suas espadas, cada golpe faz o chão rachar e o céu trovejar, enquanto as ondas de choque das espadas devastam ainda mais tudo em volta. Eu permaneço parado, boquiaberto, vendo a luta entre Azrael e Sandalphon, mas logo acordo.*

Edu Az(pensando): Não! Não há tempo a perder! Não sei quanto tempo Azrael vai aguentar essa luta, ele está tão sem energia quanto eu, mas TEM que ser o suficiente... esta vai ser para você, mestre...

*Eu me afasto dali o mais rápido que posso, até ficar a uma boa distância da batalha, o suficiente para não poder ser visto a olho nu. Ergo minhas mãos para cima, e uma aura clara e oscilante surge à minha volta.*



Az: Terra, sol, estrelas... e cada ser vivo neste planeta e neste Universo... eu peço a vocês... que me dêem um pouco de suas energias...

Continuem...

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Qui Jul 17, 2008 10:10 pm

Very Happy Very Happy Very Happy

\O/ \O/ \O/ \O/

Já estou com os braços pra cima, te enviando a energia!!!! (fiz isso no episodio do Dragon Ball... JURO !!! hihih ^.^)

Kissu

_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 28
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: As chamas divinas de Miguel   Sex Jul 18, 2008 10:50 am

miguel: tenho q admitir, esse cara é original, sandalphon....conseguiu cansar todo mundo e ainda fez o az usar o poder que eu dei a ele....é, pelo visto eu vou ter trabalho...shujji!

shujji: hai!

miguel: vá com hikaro cuidar das bombas!

hikaro: hai!

**hikaro vai rapidamente até a 1ª bomba que era a mais próxima dali, em osaka**

hikaro: shujji, cuida da retaguarda, enqto eu rastreio a bomba...
shujji: hai..

**enqto isso..**

miguel: droga...

**me aproximo de raphael**

miguel: maninho, é o seguinte...não tenho mais escolha..^^..parece que ELE quer que eu use as minhas chamas, coloque jubiel, lelahel e as outras em segurança, porquê a coisa vai ficar quente...

-|-

Edu Az(pensando): Não! Não há tempo a perder! Não sei quanto tempo Azrael vai aguentar essa luta, ele está tão sem energia quanto eu, mas TEM que ser o suficiente... esta vai ser para você, mestre...

*Eu me afasto dali o mais rápido que posso, até ficar a uma boa distância da batalha, o suficiente para não poder ser visto a olho nu. Ergo minhas mãos para cima, e uma aura clara e oscilante surge à minha volta.*

Az: Terra, sol, estrelas... e cada ser vivo neste planeta e neste Universo... eu peço a vocês... que me dêem um pouco de suas energias...

-|-


**saio dali apressadamente e vôo a uma velocidade assustadora em direção à batalha de sandalphon e az, enqto corro, vou jogando para az as energias que restam em harima(pq as de miguel ele vai precisar pra guentar o tranco ^^)**

sandalphon: humano tolo! mesmo querendo lutar contra mim, logo tudo aqui irá se acabar!

**enqto isso**

hikaro: achei a bomba! vamos!
shujji: hai!

**hikaro sai voando e vê que shujji não o seguia**

hikaro: shujji? shujji?!

shujji: vai indo hikaro!!!

**hikaro olha para trás, um demônio parceido com marbas bloqueava o caminho de shujji**

shujji: vai logo!! eu acabo com esse e depois com esse tal de marbas!

??: humano insolente, quem você pensa que é?

shujji: eu sou shujji kenji, o novo thousand master, irmão do millenium master Harima Kenji, e sou o 1º cara por quem akane já amou...portanto...se prepara pq eu vou atropelar!

??: ora ora, então vamos ver quem é o melhor...assim eu já te levo junto pra brincar com lorde marbas...

**voltando a luta de saldalphon**

miguel: tenho que me apressar mais! achei eles!

**as mãos de miguel começam a incendiar, porém sem se degradarem, seu corpo se torna mais robusto e um sorriso aparece em seu rosto...**

miguel: ei, sasa!!
sandalphon: miguel!

**como um raio acerto saldalphon no rosto, pois nem mesmo ele consegiu deter tamanha velocidade, seu rosto, além de queimado, estava com um corte profundo e sangrando...**

sandalphon: você..eu nunca recebi um ferimento tão fundo! insolente!!

miguel: tudo tem sua 1ª vez sasa...e adivinha, você terá a honra de enfrentar as chamas divinas de miguel...dadas por ELE a mim...e claro que dessa vez...eu não vou me segurar!!

**CONTINUA**

Momento Agradecimentos!

Valeu az! ^^ por ter mostrado o golpe mais fod*********nico do miguel, as "chamas divinas"! claro que ainda ele tem mais uma (e somente mais uma ^^ carta na manga), que essa, ah essa é surpresa...

Valeu Xy!' pelas piadas e momento hilários ^^, vc é o "figura da pensão".

Valeu Lety^^, msm qdo eu to down, vc da um jeito de me animar e fazer eu recuperar minha criatividade ^^

ENfim se eu escrever todos eu fico um ano!

Valeu pessoal!

e..
GO GO GO HINATA-SOU!

Fim do momento agradecimetos..
Um oferecimentos de:

Carmen calçados - vestindo sua joanete da melhor maneira!
Óticas Adelaide - Veja bem....
Funerária Central - Agora com entrerro em 10x sem juros!
e
Rádio Kanashimi - Música Fossa 24 hrs por dia, acompanhando a sua solídão!

**fim do post \o/**
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 479
Idade : 29
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Sex Jul 18, 2008 9:06 pm

off: Obrigado Cris/Harima ^^
É bom saber que agrado com as besteiras que falo xD

########################################################

*Raphael tinha Mokona na forma original em seus braços, estava curando-a e restaurando suas energias. Mas ele parecia, apesar de nervoso com tudo aquilo, calmo, como sempre costumava se manter, não importando o quanto a situação estivesse desesperadora. Xysuke sim, que no subconsciente, gritava enlouquecido pelo nome de sua amada, que havia sido ferida e estava em perigo. Mas era Raphael que estava no controle agora*

- Raphael: Manakel.....eu sei que está por perto ainda.....esteja comigo nesse momento.....temos que ajudar nosso irmão Azrael........vamos todos juntos salvar este espaço e este tempo......e depois que tudo isso acabar......vou precisar de você para devolver a vida ao mundo dos homens, que foi devastado por esta guerra...........VOCÊ É A CHAVE PARA "AQUILO"...

########################################################
off: Pra entender, revejam meu post sobre as habilidades de Raphael ^^
########################################################

*Raphael delicadamente coloca Mokona em um lugar seguro e lança uma de suas magia de proteção*

- Raphael: HEAVEN'S MANTLE!!!! (Manto do céu)

*Em seguida, a pedido de Miguel, cria proteções em volta dos outros anjos e guerreiros presentes ali também*

*Naquele exato momento, Sandalphon, em meio a sua luta contra Azrael, vê que esferas de energia estão indo em direção a Az e se acumulando em uma esfera maior, que crescia mais e mais acima das maos dele. Ele sente a ameaça daquele poder que se acumulava ali e dá um jeito de se aproveitar do cansaço de Azrael para abrir uma brecha e escapar dele e de Miguel por um breve instante, voando em direção a Az e concentrando energia em uma das mãos*

- Sandalphon: MALDITO, NÃO VOU DEIXAR QUE REUNA ESSE PODER!!!!!

*Dispara uma bola de energia negra a altíssima velocidade. O golpe atinge Az, e todos os anjos e guereiros que estão por perto e assistem aquilo se apavoram e quase perdem as esperanças, além do desespero de imaginar ver Az morto em seguida......só então, depois que a nuvem de poeira se espalha, eles vêem que Az está ileso. Eles não entendem como......até identificarem Raphael a uma certa distância, com sangue escorrendo de dentro de sua boca, e um buraco aberto no meio de seu peito, ensangüentado*

- Raphael: *Respirando pesado, a muito custo se mantendo em pé, com as mãos apontadas para Az, enquanto procurava manter ao máximo a proteção que havia criado*...................Pain....of....devotion..............

*Apesar da dor de ter um pedaço de seu corpo praticamente arrancado, Raphael se mantia firme e não esboçava no rosto expressão de dor*

- Sandalphon: ..........¬¬.............Hehe.......*Encara Raphael com insignificância*

- Raphael: Arf......arf.........*Olha de volta para Sandalphon, enquanto perdia mais e mais sangue*

- Sandalphon: Vamos ver então o quanto aguenta......

*Dispara mais esferas de energia de apenas um dedo, contra Az, de propósito, enquanto olhava para Raphael, esperando que ele sofresse a agressão. Raphael sente partes de seus músculos simplesmente explodirem*

- Raphael: ARGH!!!!!!

- Sandalphon: Tch........está mesmo disposto a dar sua vida por um simples humano?

- Raphael: Azrael....Lelahel....todos os meus irmãos estão contando com esse humano......vai ter que me matar se quiser atingí-lo.....Ò_Ó

*Sandalphon então percebe que as feridas estão se fechando*

- Sandalphon: Hm?........Ah sim.....é de se esperar do anjo da cura....sua natureza auto-regenerativa é uma de suas marcas.....pelo visto, realmente só matando você.........ENTÃO, PREPARE-SE!!!! E NÃO SE PREOCUPE!!! VOU ME CERTIFICAR QUE MANAKEL LOGO ESTEJA COM VOCÊ!!!!

- Raphael: O.O..........Ma....Manakel..........

*Quando Sandalphon vai disparar uma bola de energia com o dobro de poder da anterior contra Raphael, Azrael surge, puxa-o e o manda longe com um soco*

- Raphael: *Sorri em meio ao sangue que escorria de sua boca aos montes* Conto com você, irmão....

*Continua a manter a proteção em Az, para evitar que os "resíduos" da batalha entre Azrael e Sandalphon o atingissem e prejudicassem a preparação do golpe final*

A JORNADA CONTINUA...

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Dom Jul 20, 2008 12:51 am

OFF: Também agradeço, amigão! São vocês que, em parte, me inspiram!


ON:

*Raios cruzavam os céus. Vendavais castigavam os mares e campos. Terremotos e erupções varriam toda a Terra. O caos estava espalhado pelo planeta, diante daquela destruição; as pessoas, apavoradas com a visão de anjos e demônios, corriam pelas ruas tumultuadas das cidades, sem saberem para onde irem ou fugirem. Para a humanidade, a verdade era uma só: era o fim do mundo. E elas não estavam muito longe da verdade... enfraquecidos pela longa batalha contra Metraton, e agora tendo que enfrentar o pior de todos os oponentes, os anjos já estavam no limite de suas forças. Quase nenhum ser humano conseguia mais lutar, apenas aqueles que ainda recebiam algum poder dos anjos, entre eles os Hinata Warriors... a batalha sangrenta, entretanto, atingira um nível que um ser humano normal ou mesmo aqueles com nível super e sobre-humano não eram capazes de chegar; Sandalphon, o terrível inimigo de todo o Universo, estava em sua plenitude de forças, e a Terra era para ele agora como uma vela prestes a se apagar. Em seu caminho, apenas três anjos: Miguel, Raphael e Azrael... lutando com tudo que lhes restava de forças, os três tentavam desesperadamente impedir que Sandalphon alcançasse Lety-chan, a detentora da Energia Divina, a única coisa que estava entre Sandalphon e a conquista total do Universo. Mas a coisa não estava fácil para os anjos; Miguel havia cedido anteriormente parte de seu poder para Azrael, que por sua vez estava bastante exaurido pela batalha,e Gabriel havia sido muito ferido por Sandalphon. Mesmo assim, os três lutavam incessantemente: Azrael, empunhando a Espada Divina, desferia golpes e mais golpes contra Sandalphon, que os bloqueava com sua espada em forma de roda; Miguel disparava suas rajadas de chamas, as quais agora eram barradas pela Aura de Sandalphon; e Raphael se mantinha na defensiva, enquanto ajudava os outros dois anjos, os protegendo com seus poderes. Mesmo sendo três contra um, Sandalphon estava claramente na vantagem; os anjos pareciam cada vez mais cansados, ao passo que ele parecia cada vez mais forte. Na verdade, Sandalphon estava lutando com força total desde o começo, mas ele ainda não havia usado seus ataques mais fortes. De repente, Miguel começou a disparar suas Chamas Divinas contra Sandalphon, ao passo que Azrael(que estava protegido do poder das chamas, uma vez que possuía parte do poder de Miguel) golpeava incessantemente Sandalphon com sua espada. Enquanto isso, de braços para o ar, eu lutava para reunir a energia suficiente para disparar o único golpe que realmente poderia acabar com a batalha: a Genki Dama. Entretanto, alguma coisa ia mal: comecei a sentir uma dor sem tamanho e abaixei os braços, exausto, caindo ajoelhado no chão.*

Edu Az(Pensando): Ungh... não dá mais... eu achei que poderia fazer a Genki Dama... mas meu corpo não é capaz de suportar esse poder... eu só vi meu mestre executar essa técnica uma vez em vida... e foi justamente por causa desta técnica... que ele morreu... se nem ELE pôde suportar o poder da Genki Dama... foi muita pretensão minha... achar que eu poderia... sinto muito, amigos... humanidade... Lety-chan...

*Minhas mãos tocam o chão e eu abaixo a minha cabeça, parecendo visivelmente derrotado. Meus dedos arranham a terra e um rastro do meu sangue fica no chão. É então que algo estala na minha mente: cena de Raphael, ferido e sangrando, devido ao golpe que ia me atingir, e que ele voou na frente para me proteger. As palavras dele vêm à minha mente*

Raphael: "Azrael....Lelahel....todos os meus irmãos estão contando com esse humano......vai ter que me matar se quiser atingí-lo..."

*Eu então olho para longe, onde, Raphael, Miguel e minha contraparte anjo Azrael estão lutando contra Sandalphon, dando suas vidas para nos proteger... olho à minha volta e vejo meus amigos caídos pelo chão, em meio aos corpos de vários anjos. Minhas lágrimas molham a terra. Eu então olho para cima, no céu, e vejo a minha Genki Dama, ainda em fase de formação. Fico de pé e novamente levanto meus braços.*



Edu Az: Agora não é hora de desanimar... todos estão contando comigo! Não posso decepcionar o universo, nem meus amigos, nem meu mestre, nem a mulher que eu amo... Não estou nem aí se não vou sobreviver, eu VOU terminar a Genki Dama!!!

*A aura do meu Ki brilha intensamente novamente. Desta vez, eu tento me comunicar com toda a Terra, por telepatia*

Az: Ouçam-me, seres humanos... ajudem-nos a salvar nosso planeta e nosso Universo! Neste momento, a Terra encontra-se prestes a ser destruída pelos demônios... os anjos estão lutando por nós, mas nem mesmo a força deles será suficiente! É preciso que todos nós ajudemos... só precisam levantar as mãos, que a força de todos irá ajudar o Bem a vencer! Eu lhes imploro...



*Imediatamente, muitas pessoas pelo planeta começam a enviar energia para a Genki Dama. A primeira vez que eu pedi("Terra, Sol, estrelas... e cada ser vivo neste planeta e neste Universo...") poucas pessoas haviam me atendido, mas agora uma parte da humanidade tinha fé nas minhas palavras, e havia ainda todos aqueles que reconheceram minha voz; todos nestas condições levantavam suas mãos. Começando pelos meus amigos, eu havia recebido forças da bastante enfraquecida Mokona, de Harima(através de Miguel) e também de Raioh-Kih*



*No Japão, meu Sensei de Karatê, Hirokazu, bem como Kyo, Natsuki e todos os meus amigos de treino, reconheceram minha voz e também levantaram suas mãos; o mesmo faziam os alunos da Todou Gakuen, liderados pelas Natsumes e por Takayanagi; da mesma forma, todos os Toushis da região de kantou, principalmente os membros de Seto, Kyosho e Nanyou, além de meus amigos de Furinkan. O mesmo acontecia em várias partes do mundo, por onde eu havia passado e onde meus amigos e mesmo inimigos reconheciam minha voz, todos levantavam suas mãos. Longe do Japão, minha voz foi escutada por mais pessoas: a minha família*

???: Essa voz... é o Eduardo! Mas como?!
??: Não importa. Se ele está pedindo, iremos ajudá-lo...



*Meus parentes e conhecidos também levantaram suas mãos, e a energia para minha Genki Dama aumentava cada vez mais. Mesmo assim, eu pressentia que havia algo errado*

Edu Az(Pensando): Não vai funcionar desta forma... Embora algumas poucas pessoas além dos meus amigos, família e conhecidos tenham ajudado, talvez nem mesmo se todos os seres humanos da Terra levantarem suas mãos, não será suficiente... na verdade, nem mesmo a energia de todo o Sistema Solar é o bastante para vencer Sandalphon! Preciso ir mais longe...

*Concentrado na Genki Dama, eu busco estender a coleta de energia para muito além do Sistema Solar. Por toda a Via Láctea eu começo a coletar energia, de vários planetas, luas e sóis. Minha voz é então ouvida em um certo planeta, no canto oposto ao da Terra na galáxia*



Seven: Essa voz... será que é ele?
Aliah: Sim, não há dúvida... o que vamos fazer então?
Max: Ora, é claro que iremos ajudar! A Terra é o nosso lar também...

*E todos os meus amigos daquele planeta também levantam suas mãos, não só aqueles três, mas vários outros, terráqueos e não terráqueos, ao mesmo tempo que a energia do planeta também vem para a Terra. Minha voz mental se espalha para além da Via Láctea, enquanto busco energia para a Genki Dama... Até mesmo na longínqua estrela Algol, na galáxia de Perseu, minha voz e meu pedido são ouvidos*



Chaz: É ele! É o terráqueo! Ele nos avisou que isto poderia acontecer!
Rika: Então o que estamos esperando?

*Muitos habitantes do planeta Motávia, entre eles Chaz e Rika, velhos conhecidos meus, e até alguns do arrongante Dezóris também colaboram. Minha voz continua percorrendo o espaço até que é ouvida no distante Planeta Jurai*



Ayeka: Não pode ser... esta voz é de... atenção, todo o Império Jurai! Ordeno a todos os meus súditos que levantem suas mãos!!!

*Dezenas de planetas ouvem a ordem da princesa Ayeka, e muitíssimas pessoas começam a levantar as mãos. Cada vez mais, minha Genki Dama cresce, cresce e cresce.*



Edu Az: Agora sim!!! A energia está vindo, e bastante! Mas ainda não é o suficiente, nem está vindo rápido o necessário... Tomara que Miguel, Azrael e Raphael consigam segurar Sandalphon... pelo menos mais um pouco...!
???: Infelizmente, você não terá chance para lançar esse golpe, humano!
Edu Az: O quê?!

*Nesse instante, Marbas aparece na minha frente, carregando energia em uma de suas mãos*

Marbas: Não vou deixar que tente atacar o senhor Sandalphon!
Edu Az: Uh! Essa não! Se eu tentar me defender agora, posso perder toda a energia da Genki Dama... e não vou conseguir fazer outra!

*Marbas ia disparar seu golpe, quando é atingido em cheio por um chute na cara, que o lança longe. Ling, Ishizu e Uriel estão na minha frente.*

Uriel: Rápido! Nós cuidamos desse cara!
Edu Az: Certo... se pelo menos todos os seres humanos atendessem o meu pedido... eu terminaria esta Genki Dama mais rápido... mas tenho que continuar reunindo energia, até que ela tenha força suficiente!

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"


Última edição por Azrael_I em Dom Jul 20, 2008 2:38 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Azrael_I
Chefe da Guarda
avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 185
Idade : 33
Data de inscrição : 11/01/2008

MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   Dom Jul 20, 2008 12:54 am

*Uriel, Ling e Ishizu então avançaram atrás de Marbas. Naquele instante, minha Genki Dama já estava com um diâmetro maior do que o da própria Lua; sua gravidade era tão grande que estava até mesmo afetando os oceanos da Terra. Não havia parte no planeta em que não pudesse ser avistada aquela gigantesca esfera brilhante. E ainda assim, não era o suficiente. Sandalphon pressentia cada vez mais o perigo; ele sabia que aquela Genki Dama, ainda que incompleta, poderia ferí-lo gravemente, e mesmo que ele conseguisse a Energia Divina, poderia não ter forças suficientes para enfrentar Deus, caso fosse atingido pela Genki Dama. Por outro lado, os ataques incessantes de Miguel e Azrael não apenas conseguiam ferí-lo, como também o impediam tanto de chegar à Lety-chan quanto de me atacar, ao passo que os poderes de Raphael protegiam todos de seus ataques. Foi então que Sandalphon finalmente se enfureceu e se afastou rapidamente para trás, deixando Azrael e Miguel ofegantes para trás.*

Sandalphon: Chega!!! Já que é assim que querem, vou matar todos vocês juntos de uma vez! Aqui vai um ataque forte o suficiente para destruir o SOl!!! FÚRIA PROFANA!!!!

*Sandalphon reuniu energias em suas mãos. Raphael, Miguel e Azrael perceberam que ele realmente não estava brincando, e se fossem atingidos por aquele golpe, não só morreriam, como também todo o Hemisfério Oriental da Terra viraria cinzas. Azrael se adiantou, concentrando energia no corpo e levantando a Espada Divina, pronto para contra-atacar, no instante em que Sandalphon criava uma esfera de energia negra entre as mãos, mas Miguel passou na frente e disparou um ataque fortíssimo de Chamas Divinas, ao mesmo tempo que Sandalphon esmagava a esfera de energia negra com as duas mãos e disparava uma onda de energia negra. Chamas Divinas e energia profana se chocaram, gerando uma explosão de enormes proporções; Azrael e Raphael foram arremessados longe, bem como todos num raio de mais de 300 km. Até mesmo eu, quase fui arremessado longe, se não fosse a gravidade da minha Genki Dama, que naquele instante tinha o diâmetro quase igual ao dobro do da Lua, e continuava crescendo. No campo de batalha, Azrael segurou Raphael e os dois abriram suas asas, enquanto as ondas de choque da explosão diminuíam; quando a fumaça abaixou, Sandalphon podia ser visto, com as mãos cruzadas na frente do corpo, em posição de defesa; a explosão quase não o afetara, mas o gasto de energia foi grande até pra ele.*

Azrael: Não acredito! Ele saiu... quase sem um arranhão!
Raphael: E o Miguel...?

*Azrael e Raphael olharam para cima e viram que Miguel havia sido arremessado pela explosão até quase sair de órbita; usando seu controle sobre o ar, Raphael conteve a queda de Miguel, e Azrael o amparou em seus braços*

Azrael: Tsc... sempre bancando o teimoso, não?
Miguel: Você... estava... cansado demais... não iria... conseguir...

*Naquele instante, Miguel sentiu parte de suas forças voltando. Espantado, ele viu que doze pares de asas sumiram das costas de Azrael*

Miguel: Mas... Az...
Azrael: O que é seu, é seu. Te devolvi toda a energia que você me deu... só é pena que eu já havia gastado uma parte dela. Teve sorte de que a explosão atingisse mais o Sandal do que você.
Miguel: Unf... Isso foi burrice, Az...
Raphael: De qualquer forma... estamos perdidos... não temos muito mais forças...
Sandalphon: Realmente... e o próximo ataque irá acabar com vocês...

*Sandalphon começou a reunir energia novamente nas duas mãos preparando a Fúria Profana. Mas então, ele foi atingido por uma rajada de energia nas costas e seu golpe se desfez; ele foi olhar na direção d eonde veio o golpe, e apenas viu um vulto se mexendo rapidamente, e mal conseguiu se proteger de um soco no rosto. Furioso, Sandalphon conseguiu segurar a mão do agressor, apenas para ver que era Gabriel, com seus doze pares de asas abertas.*

Sandalphon: Você...!
Gabriel: Em pessoa, seu canalha... demorei um pouco para regenerar o meu joelho, mas agora você vai levar, ah vai!

*Gabriel acertou um chute em Sandalphon, que aguentou o golpe e tentou cortá-lo com sua espada; abrindo suas asas, Gabriel conseguiu evitar o golpe mortal, mas um fio de sangue apareceu em seu peito; Sandalphon então apontou o dedo contra ele, mas o anjo consgeuiu segurar a esfera de energia, que jogou longe. Ainda segurando a esfera de Sandalphon nas mãos, Gabriel fez um esforço descomunal e a arremessou para cima, fazendo ela explodir no espaço. Gabriel estava próximo a todos nós, e Sandalphon estava expandindo sua aura, pronto para acabar com todos.*

Miguel: Como é bom te ver, irmão!
Gabriel: É... pena que eu não possa fazer muita coisa...
Azrael: Nós só precisamos segurar ele mais um pouco. Minha contraparte humana está quase terminando... se ao menos todos os humanos ajudassem...!
Raphael: De qualquer forma, estamos quase no limite. Já não sei mais o que fazer para deter Sandalphon.
Azrael: Nem eu... pra piorar, as bombas atômicas estão a ponto de explodir. Shuuji e Hikaro conseguirão desarmar todas?
Miguel: Acredito que sim... mas só se eles souberem como desativar todas ao mesmo tempo.
Gabriel: Eles darão um jeito. Confiamos nos humanos até agora... não acredito que eles falharão. Temos apenas que fazer a nossa parte.
Azrael: Eu acho que já sei... terei de usar meu poder selado.
Raphael: Az, você sabe o que está dizendo?! Se fizer isso, você...
Azrael: É, eu sei... mas estou disposto a sacrificar minha existência. Tudo para deter esse desgraçado.

*Naquele instante, todos sentiram a Aura de Sandalphon. Ele gargalhava*

Sandalphon: Hahahah! E então? Terminaram de se despedir? Pois preparem-se, pois agora eu decidi acabar com vocês primeiro... eu preferia acabar com todos esses tolos humanos, mas antes vou me vingar de todos vocês! ue bom que estão todos juntos!
Azrael: Ungh! Ok, chega de perder tempo! Prepare-se, Sandalphon, eu vou...
Gabriel: Pare, Az!
Azrael: Me solte, Gabriel! Não temos mais tempo ou energia para desperdiçar! Eu preciso...
Sandalphon: Hahahahah... faça o que quiser, Azrael. Será o primeiro a morrer! Eu tenho quatro ou cinco vezes mais energia do que todos vocês juntos, mesmo que me ataquem ao mesmo tempo, com todas as forças, jamais conseguirão me impedir!
Azrael: Muito bem então... lá vou eu!
Gabriel: Espere Az! Há outro jeito! Se falhar, você pode fazer o que quiser...
Azrael: Como assim?
Gabriel: Um golpe que nós quatro podemos lançar juntos. Uma técnica que Sandalphon nunca viu. E você poderá substituir Uriel, nesta técnica.
Azrael: Você está falando de...
Gabriel: Sim.
Raphael: É claro...!
Miguel: Sim, é a nossa única chance... ainda que não matemos Sandalphon com esta técnica, ganharemos todo o tempo de que precisamos...
Sandalphon: Podem esquecer, boçais... não há nada que vocês possam fazer contra mim! Eu vou... hã?!

*De repente, Sandalphon percebeu que os quatro anjos estavam flutuando de maneira uniforme. Os quatro expandiram suas Auras e as uniram, numa forma circular.*

Miguel: Miguel das Chamas!
Raphael: Raphael do Ar!
Gabriel: Gabriel da Água!
Azrael: Azrael do Relâmpago!

*Nossas Auras se uniram, como se fossem uma só. O poder de quatro arcanjos, reunidos... e prontos para atacar. De todo o campo de batalha, todos podiam ver aquela imensa forma de uma beleza inexplicável que se opunha a Sandalphon, e cujas emanações de energia e Kanka chegavam a repelir a Aura dele.*




Miguel/Raphael/Gabriel/Azrael: FORMAÇÃO MANDALA!!!


*Espantado com o poder dos quatro reunidos, Sandalphon arregalou os olhos e a boca, impotente diante daquilo. A Mandala girou, deixando Gabriel no topo; ele concentrou energia e a mandala inteira brilhou*

Gabriel: Primeiro ataque: DETONAÇÃO HÍDRICA!

*Do centro da Mandala, foi disparado o golpe de Gabriel. Sandalphon à princípio sorriu, entendendo que aquele era o mesmo golpe com que Gabriel o acertara pelas costas. Mas ele logo percebeu que havia algo errado; o golpe estava quatro vezes mais forte! Erguendo sua espada circular, Sandalphon expandiu sua Aura e tentou se proteger, mas a explosão quase arranca seu braço fora. Furioso, ele viu que os quatro estavam combinando suas forças, para assim lançarem seus golpes de forma ainda mais forte. A Mandala girou novamente, e Sandalphon se preparou para o próximo ataque. Qual dos anjos atacaria agora? Enquanto isso, longe dali, observando aquilo boquiaberto, mas ao mesmo tempo concentrado, estava eu fazendo a Genki Dama, reunindo toda a energia que podia encontrar pelo Universo*

Edu Az: Por favor, anjos... por favor, amigos... aguentem... só mais um pouco...


Continuem...


OFF2: Pessoal, não vou lançar meu golpe ou matar o Sandalphon sem a aprovação de TODOS. Até lá, aguentem mais posts!

_________________






"Queira o melhor... mas prepare-se para o pior do pior."

"Que Deus tenha piedade da sua alma... pois eu não terei!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: † A ULTIMA VEZ † (a aventura final)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
† A ULTIMA VEZ † (a aventura final)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 13 de 15Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14, 15  Seguinte
 Tópicos similares
-
» MANEIRAS PARA OBTER MAIOR VELOCIDADE FINAL
» 3º Grandola Aventura 2010
» VELOCIDADE FINAL DA SUPER 100
» GSX650f toda original com final de 245km
» Velocidade final de sua moto.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hinata Sou ~ Wellcome :: ~ Navegando Na Pensão ~ :: *~* Aventuras Aqui *~*-
Ir para: