Pensionato de loucos... você entra e viaja nas mais loucas aventuras criadas por nossos consciêntes! Baseado na história original de Ken Akamatsu ~ LOVE HINA XD Divirta-se!
 
HallInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ~ DaiSuki Tea House ~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Fev 09, 2012 11:23 am












Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Dom Abr 01, 2012 11:31 pm

~ COQUETEL DE INAUGURAÇÃO ~

*Estava tudo pronto para a inauguração do Dai Suki Tea House. Mokona tinha programado a recepção com uma seleção dos melhores chás e cupcakes do Menu. Todas as atendentes estavam posicionadas, com seus uniformes, aguardando a hora. A partir das 18h os clientes chegariam, e seria o momento para que eles amassem ou odiassem o lugar.

Ela havia convidado várias pessoas que ela conhecia que tinham negócios no centro da cidade, e os fornecedores. As mesas estavam perfeitamente postas, com todas as loças novinhas combinando com a decoração. Quem entrava no lugar era transportado para uma época em que as mulheres eram galanteadas por homens bem vestidos... Era uma mistura de Londres século 18 e Japão atual... tudo medido da melhor forma possível. Parecia que a combinação tinha tudo para dar certo!

Mokona tinha preparado todas as comidas do coquetel com a May, e as duas estavam vestidas de Maid também, para dar atenção total aos clientes e observadores que aparecessem na festa de inauguração.*




*May estava bastante nervosa, pois tinha problemas quando era o centro das atenções ou quando tinha muitas pessoas num só lugar, só não queria admitir. Hoje Mokona entende porque May sempre quis ficar na cozinha... Larg estava séria em um canto, porém já preparada. Pelo menos ela tinha levado a sério esse emprego, para o bem dela ¬¬ *

Larg : - Soel... a gente vai ter mesmo que decorar todos os 2540 nomes de tortas, cupcakes e chás daqui??

*Mokona estava verificando a lista de convidados, para ver se não faltava ninguém e para ver os que haviam confirmado presença.*

Mokona: - É claro Larg... é o mínimo que vocês tem que fazer... e não só o nome como os ingredientes que são feitos alguns deles... Tem muitas pessoas que não gostam ou são alérgicas a certos tipo de recheios ou ingredientes... então é bom você saber! Mas não se preocupe, que acho que vou colocar no menu alguns dos ingredientes ou recheios das tortas, ai fica mais fácil para o próprio cliente saber o que pedir.

*Para esta noite ela tinha chamado várias meninas, para dar atenção a todo mundo, mas em dias normais, ela acreditava que só com as meninas da pensão seria tranquilo. As moças estavam ouvindo as explicações de May em um dos cantos do grande salão.*



*Os rapazes, incluindo Xysuke, ficariam organizando a chegada dos clientes e servindo-os também. Na entrada da pensão, lá embaixo no início da escadaria havia uma propaganda grande com o nome e o logo da casa de chá, para chamar a atenção de quem chegasse. Na frente da porta da Casa de Chá ficaria outro dos meninos indicando em qual mesa esse ou aquele convidado ficaria. Tudo tinha que estar perfeito... precisava estar perfeito!

Só não sabia onde estavam as outras meninas... *
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 481
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Abr 02, 2012 1:42 pm

A notícia da inauguração de uma casa de chá com garotas vestidas de maid na pensão hinata se espalhou rapidamente. Centenas de panfletos foram distribuídos. No Twitter e Facebook, as pessoas interessadas se mantinham informadas das últimas notícias sobre a data e o local do grande evento.

Xysuke organizava a recepção dos clientes com alguns colegas, enquanto pensa:

- Algo me diz que vamos receber vários clientes interessantes aqui hoje...

Enquanto isso..

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Hyosuke chega na sala de aula, afoito como sempre, causando alvoroço.

- Hyosuke: GRANDE NOTÍCIA, GALERA!!!!!!!!!!!!!

- Koichi: Hyousuke-kun, dá pra ser menos escandaloso pelo menus uma vez? ¬¬

- Ichigo: *falando brandamente* Acho que isso é impossível para alguém como ele u.u

- Hyosuke: ¬¬"" Vocês vão me agradecer depois. VEJAM ISSO!!!!

*Kei, Koichi, Matagu, Ichigo e Kaede olham para o panfleto na mão de Hyosuke*

GRANDE INAUGURAÇÃO!!! CASA DE CHÁ DAI SUKI!!! LINDAS GAROTAS VESTIDAS DE MAID PARA SERVÍ-LO!!! VENHA CONFERIR!!! OS PRIMEIROS 10 CLIENTES RECEBERÃO UM ATENDIMENTO ESPECIAL!!!

- Hyosuke: O QUE ESTAMOS ESPERANDO??????? VAMOS LÁ VER AS GOSTOSAS VESTIDAS DE MAID!!!!!

- Kei: Er....Hyosuke..........não é melhor irmos depois que a aula acabar? ^^'

---------------------------------------------------------------------------------------------------

- Kyoko: Kana-chan, veja isso!!!

- Chidori: Hm? o.o

*Chidori e Sousuke vêem o panfleto*

- Chidori: Uma casa de chá com garotas de cosplay?

- Kyoko: Hai hai!!! Vamos lá, vamos? Quero tirar muitas fotos >.<

- Sousuke: Isso não está me cheirando bem.....essas fantasias.....muito suspeito....li uma notícia esses dias, sobre garotas espiãs usando disfarces aparentemente inocen....

- Chidori: ISSO JÁ É EXAGERO!!!!! u.u''''' *dando uma porrada em Sousuke*

---------------------------------------------------------------------------------------------------

- Tomoyo: Sakura-chan, Li-kun, vejam isso!!!

*Tomoyo mostra o panfleto para Sakura e Shaoran*

- Tomoyo: Vamos lá conhecer!!!!! Vamos!!!

*Alguém surge atrás de Shaoran e o agarra pelo pescoço com os dois braços*

- Mei Lin: Eu vou também!!! Pra garantir que essas garçonetes não fiquem dando em cima do MEU Shaoran!!! ¬¬

- Li: *suspira* u.u'

- Sakura: Hoe? ^^'

---------------------------------------------------------------------------------------------------

*Ayame Souma está passando pela rua quando vê um poster colado em um muro*

- Ayame: o.o................*-*

*Algum tempo depois*

- Ayame: Então, está decidido! Vamos conhecer essa casa de chá dos sonhos de todo homem!!!! *Fazendo uma pose épica de vitória*

- Hatori *trazido de arrasto*: .......

- Kyo/Yuki: Yare yare....u.u

- Shigure: Parece divertido mesmo! ^^

- Tohru: É....né....^^'

---------------------------------------------------------------------------------------------------

*A professora Sawako chega na sala de música e abre a porta bruscamente*

- Sawako: Garotas!!! O que estão fazendo aqui na sala de música tomando chá??? Vocês têm um show hoje!!!!

- Yui/Ritsu/Mio/Mugi/Azusa: O QUEEEEEEEEE?????????

- Sawako: Ricchan, você não disse a elas a agenda de hoje????

- Ritsu: Er...........bem........

- Mio: ...........Ritsu ¬¬"""""

- Ritsu: Eu esque...*PLAFT* *toma um cascudo na cabeça, dado por Mio*..........sumimasen sawa-chan T.T

- Azusa: Onde vamos tocar, Sawako-sensei?

- Sawako: Na pensão Hinata.

- Tsumugi: Ah, aquela hospedaria que antes era só para garotas. Ouvi falar dela.

- Sawako: Abri uma espécie de cosplay café lá, e a inauguração é hoje. O
secretário do estabelecimento pediu por um show de vocês.

- Ritsu: Hohooo....nossa popularidade já se espalhou tanto assim?

- Sawako: Se aprontem, vou dar uma carona para vocês. E.....Yui-chan

- Yui: *Comendo seu bolo despreocupadamente* Hm?

- Sawako: Leve isso mais a sério, por gentileza ¬¬

- Mio: Sensei, quem é o nosso contato lá? O secretário dos estabelecimento, que pediu por um show nosso?

- Sawako: Chegando lá, procurem por Xysuke. Ele me deu um panfleto de inauguração

*As garotas lêem o panfleto de inauguração da casa de chá*

- Mio: Vamos cancelar u.u

- Todas: O que???

- Mio: Não quero passar por isso de novo >.<

- Ritsu: Mio....as garotas vestidas de maid não somos nós, são as atendentes do local u.u

- Mio: Oh.....o.o

- Sawako: Hm........mas até que não seria má ideia vocês tocarem fantasiadas também. Já tenho até algumas idéi...

- Todas: PODE PARAR!!!!

- Sawako: *beiço* Hm.....¬.¬

---------------------------------------------------------------------------------------------------

E esses são apenas alguns exemplos de locais para onde se estendeu a notícia do novo negócio que Mokona havia começado. Xysuke pensava em todas as possibilidades do que poderia acontecer dali pra frente. Enquanto organizava a recepção dos clientes, fez uma pausa para olhar em volta.

- Nossa....a flor fez tudo isso...

Estava realmente impressionado, e ao mesmo tempo muito orgulhoso de sua namorada. Ela havia provado ser não apenas inteligente, mas uma pessoa responsável e dedicada. Xysuke se sentia o homem mais sortudo do mundo. Mokona também era uma GUERREIRA HINATA, do seu jeito. Foi enquanto refletia sobre essas coisas todas, que uma fagulha de curiosidade surgiu na mente de Xysuke.

- Ela está buscando algo?

Desde que ela lhe deu a notícia da idéia que teve de abrir a casa de chá, Xysuke se dispôs a ajudá-la em tudo que pudesse. Mas somente agora se fazia essa pergunta. O que Mokona estaria procurando? Qual o significado disso tudo? Esse projeto tinha o quê por trás? Quais as verdadeiras intenções de Mokona, ao se sacrificar tanto para fazer tudo isso? Xysuke pensou na possibilidade de Mokona estar em uma jornada à procura de alguma coisa. Como se lhe faltasse algo, e ela estivesse procurando por isso desesperadamente. Uma peça do quebra-cabeça faltando para completar sua vida. A casa de chá era apenas parte de uma missão muito maior que Mokona havia assumido para si. Xysuke pensou na possibilidade de haver alguma coisa relacionada a Mokona que nem ele sabia ainda. Um desejo, um pensamento, algo preso nos mais profundos abismos da mente dela, onde nem o "elo" conseguia alcançar, algo que ela guardava para si e mais ninguém, talvez até inconscientemente. Xysuke permaneceu assim por um tempo, sendo seduzido pela curiosidade e a idéia de que ainda não sabia tudo sobre sua namorada. Que havia "algo mais" ali.

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Abr 09, 2012 8:06 pm

*Os convidados foram chegando aos poucos e foram enchendo a casa de chá... como em um daqueles episódios de Hell's Kitchen, Mokona estava mais parecida com o Gordon Ramsay do que qualquer outra...



Ela ia e vinha com os pedidos como um furacão em pleno verão:

Mokona: - May preciso de 3 Cupcakes de Baunilha e 2 de Chocolate na Mesa 3; todos com recheio de Gotas de chocolate...
Mokona: - May preciso de 5 Cupcakes de Ganache de chocolate e Banana, massa de Baunilha, Mesa 5...
Mokona: - Xysuke preciso que sejam levados essas tortas para as mesas 6, 8 e 9, agora...
Mokona: - Larg preciso que sejam levados 2 Cafés Dai Suki, 3 ParaPara na Mesa 10... 5 Wakalaka para a Mesa 13...
Mokona: - May preciso de 3 Fatias de Baklava e 3 Cheesecake de Chocolate e Banana


*E assim ela ia e vinha com os pedidos, infernizando todos na cozinha... Depois de passado o grande momento, em que todos os convidados já estavam com seus estômagos devidamente cheios, na cozinha, o pessoal começou a diminuir o ritmo. May estava com algo no bolso do uniforme, e ela precisava de uma deixa para usar "aquilo". Ela tinha o olho atento em Xysuke agora, e tinha que despistar Larg, que estava incomodando ela por ter descoberto seus sentimentos... entre um entra e sai da cozinha, Larg ficava falando no ouvido de May, para desestabilizá-la. Mas May era firme no seu propósito, e faria de tudo para alcançá-lo.

Larg ficou sussurrando no ouvido de May coisas como: - "Você é uma irmã muito perva..." "Ele sabe do que você sente, posso contar??" "O que você fica pensando quando esta no banho, hein???" - Entre outras coisas. Larg gostava de incomodar quem quer que fosse. Ela gostava de ver o olhar de desespero das pessoas quando ela sabia algum segredo, e ficava incomodando-as por isso.

Assim que Xysuke sentasse para um descanso, May agiria.*

_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 481
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Ter Abr 10, 2012 12:34 am

Xysuke observava Mokona correr para lá e para cá, para atender os clientes que, em pouco tempo, já haviam lotado a casa de chá logo nas suas primeiras horas de atividade, tal foi o impacto causado pela divulgação e marketing providenciado por Helena.

Citação :
Mokona: - Xysuke preciso que sejam levados essas tortas para as mesas 6, 8 e 9, agora...

Xysuke percebeu o quanto Mokona estava levando a sério o seu trabalho. Estava mais concentrada e compenetrada do que nunca. Naquele momento, não havia espaço para namorados, amiguinhos e coleguinhas. Eram todos profissionais, colegas de equipe com uma demanda para atender. Mesmo assim....

- Xy: .....é tão formal quando ela me chama pelo meu nome inteiro >.<'

Xysuke atendia os pedidos conforme Mokona orientava.

- Xy: Mesa 9......achei..........................MAS O QUE??? o.o'

O cliente da mesa 9 era justamente a pessoa que Xysuke menos esperava.

- Akamaru: ............¬¬ vai ficar aí parado segurando essa torta, ou vai serví-la?

Xysuke sabia que esse momento cedo ou tarde chegaria, e que ele teria que ter sangue frio para lidar com isso. Mas aconteceu mais cedo do que ele imaginava. Imediatamente, Xysuke começou a pensar nas piores possibilidades. Imaginou Akamaru abusando de Mokona.





- Xy: ¬¬.........*pensa* se ele se aproveitar da minha flor linda que eu amo mais que tudo, eu acabo com a raça dele.

Xysuke quase joga a torta em cima da mesa.

- Xy: Desculpa, escorregou ¬¬"

Se afasta a passos largos, e resolve fazer uma pequena pausa. Aqueles últimos minutos de tensão foram demais, e ele precisava respirar um pouco, e colocar as idéias em ordem. Em seguida, continuaria trabalhando.

- Xy: Acho que 5 minutos não tem problema u.u'

Se senta em uma mesa que estava vaga e tenta achar Mokona com os olhos.

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Abr 11, 2012 6:56 pm

*Mokona tinha entrado no depósito e trancado a porta. A canseira abateu seu corpo e ela caiu com um joelho no chão.



Nunca iria admitir na frente de ninguém o quanto estava cansada... exausta... faminta...



Ela sentou um pouco ali dentro, o único lugar longe dos olhos de todos. Ela estava muito cansada, mas não daria o braço a torcer. Estava muito feliz pois parecia que todos estavam gostando muito de tudo que elas prepararam. Estava feliz por ter tantos amigos ajudando-a. Algumas lágrimas começaram a descer de seu rosto. Todo o stress de semanas e semanas de preparo tinham diminuido, e ela começava a relaxar. De repente ela escuta um ruido alto... era seu estomago roncando... Foi então que ela nota que tem uma bandeja tampada, encima de um banquinho, em um canto. Tinha um papel preso na tampa da bandeja, e dizia: *Mo-chan* , com a letra de Xysuke... Ele deixara um lanchinho para ela, ali??? Ela era o máximo mesmo! Ela abre a tampa e come vorázmente.



Depois de ter se saciado, ela fica pensando. Um de seus sonhos estava começando a ser realizado, agora era esperar os outros virem também!*

_________________
 


Última edição por Mokona Chan em Qua Abr 11, 2012 8:09 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 25
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Abr 11, 2012 8:08 pm

*Larg estava ajudando May a colocar um saco de 15 quilos de farinha dentro de um armário, e todo cuidado era pouco. Ela nunca pensara que trabalhar em uma casa de chá daria tanto trabalho. Agora Xysuke sentara um pouco pra descansar e lanchar, pois o lugar já estava mais vazio, pois a maioria do pessoal já tinha ido embora. Soel tinha desaparecido, e May estava preparando um chá, muito especial e cheio de frufrus para algum cliente. Ela estava colocando o glassê encima de alguns cupcakes, e se preparava para ir entregar, quando May a chama:

May: - Larg, pode por favor entregar este pedido nesta mesa?? Diga que é um chá especial...

*Larg pega o chá e coloca na bandeja, junto com os cupcakes. Embaixo do prato dos cupcakes tinha o número da mesa 15, e embaixo da xícara de chá tinha um papel com o número da mesa... 6...

May ficou observando Larg ir para o salão. Ela tirou do bolso um pequeno frasco cor de rosa e apertou firme na mão. Seus olhos estavam brilhantes, as bochechas rosadas. Ela olhava para Xysuke aguardando os acontecimentos. Larg levou os cupcakes até a mesa 15, entregou o pedido com um sorriso e olhou o numero no papel para entregar o chá. Mesa 9... Ela olha para a mesa 9, e é Akamaru que está ali. Ela chega e gentilmente deixa a xícara de chá para que ele tome.*

Larg: - É um chá especial, Aka-kun hi





*May olha para o frasco novamente, e ali tinha as instruções: *Para que a pessoa amada se apaixone, basta que ela tome o chá olhando para você*. May precisava chamar a atenção de Xysuke! Ela tinha deixado preparado algo para que ele pudesse olhar para ela. May estava no meio do caminho, levando um pedaço de torta, quando ela percebe que Larg estava deixando o chá com Akamaru... no meio do caminho ela tropeça e cai de cara no pedaço de torta... Xysuke olha pra ela da sua mesa:



Quando ela olha novamente para Larg e Akamaru, vê que seus planos iriam por água a baixo.*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akamaru

avatar

Touro Búfalo
Número de Mensagens : 18
Idade : 32
Data de inscrição : 25/08/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Abr 12, 2012 11:06 pm

Akamaru terminou de comer a torta que havia pedido, e que Xysuke quase tinha jogado em cima de sua mesa.

- Hum. Nada mal. Mas agora, eu precisava de algo para beber.

Larg apareceu com um chá na frente dele, e o colocou na mesa.

Larg: - É um chá especial, Aka-kun

- o.o.....bem, obrigado, Larg. Eu nem precisei pedir. Eu nunca me lembro se é você ou a Soel que tem, entre as 108 habilidades principais, a telepatia e intuição avançada.

Akamaru bebe todo o seu chá em poucos goles, pois estava com sede. Instantes depois, todos no salão puderam escutar o barulho de May se estabacando no chão. Larg se virou para olhar, e Akamaru se levantou também para ver o que tinha acontecido. Mas, nesse mesmo instante, se sentiu tonto.

- Ah.....o que é isso? ...........Me sinto estranho.

Sua visão estava turva. Não enxergava as coisas com clareza, e ouvia as coisas como se estivesse com água nos ouvidos, de uma forma reverberada e abafada. Sua cabeça girava, e ele sentia calor, muito calor. Sentia como se estivesse com febre. Começou a suar um pouco. Após alguns instantes, se sentiu bem novamente, mas a primeira coisa que enxergou com clareza foram as costas de Larg.

- ..................*olhando fixamente para Larg à sua frente*

_________________
"Eu não me lembro de nada.............mas isso importa?"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 481
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Abr 12, 2012 11:17 pm

Após alguns minutos de descanso...

- Muito bem. Agora estou pronto para continuar trabalhando....não vi a flor em lugar nenhum daqui....ela pode ter ido para "lá".....espero que tenha encontrado aquilo que deixei pra ela repôr as energias.

No que Xysuke ia se levantar da mesa, ouviu May caindo de cara no chão.

- o.o....May!!! Você está bem????

Mas, quando Xysuke estava prestes a correr até May para socorrê-la, o salão inteiro ouviu um grito.

- Larg: KYAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!

Xysuke virou o olhar apavorado na direção de Larg, e não acreditou no que viu...

Akamaru estava agarrando Larg à força, com os dois braços, dando um abraço apertado nela por trás, na altura da cintura, com força, como se quisesse imobilizá-la. O rosto dele estava vermelho, ele suava muito e estava bufando, como se estivesse fora de si.

- EI!!! NÃO PODE TOCAR NAS GARÇONETES!!!! O QUE PENSA QUE ESTÁ FAZENDO?????

- Akamaru: E EU LÁ VOU SABER???????????? MEU CORPO NÃO ME OBEDECE!!!!!

Aparentemente, Akamaru estava ciente da loucura que estava fazendo e tentava parar, mas, de alguma forma, não conseguia controlar o próprio corpo.

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 25
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sex Abr 13, 2012 1:13 pm

*Larg sorriu para Akamaru... das pessoas que estavam na Pensão, ele era uma das poucas que ela gostava, que ela se sentia bem estando junto. Ela ia retornar para a cozinha, quando ouviu um barulho. Virou-se e viu May estatelada no chão, com a cara lambusada de torta.*

- Maay!!!!! Shocked - ela fez menção de ir ajudá-la, porém sentiu alguém a abraçar por trás, muito forte. Ela levou um susto bem grande - Kyaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!

*O que era isso?? Algum cliente pervertido? Ela procura olhar pra trás, tentando ver quem era, e não entendeu nada quando viu Akamaru a abraçando...*

- Aka... Akamaru??? Nani??? Question - Larg tentou se soltar sem conseguir, estava vermelha de vergonha, por ele estar abrançando ela, daquela forma tão íntima, na frente de todos. - Acabou a brincadeira Aka-kun, por favor, agora pode me soltar!! confused

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akamaru

avatar

Touro Búfalo
Número de Mensagens : 18
Idade : 32
Data de inscrição : 25/08/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sex Abr 13, 2012 11:22 pm

Akamaru estava completamente perdido, sem ententer nada com coisa nenhuma, do que acontecia consigo. Era a primeira vez que seu corpo agia por conta própria, contra sua vontade. Ele estava abraçando Larg colada ao seu corpo, como se não quisesse soltá-la nunca mais.

- Larg: Acabou a brincadeira Aka-kun, por favor, agora pode me soltar!!

Akamaru viu que Larg estava com vergonha e constrangida. Provavelmente, só não tinha dado uma porrada nele porque seus braços estavam imobilizados pelo abraço de Akamaru, que era mais alto e mais forte que ela.

- Akamaru: ........é exatamente o que eu estou tentando fazer o tempo todo, mas eu............eu...........eu...........eu.........

Akamaru então começou a sentir mais um revertério pelo efeito do chá. Algo estava mudando nele. Ele soltou Larg e a fez virar de frente para ele.

- Akamaru: ...................EU NÃO POSSO!!!!! EU ESTOU APAIXONADO POR VOCÊ!!!!!

O chá afrodisíaco transformara completamente a personalidade de Akamaru. Ele passava do homem carrancudo e de poucas palavras, para um homem romântico e apaixonado. As feições de seu rosto mudaram também. O antigo semblante desconfiado, fechado e defensivo, agora dava lugar a um olhar profundo de admiração, amor e devoção. E a principal mudança de todas: estava, de um minuto para o outro, apaixonado por Larg. Durante toda a sua vida, Larg era apenas uma amiga para ele, nunca havia sentido nada além disso. Agora, Akamaru havia bebido um chá e, de repente, seu coração estava apontado para ela.

Akamaru olhava Larg profundamente nos olhos, enquanto fazia suas juras de amor a ela.

Spoiler:
 

- Akamaru: Finalmente encontrei você. A princesa que ocupa os meus sonhos, resgatando meu coração perdido nos abismos da solidão e me trazendo a um novo mundo de felicidade e o paraíso que é estar ao seu lado. Seus olhos são de um castanho dourado que ilumina quaisquer trevas que possam existir. Seu rosto branco e cândido reflete a inocência e pureza de uma donzela alheia a todas as maldades desse mundo. Permita-me ser o seu cavaleiro, e proteger essa fonte de tudo aquilo que é perfeito para sempre. Você me salvou da tristeza e da depressão que, silenciosamente, estavam me devorando de dentro para fora, frutos de um antigo amor não correspondido. Por causa disso, lhe ofereço agora minha devoção eterna e minha vida. Eu sou o seu servo, e você é minha mestra, a dona do meu destino. Agora, o nosso contrato está selado.

Sem esperar por uma resposta de Larg, Akamaru a segura com as duas mãos, e a beija ali mesmo, na frente de todo mundo.

_________________
"Eu não me lembro de nada.............mas isso importa?"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 25
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Abr 16, 2012 7:09 pm

Shocked

............................................................................


cold cold

----------------------------------------------------------------------------------------------------


*Larg não sabia em que pesadelo se enfiara. Ela simplesmente estava sendo assediada por seu amigo de infância... Akamaru... Larg sempre soubera que Aka-kun curtia Soel, porque ela era totalmente diferente dele, e Larg era a companheira de badernas, então ficaram amigos. Na época em que moravam na casa de Yuko, e Larg e Soel viviam na forma de bichinhos, era muito divertido. Depois a coisa mudou quando Soel resolveu se transformar em humana e chamou a atenção de Akamaru para ela. Mais uma coisa que Soel tinha tirado dela, o amigo.

Ainda abraçado a ela, ele falara umas coisas lindas. Larg sentiu algo dentro de si que parecia mais um choque elétrico que descia a espinha toda e ia parar bem no coração. Nunca ninguém tinha dito palavras tão... constrangedoras e lindas. Mas o que acontecera depois quebrara todas as barreiras entre o Céu e a Terra, entre o Mar e as Estrelas...





*Ela sentiu o hálito de Akamaru aproximando-se de sua boca e o beijo foi inevitável. Ela não sabia se gostava, se gritava, se desmaiava. Muitas coisas passaram por sua cabeça naquele momento, e com toda a força que lhe restava ela conseguiu fugir do beijo.*

- Kya Aka-kun... O que você está fazendo seu pervertido???



- Por que... por que você fez isso? Por que esta agindo e falando essas coisas estranhas???

*Ela olha pro lado e vê as outras pessoas que ainda estavam no salão olhando para aquela cena, incrédulos. Larg morre de vergonha, queria um buraco para se enfiar dentro.*



May: - Pooooooorrrrr queeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee????? dãã dãã dãã dãã dãã

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akamaru

avatar

Touro Búfalo
Número de Mensagens : 18
Idade : 32
Data de inscrição : 25/08/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sab Abr 21, 2012 9:46 am

Depois que Larg conseguiu se desvencilhar do beijo e se afastar um pouco, Akamaru pemaneceu olhando fixamente para ela o tempo todo. Nunca tinha percebido como Larg ficava linda quando estava envergonhada, e isso só o deixou mais apaixonado ainda. Tinha dado aquele beijo como se nada mais importasse, como se só existissem Larg e ele naquele momento, e o restante do mundo estivesse bem longe.

- Por que... por que você fez isso? Por que esta agindo e falando essas coisas estranhas???

Larg olhava pra baixo, pros lados, não sabia pra onde olhar. Mas evitava olhar pra ele. Akamaru segurou o rosto dela gentilmente, e a fez olhar pra ele de novo. Aproximou bem o rosto e falou quase em um sussurro.

- Eu já disse o motivo. Eu estou apaixonado por você. A partir de agora, meu coração é somente seu, e eu não ou permitir que nada nem ninguém nos afaste, MINHA FLOR.

- Xysuke: Epa! ¬¬

Akamaru olha para Xysuke e aponta o dedo para ele.

- Ouviu isso, Uchiniwa? Não vou permitir que você roube minha doce Larg de mim.

- Xysuke: TÁ MALUCO, CARA???? EU NÃO QUERO A TUA MUIÉ!!!!! ò.ó *pensa* Era ele que tava de olho na minha ¬¬#

Akamaru volta a falar com Larg.

- Me aguarde, minha princesa. Em breve, estaremos juntos para sempre, e eu farei de você a mulher mais feliz do mundo, já que você fez de mim o homem mais sortudo e apaixonado do mundo.

Akamaru rouba mais um selinho de Larg, e vai embora.

_________________
"Eu não me lembro de nada.............mas isso importa?"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirah Himitsu

avatar

Escorpião Cachorro
Número de Mensagens : 140
Idade : 22
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Maid Latte e casa de chá
Humor : Dedicada
Data de inscrição : 20/01/2011

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Abr 23, 2012 1:54 am

Mirah entrava apressada terminando de amarrar o avental na cintura. Ela esbarrara com Akamaru enquanto entrava, o que a fez olhar para a frente e ver a cara de assustados do pessoal.

-etto... '-' Eu... Eu cheguei um pouco atrasada... *sorri, sem entender a situação ao redor mas resolvendo ignorá-la.* Trouxe mais clientes, por isso vim ajudar. Então... vou para a cozinha ^^'

Mirah passou rapidamente para a cozinha, dando uma olhada em alguns pedidos e vendo se podia ajudar em algo.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.mundinho-secreto.blogspot.com
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 25
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Abr 23, 2012 8:54 pm

*Larg estava petrificada. Akamaru tinha ido embora e ela ficara ali, na vista de todos. Se tivesse um buraco no chão ela iria entrar e nunca mais sair dele. Conseguindo mover as pernas, Larg vai em direção a cozinha com passos largos, com a cabeça baixa. Passa por May que era ajudada por Xysuke a limpar o rosto sujo, e entrando na cozinha procura um lugar para se esconder. Não achando nada interessante, ela se enfia embaixo da mesa que tem em um canto e ali fica, pensando. Seus olhos estavam molhados de lágrimas. Estava com raiva, frustrada, assustada. Os beijos de Akamaru ainda estavam quentes em seus lábios. Por que ele fizera aquilo??? Para brincar com ela? Provavelmente tentando fazer ciúmes a Soel. Mas por que logo ela?

:(

Aquilo não ia ficar assim, se ele viesse com essa brincadeira sem graça de novo, ela iria lhe dar o troco!*

Rolling Eyes

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Abr 23, 2012 9:46 pm

*Mokona saiu da dispensa, com a barriga cheia e as bochechas rosadas de felicidade. Ela fecha a porta e vê May toda suja de merengue, sendo ajudada por Xysuke a se limpar. Pensando: "Ela sai por 2 minutos (ela ficou quase uma hora dentro da dispensa comendo) e o caos surge no lugar!! nhu

Procurando se concentrar, ela começa a organizar as coisas da cozinha e repara que embaixo da mesa em um pano preto. Ela se abaixa um pouco e puxa, só que o pano não vem até ela. Ficando de cócoras para ver o que estava segurando o pano ali, Mokona leva um susto ao ver Larg emboladinha embaixo da mesa.

Mokona: - pru Que cê tá fazendo aí criatura? Viu um fantasma é?

Larg olha para Soel e segura o choro. Ver a irmã ali era ainda mais humilhante do que os outros olhando pra ela.



*Mokona vê que a coisa era séria e muda a tática. Ela fala como sempre falou com a irmã quando algo estava errado:*

Mokona: - Laa-chan... me fala o que houve? Eu posso te ajudar em alguma coisa? Pode contar comigo one-chan >.<

*Larg morde o lábio inferior tentando se concentrar, mas não consegue força de vontade suficiente. Ao mesmo tempo que grita tudo o que acontecera, ela levanta os braços com raiva e acaba levantando a mesa, derrubando algumas coisas que tinha em cima dela.*

Larg: - O AKA-KUN ME BEIJOU ONE-CHAN... NA BOCAA!!! QUE ÓDIO!!!!!



*Nessas alturas do campeonato, Larg já estava toda desgrenhada, uniforme desalinhado, cabelo solto. Quem olhasse nesse momento iria pensar que Akamaru tinha feito muito mais que beijá-la.

O sangue de Mokona ferveu nas veias. Ninguém brincava assim com sua irmã menor(sendo que elas tem o mesmo tempo de existência e vieram a esse mundo juntas). Ela usou seu sensor (sua antena de cabelo) para localizar Akamaru e sumiu no ar, usando sua alta velocidade, e voltou com ele sendo arrastado pelo cabeça.*



*Ela joga Akamaru de qualquer jeito perto de onde Larg está. Mokona estava com um brilho estranho nos olhos. Ela fala com uma voz estranha, como que possuída. Ela fazia força pra não ser dominada pela Mokozilla.*

Mokona: - Akamaru... por favor... independente do que você fez, peça desculpas a Larg agora! E que não se repita...



_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akamaru

avatar

Touro Búfalo
Número de Mensagens : 18
Idade : 32
Data de inscrição : 25/08/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Ter Abr 24, 2012 12:04 am

No momento em que Akamaru cruzou a porta de saída do salão, começou a se sentir diferente. Enjoado, cansado, constrangido. Como se o efeito estivesse passando. Akamaru respirava com dificuldade, enquanto seu corpo aparentemente voltava ao normal

- Ah.....ah.....ah....que diabos foi isso? ¬¬" nunca me senti desse jeito estranho antes..........não me lembro direito do que aconteceu.


Enquanto tentava se lembrar de alguma coisa, sentiu algo agarrando sua gola. Era a mão de Mokona. Akamaru sentiu uma aura mortal sendo emanada por trás de si.

- Mas o que..............AAAAAHHHHHHHHHH!!!!!!!!

Foi arrastado para o depósito, sem ter tempo de dizer nada. Mokona o soltou ao lado de Larg e exigiu que ele pedisse desculpas.

- Mas de que diabos você está falando???????? ¬¬" Eu não fiz nada de errado, por acaso fiz? Lar.........

Akamaru olhou para Larg. Imediatamente, o efeito do Akamaru Reluzente voltava...

ANTES DE OLHAR PARA LARG



DEPOIS DE OLHAR PARA LARG



O simples ato de olhar para Larg fazia Akamaru voltar a assumir sua outra personalidade, a do homem romântico e apaixonado.

- Mas que dádiva maravilhosa a dama da sorte me presenteia! Duas vezes no mesmo dia! Novamente, estou às voltas com a criatura mais perfeitamente bela e imaculada que o universo já criou. Como fico feliz em revê-la, minha princesa que reflete a beleza e resplandecência da própria Lua em si. Não consigo ficar um minuto sem sentir saudade de poder olhar para você, e abençoar meus olhos com tamanha beleza. Não me sinto digno de tamanha bênção. Como se minha simples presença ao seu redor pudesse manchá-la, o que seria uma lástima. Mas não posso evitar de querer me esbaldar cada vez mais nesse espetáculo de magnificência que é a donzela que está diante de mim.

Akamaru se ajoelha diante de Larg, toma sua mão e a beija. Em seguida, se dirige à Mokona.

- Agora há pouco, você disse algo sobre eu pedir desculpas....sinto muito, mas não posso fazê-lo. Pedir desculpas significa se arrepender de algo. E se há uma certeza que posso me dar ao luxo de ter nesse mundo, é a de que não me arrependo de ter selado o meu pacto de amor e devoção eterna a Larg-chan com um sincero beijo. Aquilo foi a prova de que minhas palavras retratam meus mais profundos sentimentos e intenções.

Akamaru abraça Larg e lança um olhar defensivo para Mokona.

- Eu não vou deixar que nada se coloque no nosso caminho. Serei o homem merecedor do amor de Larg, e ficaremos juntos para sempre.

Dizia essas palavras com convicção olhando para Mokona, enquanto abraçava Larg, como que para protegê-la de todo o mal que quisesse se aproximar dela.


_________________
"Eu não me lembro de nada.............mas isso importa?"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 25
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Abr 26, 2012 9:45 pm

*A cada palava que Akamaru falava, o coração de Larg falhava uma batida... Seria mesmo possível que ele... que ele estava apaixonado por ela? Será que não era somente uma loucura temporária por ter sido sempre escurraçado pela irmã? Larg fechou os olhos, sentindo o corpo quente de Aka-kun tão perto do dela. Já tinha estado no colo dele, dormido junto com ele, mas em uma época em que era um animalzinho... não tinha os instintos e sensações humanas como agora, presa naquele corpo. Parecia que o cheiro dele ficava impregnado em suas narinas... Aquilo estava enlouquecendo-a... Não queria se apaixonar por ele, NÃO PODIA SE APAIXONAR POR ELE...*

- Aka-kun... por favor me solte... me solte ou eu vou bater em você... eu não quero... EU NÃO QUERO ESSE SEU AMOR LOUCOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

*A paciência de Larg tinha acabado, ela deu um empurrão nele e pegou a primeira coisa que sua mão sentiu e golpeou Akamaru de qualquer jeito.





Larg saiu correndo e abrindo a porta dos fundos do Café, correu em direção à grande árvore de Sakuras. O coração quase saindo pela boca. A única coisa que vinha em sua mente agora era:

"Não se deixe enganar...Não se deixe enganar...Não se deixe enganar...Não se deixe enganar...Não se deixe enganar...Não se deixe enganar...Não se deixe enganar...Não se deixe enganar...Não se deixe enganar..."

Ela sentou no chão e encostou suas costas no grande tronco, pela primeira vez na vida, Larg estava deixando seu coração extravasar o que nunca havia se permitido. Deixou muitas lágrimas rolarem em seu rosto. Odiava sentir-se fraca, sensível. Isso era... era inadimissível! Ela não queria sentir aquelas coisas todas!! Por que ela sentia o estomago ferver, seu corpo tremer... o que eram aquelas sensações? Era pura raiva? Era tristesa? Ela não entendia aquele corpo... Não entendia...

Depois de ter esgotado as lágrimas, Larg trancou-se em seu quarto, tentando recuperar-se para um novo dia...*





_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akamaru

avatar

Touro Búfalo
Número de Mensagens : 18
Idade : 32
Data de inscrição : 25/08/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Abr 26, 2012 10:36 pm

Durante alguns segundos, Akamaru teve a sensação de que Larg, que o tempo todo tentava se desvencilhar do seu abraço apaixonado, havia parado de resistir e se entregara. Mas logo em seguida, ela voltou a se debater com todas as suas forças e esbravejou:

- Aka-kun... por favor me solte... me
solte ou eu vou bater em você... eu não quero... EU NÃO QUERO ESSE SEU
AMOR LOUCOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Sem nem dar tempo para que Akamaru respondesse, Larg conseguiu reunir força suficiente para dar-lhe um empurrão que o fez soltá-la. Em seguida, pegou aquele esfregão e golpeou-o por baixo.

A imagem a seguir expressa, de uma forma aproximada, o que Akamaru sentiu nesse momento...

Spoiler:
 
- Aka: ..................^^.............................u.u.....................

Akamaru deu um grito de dor tão agudo que ficou inaudível ao ouvido humano. Em seguida, se dobrou ao meio e permaneceu no chão, babando e gemendo de dor, enquanto Larg disparava porta a fora. No que Larg, cruzou a porta, o efeito "homem apaixonado" desapareceu, e Akamaru voltou a ser como era normalmente.

- Aka: Ai...........que diabos foi isso???? Por que estou sentindo essa dor nos países baixos????


A voz de Akamaru estava fininha e engraçada, como se tivesse sido modificada com um programa de edição de áudio.

- Aka: Preciso......voltar.........ao meu...........quarto.......

Akamaru mal conseguia falar de tanta dor. Ele saiu andando, segurando o local ferido e com as pernas encolhidas e tortas, como se travasse uma batalha mortal contra a pior diarréia da sua vida. Precisava dormir. Precisava que aquele dia acabasse.

_________________
"Eu não me lembro de nada.............mas isso importa?"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Maio 02, 2012 2:34 pm

*Mokona tinha assistido a toda aquela cena em uma outra dimensão... em "oto praneta"... tal tinha sido fora da casinha o que acontecera...

Quando ela ouviu todo aquele blablabla de amor e paixão vindo da boca de Akamaru ela saiu de órbita. Ela não sabia se ficava feliz por ter se livrado dele, ou triste por saber que agora o amor insano de Akamaru passara para Larg, coitada. Mas o que mais Mokona queria saber era como e quando aquilo tinha acontecido. Bem, mas por hoje ela não podia mais fazer nada a respeito. Tratou de começar a organizar a Casa de Chá para poder fechar o lugar. A Recepção tinha sido um sucesso, e todos os clientes elogiaram dizendo que com certeza ali viraria o point da cidade, e que eles frequentariam assiduamente.

Mokona repara que May estava em um cantinho, lavando pela vigésima vez a mesma xícara. Ela olhava longe, com olhos lacrimejantes. Mokona chega perto dela e pergunta:

Mokona: - May esta tudo bem contigo?

May: - Por que... por que ela levou a xícara para a mesa errada? Eu sei que fiz tudo certinho... - May vira e olha Mokona, como se não visse ninguém por alguns minutos. Depois nota que Mokona estava ali e volta para a realidade... - Ahn Moka-chan, é você hahah Razz

Mokona: - May Uchiniwa, o que é que você andou tramando?

May: - Tramando... EU??? Nada não...
- May fica nervosa com a pergunta e começa a lavar a louça muito rápido, quase quebrando tudo.

*Mokona fica muito com o pulgão atrás da orelha, e resolve dar uma apertada em May. Ela já conhecia as artimanhas da cunhada para fazer Xysuke gostar dela... aquela irmã depravada. Ela chega mais perto, segura a mão de May, faz ela lhe olhar nos olhos e pergunta:*

Mokona: - May... me responda com sinceridade... com quantos paus você acha que se faz uma canoa????

May: -
Question Question Question Question Question

Mokona: - Você fez alguma coisa pro Akamaru se apaixonar pela Larg daquela forma??? Me responda!

May: - Me deixa.... me deixaaaaaaaaa!!!


*May encheu os olhos de lágrimas e saiu correndo porta a fora, deixando torneira correndo e louça quebrada pelo chão. Mokona pensa: "Por que todo mundo resolveu sair correndo pela porta?" Rolling Eyes Bem, algo acontecera mesmo. Mokona olha para Xysuke e o chama:

Mokona: - Xy-kun, acho que por hoje chega, amanhã damos uma organizada melhor, já que não terá o mesmo fluxo que hoje, eu acho! - Ela chega junto dele, e fica olhando pra ele com olhos apaixonados. Não tinha mais ninguém na Casa de Chá, eles estavam sozinhos! Wink



_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 481
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Maio 03, 2012 12:16 am

Xysuke estava terminando de colocar as últimas cadeiras sobre a última mesa, enquanto pensava em todo o pandemônio Akamaru X Larg que se passou agora há pouco, quando Mokona o chama.

Mokona: - Xy-kun, acho que por hoje chega, amanhã damos uma organizada melhor, já que não terá o mesmo fluxo que hoje, eu acho!

- Tem razão, flor. Só vou dar uma olhada na cozinha, pois escutei o barulho de algo cain........do........

Quando Xysuke olhou pro lado, percebeu 4 coisas ao mesmo tempo:

1) Mokona voltou a se dirigir a ele da forma íntima e informal (Xy-kun) confirmando que o expediente havia acabado, e não eram mais colegas trabalhando;
2) Ela estava a menos de meio metro dele, olhando-o com um lindo rostinho de felicidade;
3) A sala estava vazia, só estavam os dois ali, agora que May também tinha saido
4) Mokona estava incrivelmente atraente, mais do que o normal, naquele momento...



Música: http://www.youtube.com/watch?v=qnSj66jZ7N0

A Mokona que estava ali, diante dele, era outra pessoa. Não era mais a dona da casa de chá, que dava instruções e se concentrava somente no trabalho. Era sua namorada novamente, a mulher que ele ama. E essa mulher estava vestindo uma linda roupa de garçonete, e olhava pra ele com um sorriso perfeito. Que golpe mais baixo, Mokona.

A tentação começou a circundar Xysuke como um predador. A visão de sua namorada linda e maravilhosa ali, diante dele, o deixava hipnotizado. Agora que a correria do serviço tinha terminado pelo primeiro dia, Xysuke tinha todo o tempo do mundo para reparar como Mokona tinha ficado linda naquele uniforme. O uniforme de todas as garotas que atendiam seguiam o mesmo padrão. O de Mokona era semelhante, mas especial, com alguns detalhes únicos, mostrando que ela era a chefe daquele lugar.

- *pensando* Droga....seu demônio....pare de me seduzir só de eu olhar pra você assim x.x.....

Era a milésima vez que Xysuke se apaixonava por Mokona. Por mais absurdo que fosse, não havia outra forma de descrever isso. Os feromônios que Mokona emanava deixavam Xysuke entorpecido a aquela distância. Nunca tinha sentido sua namorada tão feminina e atraente como agora. Seus instintos explodiam dentro de si, urgindo para que ele fizesse amor com ela ali mesmo, em cima de uma daquelas mesas.

Xysuke é completamente derrotado por aquele olhar apaixonado que Mokona disparava nele. Ele abraça ela carinhosamente e toma-lhe um profundo e demorado beijo.

- Eu não via a hora de fazer isso, flor...- diz, se afastando um pouco

Xysuke pega Mokona no colo e faz ela se sentar em cima de uma das mesas. Em seguida, apóia as mãos na mesa, inclinando o corpo para frente e fazendo seu rosto ficar bem próximo ao de Mokona. Xysuke fica viajando naqueles olhos cor de esmeralda por alguns minutos, embriagado pela beleza e sensualidade de sua namorada.

- *pensando* Ah, droga.....eu quero fazer amor com essa mulher agora mesmo, estou ficando maluco....

Ele percebe que aquilo não ia dar certo. Se não fizesse algo, com certeza, faria alguma besteira. Estava guardando a primeira vez deles para um momento no qual não precisassem pensar em mais nada.....acordar cedo no dia seguinte pra trabalhar.....os clientes......o motivo do Akamaru estar tão estranho......Xysuke queria ver ele e Mokona livres de todas essas preocupações....e claro, em um lugar especial também, não em cima de uma mesa.

Por hora, Xysuke, um pouco mais calmo depois de racionalizar essas coisas todas, mas ainda sendo bombardeado pela presença maravilhosa de Mokona por perto, se limita a dar-lhe mais um selinho, e se afasta.

- Vamos ficar por aqui, hoje, flor ^^' amanhã, tem mais serviço. Além disso, estou um pouco preocupado com a May. Ela pareceu ter saído daqui chorando, depois que você disse alguma coisa pra ela. Me pergunto se ela tem alguma coisa a ver com essa loucura repentina do Akamaru.

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sex Maio 04, 2012 5:44 pm

*Os cabelos castanhos, o jeito de se mover, o corpo, os músculos, tudo que vinha de Xysuke, Mokona amava. Cada movimento dele lhe era terno, cada olhar uma explosão de amor. Ela sabia que eles já estavam mais do que prontos para chegarem "aos finalmentes" como dizia Lety-chan, e que seus corpos pensavam muito nessa parte também quando estavam juntos, mas como toda mulher apaixonada, Xysuke era muito mais que isso, era muito mais que um corpo pelo qual ela sentia atração. Ele era a pessoa mais importante para ela, e queria sempre estar com ele, daquele jeito, juntos, podendo curtir cada sorriso, cada preocupação.

Xysuke tinha chegado bem perto dela, lhe dando um abraço gostoso, cheio de saudade. E o beijo não poderia ter sido mais maravilhoso de ser recebido. Os lábios dele, maravilhosos como sempre, cheios de carinho, amor e desejo. Mokona sentia tudo isso também, e sabia o quanto desejava ficar junto dele, de outras formas. O beijo foi profundo, com gosto de quero mais. Inesperadamente ele a segurou pela cintura e a colocou encima da mesa. Mokona ficou vermelha de ansiedade, esperando para ver o que ele faria. Aquela Mokona safada de dentro dela falava tantas coisas, que ela chegou a ficar tonta, com vontade de fazer tudo que lhe vinha à mente. Ele chegou com o rosto bem pertinho dela, olhando profundamente. Os olhos dele, olhando assim pra ela, lhe davam arrepios da espinha, frio na barriga. Seu coração acelerou e ela ficou com o corpo todo sensível, esperando pelo que viria logo a seguir. Ela estava sendo levada bem devagarinho para trás, como se ele quisesse que ela deitasse na mesa...
Embarassed
Ah ela queria tanto uns amassos! Mas não poderiam fazer aquilo ali, local de trabalho era proibido. Mas ela ficou muito feliz em sentir todo o desejo dele por ela. Ela ia falar alguma coisa quando ele lhe deu um celinho e se afastou.*

Citação :
Xysuke: - Vamos ficar por aqui, hoje, flor ^^' amanhã, tem mais serviço. Além disso, estou um pouco preocupado com a May. Ela pareceu ter saído daqui chorando, depois que você disse alguma coisa pra ela. Me pergunto se ela tem alguma coisa a ver com essa loucura repentina do Akamaru.

*Mokona sorriu e desceu da mesa, pegou algumas coisas e foi apagar as luzes.*

Mokona: - Eu acho que sei o que aconteceu, mas ainda quero ter certeza... Sua irmã tarada sempre fez loucuras não é verdade? hihi

*Olhando da porta ela suspira fundo, aquele dia tinha sido cansativo, mas fabuloso! Um de seus sonhos tinha finalmente se concretizado!*

Mokona: - A gente pode tomar um banho relaxante no onsen, que tal? Hihi Quem chegar por último não janta! - Deixando a chave da porta na fechadura, Mokona sai correndo porta a fora, como muito acontecera naquela noite. A diferença dos outros é que ela estava repleta de amor e felicidade...


(INDO PARA O TÓPICO ~ ONSEN ~ EM -->> AVENTURAS AQUI)

_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 481
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sab Maio 12, 2012 7:25 am

Xysuke saiu logo depois de Mokona, indo em direção à onsen.

- *pensando* "Quem chegar por último não janta?" Acho melhor eu chegar por último....do jeito como a flor trabalhou hoje, é perigoso ela ficar sem comer alguma coisa...

Sem pressa alguma, Xysuke trancou as portas do estabelecimento. Antes de sair, deu uma última olhada para a casa de chá, como se estivesse dando boa noite a ela.

- A inauguração foi um sucesso...mas a verdadeira batalha está apenas começando...

(Indo em direção à onsen)

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 25
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Jun 04, 2012 10:08 am

*Larg acordou 1hora antes do início do trabalho. A Casa de Chá abria as 14h, ela começou a se arrumar, porém estava faminta. Desceu cuidando para que Akamaru não a visse. Não queria enfrentá-lo hoje novamente, não estava entendendo o que acontecia com ele, mas não estava gostando do que seu coração estava fazendo consigo mesma. Ela dormiu pensando nele, e acordou pensando nele, e isso não era nada normal, pelo menos não pra ela. Isso estava acabando com ela, e ela parecia mais uma zumbi do que uma "mokona" normal quando acordou, com olheiras horríveis e cara de doente. Ela comeu rapidamente, e foi para a casa de chá, procurando não ser notada.*


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
May Uchiniwa
Auxiliar da Cozinha ^.^
avatar

Virgem Cavalo
Número de Mensagens : 21
Idade : 27
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Cozinhar...
Humor : ^.^
Data de inscrição : 19/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Jun 04, 2012 3:03 pm



*Depois que May saira correndo e chorando da Casa de Chá, ela esbarrou em uma sombra que passava pelo corredor. Ela entrou no quarto e atirou-se na cama, chorando de frustração por seu plano não ter dado certo. Algum tempo depois ela levantou-se, aliviada pelo choro e percebeu um papel, que fora colocado por baixo de sua porta. No papel, escrito com letras antigas, dizia o seguinte:

*Trago pessoa amada em 3 dias com forte amarração...
Coloco cartas, búzios, leio mão...
Faço feitiços A La Carte...
Mãe Tsubaki©, marque sua hora...
Telefone: 666.666.666*


Shocked

*May ficou encantada com o anúncio que veio parar por encanto na sua porta. Ela pegou o telefone e ligou. Uma musiquinha tocou e uma URA falou "Você ligou para Mãe Tsubaki©... Para Fetiços A La Carte - Tecle 2... Para Leitura de Mão e Búzios - Tecle 3... Para Trazer a pessoa amada em 3 dias com forte amarração - Tecle 6... Para falar com um de nossos operadores - Tecle 9"

*May teclou 6 e esperou que atendessem. Uma voz de secretária, biscate, mascando chiclete, atende o telefone:*

Telefonista: - Janete Pereira, em que posso ajudar?
May: - Eu gostaria de marcar uma hora com a Mãe Tsubaki©...
Telefonista: - A agenda dela está lotada, mas posso te encaixar amanhã as 10h, pode ser?
May: - Claro!
Telefonista: - Então está marcado. Para essa solicitação é necessário que a senhora traga uma peça de roupa da pessoa amada, 3 velas vermelhas, um galo preto, 2 litros de cachaça, R$ 150,00 e um pacote de Bono de Chocolate.
May: - Ok... hum... eu não sabia que usavam biscoito nessas coisas...
Telefonista: - É para o chá da tarde da Mãe Tsubaki©... Alguma pergunta Senhora?
May: - Nã... não, é só isso...
Telefonista: - Mãe Tsubaki© agradece a preferência, tenha uma boa noite.

*May desligou o telefone e foi dormir. No outro dia, ela acordou ansiosa, nem conseguira dormir muito. Levantou da cama e então foi se tocar que teria que comprar todas aquelas coisas... e outro problema, e não sabia onde era o lugar para ir na Mãe Tsubaki©. Ela se veste e abre a porta voando, e quase morre do coração, pois tem uma moça toda de preto parada na frente da sua porta.

Tsubaki© : - Siga-me...

*Ela começou a andar em direção a outro quarto, e caminhava como se flutuasse... May engoliu seco, mas seguiu a hóspede que mal conhecia. Então ela era a Mãe Tsubaki©? Será que ela lia pensamentos também? A porta do quarto dela abriu sozinha e as duas entraram. Era um lugar assustador, escuro. Havia uma mesa com velas, uma seda negra com cartas fechadas encima dela. Tsubaki© sentou do outro lado da mesa e mandou May sentar-se.

Tsubaki© : - Sua mão esquerda.
- Ela pediu a mão de May, que prontamente lhe estendeu. Tsubaki© segurou a mão dela com suas mãos e começou a leitura. - Vejo que tens um amor que vem de outras vidas. A sua obsessão os afastou... agora vocês não podem se amar como homem e mulher. Vieram unidos por laços de sangue, para que o amor se sublimasse.

*May ficou de boca aberta... então era por isso que ela tinha aquela obsessão por Xysuke? Tinham sido amantes em outra vida... Por que o destino estava brincando com eles? A lágrimas não se contiveram, e ela sentiu seu gosto salgado na boca. Tsubaki© largou a mão de May e embaralhou as cartas. Pediu para que ela cortasse e começou a leitura.

Tsubaki© : - 2 indivíduos estão envolvidos nesta trama, por sua causa. E por isso vejo sofrimento nos corações. - Ela deu um meio sorriso. - Vejo o caos em algumas partes deste lugar que vão se desencadear por causa de suas ações. - Tsubaki© olhou firme nos olhos de May e perguntou: - Posso fazer com que ele esteja em teus pés em menos de uma semana, mas é isso mesmo que você quer?

*May olhou para as cartas. Suas lágrimas já tinham secado.*

May: - Eu... eu não sei ao certo... o que quero... quero ser amada... quero um amor igual ao deles... sei que isso é pura inveja, mas... eu não consigo controlar meus sentimentos...

*Tsubaki© fechou as cartas e abriu novamente pedindo para que May mentalisasse seu homem ideal. Depois de algum tempo ela abriu as cartas e disse:

Tsubaki© : - Se parares de olhar para o lado errado, encontrarás a pessoa amada. A seção terminou. - ela levantou-se e ficou de costas para ela - Deixe o dinheiro na mesa e vá...

*May deixou o dinheiro com mãos trêmulas e foi embora, muito consternada. Fechou-se em seu quarto para pensar. Tinha que tirar o irmão da cabeça, agora ainda mais, depois de todas essas revelações.

Foi trabalhar procurando forças para não chorar, e sabia que conseguiria forças para sair daquilo. Entrou sorridente na Cada de Chá, conversando com as meninas que já haviam chegado. Iria procurar um amor... se ela começasse a ver de verdade...*


(Tsubaki© é uma marca registrada de Letielle/Lety-chan)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
~ DaiSuki Tea House ~
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» 1º Open House - Bikersbase - Portalegre
» Vocês acham que usam rodas largas???? (Pintura Flake / Kameleon)
» Capela da ventoinha do motor VW boxer. Tipos.
» ER-6 in the hOusE!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hinata Sou ~ Wellcome :: ~ Hinata Sou ~ :: *~* Chá com Sake *~*-
Ir para: