Pensionato de loucos... você entra e viaja nas mais loucas aventuras criadas por nossos consciêntes! Baseado na história original de Ken Akamatsu ~ LOVE HINA XD Divirta-se!
 
HallInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ~ DaiSuki Tea House ~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Akatsuki Hanzo

avatar

Escorpião Tigre
Número de Mensagens : 3
Idade : 30
Humor : Debochado
Data de inscrição : 10/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Out 10, 2012 1:40 pm

Adentra no local, aquele mesmo homem, que hora havia se encontrado na escadaria da pensão. Ele observa de cima abaixo, de um lado a outro o local. Comendo sua rufles, ele observa cada um dos rostos que ali se encontrava. Observa um cão conversando com uma jovem moça, e mulheres caracterizadas de cosplay por toda a parte.

- Não fazia idéia que estava em um café cosplay... - Sorri meio debochado.

Percorre cada mesa, e passa trombando naquela mulher, que conversava com o jovem youkai de aparência duvidosa para ele. Ele lança um olhar malicioso para ela, sentando-se na última mesa no canto, ao lado da janela. Ele coloca as pernas em cima da mesa, e faz uma bola com o papel das fritas. Ele pega um cigarro dos bolsos do casaco, acende e fica com o objeto na boca, fumando-o sem tirá-lo dali com as mãos, um tempo depois ele retira o fumo dentre os lábios e expele a fumaça para cima.

- Quem vai me atender nessa budega? - Pensou, enquanto fitava as costas, da mulher que conversava com aquele "inu".

Akatsuki era o tipo de cara misterioso, de poucos amigos, que se nutria de felicidade debochando da vida alheia. Se encontrava assim, há algum tempo. Passou a perambular pelo bairro a mais de seis anos, observava atentamente aquela pensão encher, sempre tendo curiosidade em saber o motivo dela ser tão atrativa, tudo se explicaria com o tempo, e para ele tudo era relativo.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sab Out 13, 2012 10:53 pm

Scarlett dá uma risada larga ao ver Sesshoumaru irritado, ele era interessante, sem dúvida.

- Eu sei me cuidar, gato. É você que deveria se preocupar...

Brinca Scarlett, ela leva a mão até os cabelos e os joga para o lado, ela estende seu capacete para Sesshoumaru.

- Vamos, eu preciso de um guia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tsuruga Sesshoumaru

avatar

Leão Dragão
Número de Mensagens : 7
Idade : 28
Localização : Japão
Emprego/lazer : Admirar a lua
Humor : ...
Data de inscrição : 03/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Dom Out 14, 2012 2:23 pm

Sesshoumaru sorri de lado e acha aquela personalidade muito interessante, ele havia gostado do humor e do jeito que ela o tratava. Olhando para o Capacete, Sesshoumaru balançou a cabeça negativamente e apontou para frente, enquanto seus olhos perdiam-se no fim da estrada.

- Não precisamos do veículo, vamos andando... O tempo está agradável hoje. - Ele dizia enquanto o sol batia em sua face e o vento fazia seus longos cabelos prateados dançarem sobre o ar, espalhando seu aroma doce de flores de cerejeiras. - Não é muito longe daqui...

O youkai não sabia o que aquela garota de cabelos rosados havia, mas ele sabia que algo nela não era normal, o cheio dela era estranho, não havia o mesmo aroma que o dos humanos comuns, então... o que poderia ser ? Sesshoumaru ficava pensativo e bem sério, enquanto olhava para a mesma.

_________________

O seu olhar tem a aparência da noite, ela é calma, fria e brilhante como a luz da lua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Ter Out 16, 2012 8:17 pm

*Mokona saía do vestiário sorrindo com olhar apaixonado, o dia tinha sido longo, e ela precisa de um bom descanso. Ela sente um cheiro estranho... um cheiro de ... CIGARRO? Ela procura pelo salão já praticamente vazio e nota um homem, fumando, com os pés encima da mesa... A toalha branca imunda pela sujeira daquele sujeito sem educação. Ela pede para que Xysuke vá primeiro para a Pensão, e que vá preparando um chá para os dois aproveitarem o resto da noite. Ela coloca somente o avental por cima de sua roupa comum, e vai até o homem. Não poderia espantá-lo do nada, mas seria cordial lhe oferecendo uma xícara de chá, o último chá da noite.

Mokona: - Boa noite... Seja bem vindo a nossa Casa de Chá... porém lhe peço que tire os pés de cima da mesa, e apague o cigarro, pois aqui não é local para nenhuma das duas coisas. Posso lhe oferecer uma xícara de chá, porém lhe aviso que estamos fechando. - Mokona estava se segurando para não enfiar um soco na casa dele.


_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akatsuki Hanzo

avatar

Escorpião Tigre
Número de Mensagens : 3
Idade : 30
Humor : Debochado
Data de inscrição : 10/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Ter Out 16, 2012 9:22 pm

Akatsuki sorri, ao ver se aproximar uma atendente loira e tentadora. Ele lia agora um mangá, chamava-se: "Baka Maid" um shonen-hentai qualquer, a respeito de uma maid que "servia" seu amo de todas as formas possíveis e inimagináveis. Ele fecha o livro, retira o cigarro dos lábios e joga as cinzas no sapato da garota. Se levanta, joga a bituca ao chão, pisando-a em cima com o sapato.

- Hum... - Aproxima a face da dela e sorri expelindo a fumaça na sua face. - Não se preocupe, não será mais necessário, já me satisfiz observando-as atender por hoje... - Um sorriso sínico percorria-lhe os lábios.

Ele passa por Mokona, sem ao menos se despedir.

- Espero que quando eu retornar, traga-me um chá doce e saboroso e ah! uns quitutes também... Afinal, ainda não experimentei nada, deste local recheado de serventes mal educadas... - Seu olhar lateralmente, fuzilava as costas de Mokona, ele sai da casa, novamente indo parara na escadaria.

Parecia angustiado, nervoso em sua expressão severa, sua "vítima" havia saído do recinto com aquele dito cujo: animal.

- Mais, uma chance perdida... Mais um dia desperdiçado com meras bobagens... - Suspira, recoloca as mãos nos bolsos e atravessa a escada indo para a mata mais a frente.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Ter Out 16, 2012 10:13 pm

*Antes de Mokona conseguir fazer alguma coisa, o homem mal educado já tinha ido embora...*

Mokona: - COMO ASSIM? COMO ASSIM? ELE ENTRA NA MINHA CASA DE CHÁ, E FALA MAL DAS MINHAS MAIDS PERFEITAS?

SUJA E ESFUMAÇA TUDO...

MALDITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Mad Mad Mad

SEU VERME INSOLENTE...


*Os olhos de Mokona estavam vermelhos, as toalhas das mesas estavam quase saindo do lugar. Guardanapos voavam por todos os lados. Mokona percebeu o que estava acontecendo e foi diminuindo sua fúria, ou destruiria tudo o que tinha construído até agora (3 dias que a casa de chá estava aberta Razz ).

Ela olha para frente e diz:

Mokona: - Vou castigar você em nome da LUA!!!!

scratch

Mokona: - Não era bem essa frase... vejamos...

*Ela fica séria novamente e fala:*

Mokona: - Volte a forma humilde que merece, carta cloooooooooow!!!!!

nhu

Mokona: - Também não... Hum... Só mais uma tentativa e eu paro!

*Ela se concentra e grita com toda a vontade:*

Mokona: - Morra Seiyaaaaaa !!!

*Ela suspira, tira o avental, e vai para a pensão.*

Mokona: - Sério... tenho que ver menos anime...



(Ela fechou a Casa de Chá e foi para ~ Terraço da Pensão ~)


_________________
 


Última edição por Mokona Chan em Qua Out 17, 2012 9:53 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Out 17, 2012 8:39 pm

Tsukihime faz um sinal de negativo com a cabeça, já que Sesshoumaru não aceitou o capacete, ela o pegou de volta.

- Ora, vamos dar uma exercitada, Sesshoumaru-san. Que tal disputarmos uma amistosa corrida até a Pensão? Bom, se você diz que ela é perto, vamos aumentar nossa corrida até o final da rua, o que acha?

Enquanto ela falava, seguia para fora do estabelecimento e já monta em sua moto super esportiva, em seguida, ela coloca o capacete e ajeita a luva em suas mãos. Ao ligar a moto, Sesshoumaru escuta o alto e potente ronco do motor daquela máquina de duas rodas.

- E então, o que me diz ?

Scarlett era nova naquela região, naquele país, ter uma companhia seria bom, e Sesshoumaru era do tipo interessante de se ter ao lado. Ela estava animada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 24
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Out 18, 2012 9:10 am

(Vinda do Tópico ~ Escadaria que leva para a Pensão ~)


*Aquele novo dia começara muito estranho. Akane com 10 anos? Sofrendo por causa da energia maligna que vinha do anexo? Ela sabia que coisas estranhas aconteciam na pensão, mas não sabiam que eram tãooooo estranhas. Ela entrou pela porta dos fundos, a qual possuía a chave, e foi até o local onde estava a lista de compras. Seria jogo rápido, não fosse um suspiro que Larg ouvira, de dentro do grande salão.

Larg: - Quem está ai?


May: - Sou eu... LARG???!!! LARG!!!! - May caminhou rapidamente para perto de Larg e fez um movimento estranho.





May: GOMENASSSSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Larg: - Mas... o que é isso? What a Face

May: - Fui eu que coloquei a poção no chá... era pra você ter levado até Xysuke, mas entregou errado para o Akamaru... me perdoe por favor. Não deu tempo para eu impedir, quando vi ele já estava tomando... me perdoe, eu não quis lhe fazer mal!! Não queria ver ninguém sofrer por causa de uma vontade minha!!!

*Larg parou e ficou olhando pra ela, lembrando do dia que entregara a xícara de chá para Akamaru, e de tudo que acontecera depois. Larg ficou com muita raiva de May, mas ponderou e falou:*

Larg: - Eu aceito suas desculpas... eu realmente achei que fosse uma brincadeira de mau gosto que o Macaco Ruivo tinha feito pra mim, mas vejo que não. Por um lado foi bom, pois isso tudo que aconteceu me mostrou algumas coisas que eu não queria ver...


May: - Mesmo??? Não vai me matar, esquartejar, me jogar em outra dimensão?

Larg: - Só se você quiser muito! (chato) - ela vira com cara de quem não está nem aí e pega a lista de compras encima da mesa.

May: - Ahnn... Bem, então desculpa novamente, isso me serviu de lição também... (snif)

Larg: - Te ensinou a não ser mais uma incestuosa, tarada e... ok... parei - Larg estava começando a se conter com sua língua ferina, e não sai falando tudo que lhe vinha na mente, a não ser que estivesse muito nervosa. - Tenho que ir agora, até mais tarde!

May: - Até... (^^')


(Indo para o tópico ~ Escadaria que leva para a Pensão ~ )

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Out 24, 2012 8:35 pm

Mokona: - BOM DIA MENINAS! - Mokona entrou de alto astral abrindo a porta da Casa de Chá. - Estou cheia de gás para trabalharmos hoje!!

Makie: - Cheia de gases??? Por favor, volte-os para lá... Very Happy

Mokona: - Makie... não começa tão cedo por favor!! Quero todas prontas as 13h, hoje teremos um cocktail e depois janta, e não o cardápio de sempre.

May: - Ah, é verdade, hoje é o dia do Mordomo...

Mokona: - Exato May! E quero todas em perfeito alinho para a inspeção, e teremos muitos visitantes, senhoras de negócios aqui esta noite! Vamos ser o máximo de polidas e tratá-las com o devido respeito.

*Mokona foi para a cozinha deixar tudo semi preparado, pois queria ela mesma recepcionar os convidados. Ela aguardou Larg com os mantimentos, e enquanto isso foi experimentar suas roupas. Ela voltou e perguntou para as meninas que ali estavam se ficara bem vestida com elas.*






Mokona: - E então? O que acharam? Estou bem?

Makie: - Shocked..... Se você fosse homem me apaixonava!!

May: - Xysuke vai casar com um cara??? kikikikiki

Mokona: - Você esta engraçadinha demais hoje May, mas eu gosto... E vou usar meu charme para captar todos os clientes hoje, e virarão clientes assíduos... haruka haruka

_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 479
Idade : 29
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sab Out 27, 2012 12:51 am

O REI IMORTAL - A PROFECIA E A LENDA

---------------------------------------------------------------------
Música: http://www.youtube.com/watch?v=LScgjuP9hjs
---------------------------------------------------------------------

No início, a Bretanha era uma ilha que fazia parte, politicamente, de um império maior.
Mas, para se preparar contra as invasões bárbaras, que ameaçavam destruí-lo, esse império retirou todas as forças militares daquela pequena ilha.
Aquele país, abandonado, agora sem a proteção do império, se tornou independente, teve que sobreviver com suas próprias forças, e se dividiu em países menores.

As invasões bárbaras por fora, e os conflitos internos entre clãs do lado de dentro, desencadearam uma crise sem tamanho naquele país.
Foi nessa época de caos e turbulência que Arturia nasceu.

O rei tinha decidido acreditar na profecia do mago.
De que o sucessor ao trono nasceria.
E de fato, nasceu.
Mas não era o que eu rei esperava...era uma garota.

Não havia como o próximo rei ser uma garota.
O rei entregou sua filha aos vassalos, e ela foi criada como filha de um cavaleiro comum.

Enquanto o rei ficou deseperado, o mago manteve sua fé, certo de que a profecia havia sido cumprida corretamente. A garota ter sido afastada do castelo, até o dia da profecia se cumprir completamente. Tudo estava escrito no livro do destino.

O cavaleiro veterano que a criou não acreditava na profecia do mago. Entretando, sentia o ar à volta daquela garota semelhante ao ar ao redor de seu rei. Então, desejou que ela se desenvolvesse como um cavaleiro.
Ele nem precisou desejar. A garota treinou dia após dia, com o objetivo de se tornar mais forte que qualquer um.
Se somente um rei pode salvar um país fadado à morte, então a garota jurou que seguraria a espada desse rei, sem hesitar.




O dia da profecia chegou. Cavaleiros e lordes de todo o país se reuniram no local da cerimônia.
Eles esperavam que a seleção se desse por meio de um torneio ou coisa parecida.
Mas o que encontraram foi apenas uma espada presa em uma pedra.
Na espada, havia uma inscrição: "Aquele que puxar essa espada, tornar-se-á o rei da Bretanha."

O método de seleção do rei estava determinado: puxar a espada da pedra.
Muitos cavaleiros tentaram esse procedimento aparentemente simples. Nenhum conseguiu.
Como nenhum deles havia conseguido, eles começaram a considerar ignorar a inscrição e fazer a seleção através de um torneio, como era esperado.

A garota, por sua condição, não era qualificada para esse tipo de teste.
Ela simplesmente se limitou a se aproximar da pedra da seleção e segurar a empunhadura da espada.



- ???: Não...você deveria reconsiderar antes de fazer isso.

O mago mais temido do país a observava, alertando-a de que ela deixaria de ser humana no momento em que puxasse a espada.
Mas nem isso tirou a determinação dela.
A garota aceitou pagar o preço, sua humanidade, em troca de se tornar o rei que salvaria seu país.
Ela estava preparada para isso desde o dia em que nasceu.
Um rei é alguem que mata para poder proteger.
A garota pensou sobre isso todos os dias e sentiu medo toda vez que considerava esse fato.
Mas ela decidiu que esse medo terminaria naquele momento.




Ela puxou a espada para fora da pedra sem dificuldade, e o lugar ao redor preencheu-se com luz.
Daquele momento em diante, aquela menina era algo não-humano.

O sexo do rei era o de menos, contanto que o rei cumprisse seu papel.
A garota, agora o novo rei, parou de envelhecer.
Alguns cavaleiros temiam isso, achando algo medonho.
Outros admiravam, considerando divino.

Assim, começou a época do rei que se tornaria uma lenda.



- Mokona.............Mokona!!!!

Xysuke assistia de perto, em seu sonho, aquela passagem da vida passada de Mokona.



Ele conseguiu escutar os cavaleiros comentando e elogiando a imortalidade e divindade de seu rei.

- ???: Nosso rei é o deus da guerra! Ele sempre fica na linha de frente e não conhece a derrota!

- ???: Ninguém consegue ficar no caminho do rei Arthur!

- ???: Sua personalidade destemida nunca mudou, desde que removeu a espada divina.

- ???: O rei nem mesmo envelhece!

- ???: Ele é a encarnação de um dragão!




Após observar a figura do rei por mais alguns minutos, Xysuke viu tudo ficar branco ao redor, não conseguindo mais ver o rei, os cavaleiros, o cenário, nada. Então, ele acordou de seu sonho.

- Arturia!!! - gritou Xysuke, estendando o braço, como que tentando evitar perder a garota de vista. - ....aconteceu de novo. Eu sonhei com a vida passada da flor.

A tartaruga de estimação de Xysuke saiu de sua cama e veio cumprimentá-lo.

- Li: Nyu!

- Bom dia, Li. - responde Xysuke, com a voz sonolenta e coçando os olhos.

Xysuke olhou o relógio ao lado da cama, fazendo uma força, pois sua vista ainda estava um pouco embaçada.

- Que bom, não estou atrasado hoje. Vou me arrumar rapidamente.

Xysuke se dirigiu ao banheiro mais próximo para tomar um banho e vestir sua roupa de trabalho para, em seguida, ir para a casa de chá, se encontrar com Mokona. Durante o banho, Xysuke ficou pensando no que viu em seu sonho.

- Arturia voluntariamente abriu mão de sua humanidade, tornando-se uma existência surreal. Agora está acontecendo o contrário. Mokona foi concebida como algo surreal, e está se tornando humana. É como se fosse a natureza tentando buscar seu equilíbrio novamente.

Nesse momento, Xysuke se lembrou de um dos ensinamentos do templo Ling Sheng Su.

"Busque equilíbrio em todas as coisas. A ausência total de enchentes é a seca. A impossibilidade de ervas daninhas é a fome. Siga o exemplo da natureza, que rege o equilíbrio entre todas as coisas, através do espaço e através do tempo."

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchihara Sephiroth
Hóspede Vip
avatar

Aquário Cabra
Número de Mensagens : 37
Idade : 25
Localização : Templo Uchihara
Emprego/lazer : ...
Humor : Sério
Data de inscrição : 02/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Out 31, 2012 7:26 pm

Chegando a casa de chá, Sephiroth deixou as compras em uma mesa perto da caixa eletrônica e beijou a testa de Larg novamente, olhando de lado para Akane e então, com um sorriso sussurrou algo no ouvido de Larg : - Vou tomar alguma coisa e ficar te esperando la fora. - Ao terminar de falar, Sephiroth sai da casa de chá e da um pequeno salto até o telhado do estabelecimento e por ali se senta, olhando para o céu que estava um pouco nublado.

- Larg... - Ele diz baixo, enquanto sorria .

_________________

Só o tempo vai dizer se você merece ou não viver a esse mundo... se ele não cumprir esse papel, eu mesmo o farei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Out 31, 2012 8:58 pm

*Novamente com roupa de maid, Mokona estava com a parte do cocktail toda pronta, e a janta acertada. Alguns clientes assiduos sabiam que o dia de hoje seria diferente, mas mesmo assim viriam. A cada dia que passava tinha mais e mais clientes encantados com o lugar, e Mokona se orgulhava muito disso.

Enquanto fazia suas tarefas lhe veio novamente a lembrança dos acontecimentos da noite passada. Ela realmente queria conversar com a mestra para saber sobre aquelas visões suas e os sonhos de Xysuke. O que poderia ser aquilo? Será mesmo que ela tinha a essência de uma heroína?

Larg chegara com as compras, o que faltava pra a janta. Ela reparara que Larg estava com uma cara de *fiz alguma coisa secreta* e ela parecia não desgrudar mais daquele homem de cabelos brancos... Juntos deles estava uma menina de lindos cabelos vermelhos, e parecia com alguém. Ela chegou perto deles e se dirigiu a menina:*

Mokona: - Oi gente! E você quem é? Não sabia que eu tinha clientes de tão tenra idade... - a menina virou-se para ela e Mokona arregalou os olhos, reconhecendo os olhos. O rosto estava mudado, mas os olhos eram os mesmos - Ak... Akane??????? Mas... mas você está enorme! Até ontem você tinha uns 4 anos? Como... como isso aconteceu?


Akane: - Bem, é uma longa história, depois te conto. Eu estou a procura da minha mãe. Sabe por onde ela anda?

Mokona: - Não vejo a Lola já há algum tempo, não sei por onde ela está. Mas logo aparece! - Mokona chega perto de Larg, e fala no ouvido dela - Alguma coisa ta pegando entre tu e o cara de cabelo branco?

*Larg fica com o rosto muito vermelho, e desconversa, abrindo a porta da rua, só que ela não consegue seguir, pois uma pessoa estava em frente a porta. Larg arregala os olhos e fala:*

Larg: - Me... Mestra Yuuko!


*Mokona que estava indo atrás de Larg para tirar mais informações a respeito do bonitão, se espanta também!*

Mokona: - Mestra!!! Que prazer!!! Que maravilha você aqui!!! - Ela praticamente pula por cima de Larg e vai parar nos braços da amada mestra. - Que saudade!!! (=D)


*Yukko sorriu para todos, mas não falou nada. Detrás dela sairam duas meninas, Maru e Moru, e disseram *Olá* ao mesmo tempo. Elas entraram e Yuuko dirigiu-se ao canto mais deserto do salão e falou às suas duas criações.*

Yuuko: - Vim ter com vocês, pois é chegada a hora. Muitos acontecimentos somente ocorrerão se eu interferir, e esses acontecimentos são imprescindíveis para o futuro de vocês e de muitas pessoas que vivem neste local. Podemos conversar em algum lugar mais privado?


Mokona de boca aberta, pois só a mestra pra saber tudo sobre tudo: - Sim mestra, eu sei o local perfeito... Vamos nos encontrar embaixo da Cerejeira.

Larg fechando a boca: - Vou pegar o sake...

*Yuuko olhou para o lado onde via o cabelo vermelho de Xysuke.*

Yuuko: - Preciso que ele vá também... - olhando Larg, ela chega perto e diz - Se você está certa do que quer, chame o anjo também... Mas isso é você quem escolherá...


*Mokona foi falar com Xysuke e Larg foi pegar o sake... Ela pensou em Sephiroth, onde ele andaria?*


(Indo para o tópico ~ Enquanto isso embaixo das cerejeiras... ~ )

_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchihara Sephiroth
Hóspede Vip
avatar

Aquário Cabra
Número de Mensagens : 37
Idade : 25
Localização : Templo Uchihara
Emprego/lazer : ...
Humor : Sério
Data de inscrição : 02/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qua Out 31, 2012 9:15 pm

Ainda olhando para o céu, Sephiroth sente uma pequena presença estranha se aproximar do local, uma energia um pouco tanto que fora do comum, não dava para saber se era algo do bem ou do mal e por esse motivo, ele se levanta e caminha até a pronta do telhado, observando uma senhora um tanto quanto alta acompanhada de duas crianças.

- Quem será ela ? - Sephiroth descia do telhado e entrava pelos fundos do estabelecimento, encontrando com Larg no caminho, que parecia estar estranha. - Larg, quem é aquela mulher que está na porta? - Seus olhos verdes demonstravam desconfiança naquela mulher.

_________________

Só o tempo vai dizer se você merece ou não viver a esse mundo... se ele não cumprir esse papel, eu mesmo o farei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 24
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Nov 01, 2012 2:44 pm

*Larg foi até a cozinha pegar o sake. Pegou duas garrafas e alguns copinhos para tomarem enquanto conversavam. Ela saiu pensativa. Não sabia mais o que queria. Suas certezas não eram mais as mesmas de alguns meses atrás. Ela havia mudado muito, e isso a deixava apavorada. Ela começou a caminhar para fora da Casa de Chá, saindo pela porta dos fundos e ouviu aquela voz que já lhe era bem conhecida:*

Sephiroth: - Larg, quem é aquela mulher que está na porta?

*Quando ela virou-se para olhá-lo percebeu que sabia bem o que queria, pelo menos neste momento. Não tinha certeza absoluta do que ele queria, e nem de como seria o futuro de ambos, mas gostaria de tentar. Os olhos dela foram mudando, da incerteza para a certeza, e começaram a brilhar. Ela sorriu para ele, como nunca havia sorrido antes para ninguém.*





*Ela aproximou-se dele e falou:*

Larg: - Aquela é a minha criadora. É a mestra Yuuko Ichihara, uma grande feiticeira. Mulher de grandes poderes e grande sabedoria. Se ela esta aqui é por uma razão muito boa. - Ela chega bem perto dele, olhando fundo nos olhos verdes. - Eu gostaria que tu fosses comigo... - ela fica vermelha - Eu... gostaria de te apresentar a ela, e as coisas que ela vai falar, quero que tu escute também...


(Indo para o Tópico ~ Enquanto isso embaixo das cerejeiras... ~ )

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchihara Sephiroth
Hóspede Vip
avatar

Aquário Cabra
Número de Mensagens : 37
Idade : 25
Localização : Templo Uchihara
Emprego/lazer : ...
Humor : Sério
Data de inscrição : 02/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Nov 01, 2012 3:03 pm

Ao ver o sorriso de Larg em sua face, Sephiroth arregala um pouco os seus olhos, ouvindo as palavras ditas a ele, enquanto ele admirava o brilho verdadeiro dos olhos daquela que lhe salvou e que fez seu coração bater mais forte. Ao vê-la ficar vermelha, Sephiroth da um sorriso doce e gentil enquanto levava suas mãos até os cabelos dourados de Larg.

- Entendo... Bom, se você quer... por que não? - Após terminar de falar, Sephiroth envolve seu braço esquerdo por cima dos ombros de Larg e o puxa para si, caminhando ao lado dela, sem se importar para onde ela fosse. Ele já estava feliz, estava se sentindo vivo por isso.




_________________

Só o tempo vai dizer se você merece ou não viver a esse mundo... se ele não cumprir esse papel, eu mesmo o farei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 479
Idade : 29
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Nov 01, 2012 9:50 pm

Xysuke notou uma euforia na porta da entrada da casa, e observou. Viu um rosto conhecido.

- Yuuko-san?

Ficou surpreso ao ver a mestra de Mokona dando as caras de forma tão imprevisível. Só tinha visto ela uma vez, e foi naquele tempo.

Observou a mulher alta, de longos cabelos negros, pele branca, e olhar analítico e autoritário, dirigir-se a uma parte mais afastada do salão, acompanhada de Mokona e Larg. Ela pareciam felizes na companhia de sua criadora.

Depois, Mokona veio avisar-lhe que ela queria falar com o grupinho (Mokona, Larg, Sephiroth e Xysuke) em um lugar mais particular, e que seria aos pés da grande cerejeira. A coincidência quase deixou Xysuke chocado. Mokona disse que queria ter uma audiência com ela, e agora ela vinha até a pensão falar com eles. Seria uma ironia do destino? Xysuke viu isso como uma oportunidade de algumas perguntas sem resposta finalmente serem solucionadas. Mokona lhe dizia o quanto a mestra era sábia e erudita. Agora, lá estava ela, para atuar como uma espécie de "oráculo de almas confusas".

Citação :
- Entendo... Bom, se você quer... por que não?
- Após terminar de falar, Sephiroth envolve seu braço esquerdo por cima
dos ombros de Larg e o puxa para si, caminhando ao lado dela, sem se
importar para onde ela fosse. Ele já estava feliz, estava se sentindo
vivo por isso.

Xysuke viu Sephiroth e Larg saírem na frente, indo em direção ao local combinado.

- Muito bem, então, vamo nessa!

Se espreguiçou, respirou fundo, socou o peito com determinação e saiu atrás deles.

(Continuação no tópico das cerejeiras)

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Jan 24, 2013 8:04 pm

(Vindo do Tópico ~ Enquanto isso embaixo das cerejeiras... ~ )



*A mão de Xysuke na sua, dava a Mokona um pouco de tranquilidade. Ela olhou pra ele enquanto caminhavam, os raios de sol deixando seus cabelos ainda mais vermelhos, e seus olhos brilhantes. Como amava aquele homem. Como podia ela amá-lo tanto assim? Será que o destino era tão bom que unira os dois por acaso, para que pudessem viver suas vidas juntos e felizes, coisa que não conseguiram fazer em outra vida? Já que o fragmento da alma de Arthuria estava dentro dela, ela era Arthuria... Larg veio a sua mente. Pobre Larg, não era atoa que a irmã só era uma pessoa amena quando estava cheia de saquê, em forma de bichinho. Todo aquele ódio e rancor dentro dela, só podia transformar sua personalidade.

Mokona: - Sabe, Xy-kun, agora que a mestra nos falou tudo isso, eu estou começando a entender muita coisa. Sobre mim e sobre a Larg. Eu espero que nesta existência a Larg possa ter uma vida melhor que a outra vida que teve. Que ela seja muito amada, que ninguém a magoe. Eu quero que a minha irmã querida seja muito feliz... assim como eu sou... - Ela parou e sentiu lágrimas virem em seus olhos. Não queria chorar... não queria preocupar Xysuke. Mas estava emocionada com todas aquelas informações, e tinha se contido até agora.

Ela olhou pra ele, e suas lágrimas eram de emoção. Ela sorriu pra ele e falou novamente, com voz embargada:

Mokona: - Eu espero que a Larg seja tão feliz como eu sou, e que encontre seu amor verdadeiro, que a ame muito. Pois eu além de te amar muito, sei que sou muito amada por ti, e isso me completa e me dá forças pra suportar qualquer coisa! - Ela riu - Sou uma boba sentimental mesmo...


_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 479
Idade : 29
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sab Jan 26, 2013 10:00 pm

Pelo mesmo caminho por onde foram para ter a audiência com Yuuko, agora eles voltavam. Xysuke segurava firme a pequena mão de Mokona na sua, sentido o calor suave e a delicadeza que já lhe eram familiares.

Durante um bom tempo, os dois caminharam em silêncio. Xysuke estava concentrado em seus pensamentos, recapitulando tudo o que tinha descoberto recentemente. Lembrava das passagens que viu em seus sonhos, e cruzava essas informações com o que Yuuko tinha revelado.

Não sabia no que Mokona estava pensando naquele momento, apesar do "elo". Se tivesse se esforçado mais, talvez identificasse facilmente, se não estivesse tão entretido em seus devaneios sozinho.

A voz de Mokona o trouxe de volta, e ele voltou a prestar atenção nela.

Citação :
Mokona: - Sabe, Xy-kun, agora que a mestra nos falou tudo isso, eu estou começando a entender muita coisa. Sobre mim e sobre a Larg. Eu espero que nesta existência a Larg possa ter uma vida melhor que a outra vida que teve. Que ela seja muito amada, que
ninguém a magoe. Eu quero que a minha irmã querida seja muito feliz... assim como eu sou...

Aparentemente, Mokona achava injusta a situação de Larg, quando comparada com a sua própria. Além disso, saber quem elas eram em suas vidas anteriores deve ter esclarecido muitas coisas sobre as quais ela provavelmente se perguntou durante toda a sua vida como uma criatura mágica.

Xysuke percebeu os olhos de Mokona se encherem de lágrimas e prontamente pegou o lenço que mantinha sempre à mão, no bolso do uniforme que ela tinha mandado fazer pra ele. Já era do conhecimento dele que Mokona se comovia com certa facilidade. Por um lado, ele se sentia mal toda vez que ela ficava assim. Por outro lado, ela ficava ainda mais linda e mais feminina com o rosto inchado e os olhos cheios d'água.

Sem dizer nada, Xysuke enxugou as lágrimas dela, enquanto escutava Mokona continuar.

Citação :
Mokona: - Eu espero que a Larg seja tão feliz como eu sou, e que encontre seu amor verdadeiro, que a ame muito.
Pois eu além de te amar muito, sei que sou muito amada por ti, e isso me completa e me dá forças pra suportar qualquer coisa!
- Ela riu - Sou uma boba sentimental mesmo...

Xysuke sorriu com o comentário de Mokona.

- Acho que tu não precisas te preocupar com isso, flor. Eu e mais todo o pessoal da equipe já percebemos isso. Parece que a Larg se sente pelo menos um pouco mais à vontade quando o Sephiroth está por perto.

Xysuke sorriu carinhosamente para Mokona, enquanto terminava de dar as últimas enxugadas no rosto úmido de sua amada. Ele parou na frente dela e olhou fundo naqueles olhos verdes.

- Não se sinta boba por ser sentimental - Xysuke colocou as duas mãos sobre os ombros dela e olhou-a bem de perto - Você está se tornando humana, uma mulher de verdade. Está começando a sentir coisas, se emocionar com outras. É perfeitamente natural, e é assim que deve ser. Além disso, eu adoro esse teu lado mais sentimental. Acho feminino e atraente.

Xysuke deu um selinho em Mokona, pegou sua mão novamente, e os dois continuaram caminhando.

_________________
https://www.youtube.com/watch?v=9A9NLW8FJ1w

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Jan 31, 2013 2:33 pm

*Mokona ficou vermelha ao sentir o lenço que Xysuke usava para secar suas lágrimas. Ele parecia tão adulto, tão dono de si naquele uniforme, além de lindo kawaii aiaiai Xysukito... O coração dela sempre falhava uma batida quando estava com ele assim tão perto. Ele falava com voz doce, e sempre dizia as coisas certas:*

Citação :
Xysuke: - Acho que tu não precisas te preocupar com isso, flor. Eu e mais todo o pessoal da equipe já percebemos isso. Parece que a Larg se sente pelo menos um pouco mais à vontade quando o Sephiroth está por perto.

*Sephiroth... Mokona lembrou das vezes que vira a irmã com aquele cara, e esperava que ele fosse verdadeiro com ela, e que já que ela estava abrindo seu coração pra ele, que ele não a ferisse... Xysuke terminou de secar seu rosto, e Mokona encarou aqueles olhos brilhantes, cheios de amor.*

Citação :
Xysuke: - Não se sinta boba por ser sentimental. Você está se tornando humana, uma mulher de verdade. Está começando a sentir coisas, se emocionar com outras. É perfeitamente natural, e é assim que deve ser. Além disso, eu adoro esse teu lado mais sentimental. Acho feminino e atraente.

*O beijo dele fora rápido e eles voltaram a caminhar. Dentro de Mokona uma injeção de felicidade a deixou meio tonta. Ela saiu caminhando ao lado dele, os dois novamente de mãos dadas. Ela quase flutuava tal sua felicidade de estar assim com ele.

Chegando na casa de chá, Mokona se emocionou ao ver que todas as suas meninas estavam organizadamente atendendo aos vários clientes que já estavam por lá. Esta era a noite do Jantar Inglês, e todas as maids estavam vestidas com uniformes de homem. Mesas com as velas acesas, dando um clima todo especial. O sol estava quase posto, e a noite era uma criança.

Mokona falou pra Xysuke: - Amore... vou me trocar e já volto... ajude as meninas no atendimento, Onegai! - ela deu um selinho rápido nele, ficando vermelha, e foi se trocar toda sorrisos. Olhou para May que estava trabalhando feito uma louca na cozinha, e sorriu. Como essa menina tinha mudado. Ela voltou com o uniforme, e colocando o avental, disse para May:

Mokona: - May, vá descansar, eu assumo daqui!


May: - Ok... - elas trocaram olhares e May sorriu - o que você andou fazendo, Moka-chan? - um sorriso maroto apareceu nos lábios de May - Esses olhos apaixonados não me enganam... hehehe Vou descansar e comer alguma coisa, depois eu retorno ^.~

*Mokona ficou coordenando a cozinha, pensando em tudo que acontecera até ali... Será que Larg estava bem?*

_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 24
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Jan 31, 2013 7:29 pm

(Para saber o que está acontecendo com Larg... acesse:
http://hinata.forumeiros.com/t226-larg-chan-quarto-110#5784 )

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona / Arthuria
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 511
Idade : 25
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Ter Ago 05, 2014 4:47 pm


(Vindo do ~ QUARTO 201 - MOKONACHAN ~)


*Arthuria ficou sozinha no quarto de Mokona. O sentimento de vazio tomou conta de seu coração. Ela colocou no pescoço o pingente com o cabelo de Mokona e respirou fundo! Tinha uma missão, e iria fazer de tudo para completá-la! Saiu do quarto e foi direto para a Casa de Chá. Era impressionante como ela lembrava de quase tudo, como se tivesse acesso direto às memórias de Mokona. Estava acostumada com magia, pois quando vivera em Avalon, conhecera Merlim e tivera Excalibur em suas mãos, estivera sempre cercada por ela. Chegando na casa de chá, percebeu que ainda era horário de organização. A mocinha que estava na cozinha era May, e as outras meninas estavam atarefadas. Realmente não tinham notado, ainda, a diferença desta pessoa para Mokona. Arthuria chegou próxima a May e falou:

Arthuria: - May... minha cara cozinheira! Você tem um tempo para conversarmos?

May parou o que fazia e olhou para "Mokona" com uma cara de "maus amigos".

May: - Minha cara COZINHEIRA? Tá tirando uma com a minha cara é? - Foi então que ela notou que algo estava diferente em "Mokona". Não só a roupa, como o tamanho dos peitos (Mokona nunca tivera peitos grandes, esse era um trunfo que ela guardava!), mas a postura, e o sorrisinho irritante no rosto. Ela pegou um facão de cozinha e veio em direção a Arthuria, com olhar perigoso. - Quem diabos é você?

Arthuria: - Calma May-darling (ela falava o darling com sotaque inglês), sou Arthuria, e Mokona te enviou um recado. - Ela alcança a carta que Mokona pedira para ela entregar a May.

*May, ainda com o facão na mão, muito desconfiada, abre a carta e começa a ler.*

"May,

Vou viajar com o Xy-kun. Tome conta da cozinha da Casa de Chá. Ela é nossa! Só posso contar os teus dotes culinários. Te considero uma irmã... err... então... Até... "


*May ficou com uma gota enorme da testa. Não sabia que Mokona tinha aquele lado sentimental... ou está tentando pelo menos... ela olhou para Arthuria e perguntou:"

May: - Se eu sou a responsável pela cozinha, você faz o que aqui? E de onde você saiu? Nunca ouvi falar que Mokona era trigêmea... Já basta a Larg, e agora... aff...

Arthuria: - Ah May-daaarling - Arthuria começou a caminhar entre as mesas, com um andar sensual - Eu vim para tomar conta de todas vocês!! - Arthuria com toda a sua majestade encantava a todas as meninas que trabalhavam na Casa de Chá. - Vim para trazer o que de melhor há na Inglaterra em matéria de chá... o meu paladar apurado! E de onde saí? Posso dizer que sou uma parte de Mokona que ela escondia muito... - Ela virou-se para as meninas, chegou próxima a Megumi, tocou em seu queixo, deixando-a atorduada, e disse: - Traga-me o que há de melhor nesta Casa de Chá!

*Imediatamente a maid foi buscar o melhor chá da casa, para a aprovação de Arthuria. May não estava acreditando no que estava acontecendo... Ela estava pasma. Agora todas as meninas da Casa de Chá estavam rodeando a tal Arthuria... "Ó que pele linda! Que roupa extravagante! Que classe! Parece da realeza!" Blá Blá Blá... Isso já estava dando nos nervos de May. Arthuria provou o chá, e demorou para dizer se tinha aprovado ou não.*



Arthuria: - Eu aprovo o chá, mas vamos buscar algo ainda mais refinado. May-darling, acredito que comigo aqui teremos muito mais clientes que antes, e principalmente clientes homens. Irei até a cidade fazer propaganda da Casa de Chá! Hóhóhó

May: - Nós já temos clientes suficientes, não invente moda. Você recém chegou, não faz nem ideia de como o negócio está indo. Não precisamos de clientes novos. Precisamos que os clientes fiquem assíduos. Só isso por enquanto!

Arthuria: - Bem... vejo que Mokona fez bem em me deixar no comando. Agora eu sou a líder deste reino, e vamos romper barreiras, sacrificar quem for preciso para chegar a vitória!! - Arthuria mudou completamente no momento em que começou a falar em reinos e coisa e tal. Aquela criatura parecia realmente sequelada, aos olhos de May.



*As meninas em volta dela começaram a gritar e pular de emoção, sem prestar atenção no que realmente estava acontecendo, como se encantadas pelo glamour de Arthuria. Do nada, ela voltou ao normal, parecendo não notar tudo o que havia declarado. Limpou a garganta e sentou-se novamente para apreciar o chá.*

May: - Acalme-se May... é só por um tempo... só por um tempo...

------------------------------------------------------------------------------------

*Algumas horas depois, quase amanhecendo, alguém abre a porta da Casa de Chá. Na parca iluminação antes do sol raiar, uma sombra aparece no grande salão da Casa de Chá. O vulto começa a mexer as mãos e de repente um símbolo mágico surge no chão da sala. A luz ilumina o rosto de Arthuria, que com olhos de maníaca sorri e fala despretenciosamente: *

Arthuria: - Agora eu tenho magia... Se Merlim pudesse me ver nesse momento! Hahahahaha! Mokona, meu império começa AGORA!

*A luz fica ainda mais forte, fazendo com que uma onda de energia viaje por todas as residências da cidade. No meio da sala principal da Casa de Chá, Arthuria se banqueteava com o mana vindo do cabelo de Mokona, seus olhos totalmente negros.
Quando tudo acaba, ela cai e fica um tempo deitada no chão do lugar, e quando ela volta a si e abre os olhos, estranha estar ali. Não lembrava de ter ido até a Casa de Chá. Preocupada, ela volta para o quarto de Mokona e dorme novamente.

Na casa de Youko uma adaga negra ressoa ao lado de uma bainha mágica. As duas ressoando ao mesmo tempo, como se em batalha constante.

Quais perigos as Maids da Casa de Chá irão enfrentar?
Será que os cupcakes de May irão sobreviver às interpéries de mais uma nova inimiga?
O que será que está acontecendo com Arthuria... ela é boa, ou é má?
Aguardem os próximos capítulos de... "O Recheio Negro do CupCake Amaldiçoado" *



(Voltando para a Pensão)

_________________
 


Última edição por Mokona / Arthuria em Qui Set 04, 2014 1:27 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchihara Sephiroth
Hóspede Vip
avatar

Aquário Cabra
Número de Mensagens : 37
Idade : 25
Localização : Templo Uchihara
Emprego/lazer : ...
Humor : Sério
Data de inscrição : 02/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Qui Ago 28, 2014 10:31 pm

( Vindo do tópico " Em busca das armas )

Sem obter respostas na frente da porta de larg, ele deixa as coisas sobre o chão e então decide ir para o seu quarto, afim de relaxar a sua mente enquanto se deita em sua cama.

- ... Que sensação estranha - Ele se levanta da cama lentamente e olha para a janela de seu quarto - Será mesmo ? - Ele coloca um casaco de couro por cima de seus ombros e logo sai de seu quarto, caminhando lentamente sobre o corredor dos quarto, indo passo por passo até as escadas que levavam até a recepção da pensão.

_________________

Só o tempo vai dizer se você merece ou não viver a esse mundo... se ele não cumprir esse papel, eu mesmo o farei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 24
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sex Ago 29, 2014 10:46 am

*Muita coisa estava acontecendo na vida de Larg... MUITA COISA MESMOOOOO Shocked Shocked  E esses acontecimentos estavam deixando Larg meio louca! Ela estava muito puta da vida com a Mokona, que inventara aquela historinha pra yokai dormir, de catar uma outra Mokona, totalmente fake, para ficar em seu lugar e cuidar da casa de chá. Como se ela, Larg, fosse uma imbecil, uma estúpida, uma retardada, que não fosse boa o suficiente para cuidar do lugar... sendo que já tinha experiência, e estava fazendo um bom trabalho por lá... Nessa onda de raiva, Larg já tinha quebrado umas 4 canetas, que usava pra escrever algumas coisas no seu diário. Sim, ela começara a escrever um diário, a pedido de Youko, mas ela não escrevia muitas coisas verdadeiras ali... ela simplesmente não conseguia transformar em palavras escritas as coisas que lhe vinham no coração. Levantou, deixando aquilo de lado. Já era tarde da noite, e ela reparou que ainda não tinha comido nada. Outra coisa que ela tinha reparado, era que parecia que alguém tentara falar com ela no dia inteiro, porém, estava tão absorta em seus problemas, que não dera bola para as pessoas ao seu redor. Ela saiu do quarto e sentiu uma energia estranha vindo da Casa de Chá. O que será que estava acontecendo por lá? Saiu as pressas pelo corredor a meia luz, e acabou se embolando com alguém no meio do caminho, na beira das escadas... Ela fez de tudo para que os dois não caíssem, se segurou firmemente do corpo que aparecera do nada na sua frente (totalmente desatenta!). Porém com isso ela acabou fazendo os dois perderem o equilíbrio, e se estatelaram no chão. Recobrando-se da queda, aos poucos Larg sentiu aquele perfume familiar que há algum tempo não sentia... Olhou para a roupa, viu os cabelos, subiu para o rosto e ficou vermelha... Ele tinha voltado!! E ela estava em uma posição bastante caliente!*

Larg: - Sephiroth... você... voltou?  Smile  Embarassed  Wink  I love you  Like a Star @ heaven  Like a Star @ heaven  Like a Star @ heaven  Like a Star @ heaven  - Ela sentiu-se tão ousada naquela posição, como se tivesse total controle sobre ele. Sua vontade era de beijá-lo, mas tremia internamente, e não sabia se deveria ser tão precipitada. Seu coração vibrava de felicidade, porém estava magoado com a ausência dele...


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchihara Sephiroth
Hóspede Vip
avatar

Aquário Cabra
Número de Mensagens : 37
Idade : 25
Localização : Templo Uchihara
Emprego/lazer : ...
Humor : Sério
Data de inscrição : 02/10/2012

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Sex Ago 29, 2014 7:05 pm

Seus passos eram lentos e silenciosos, a luz única luz que iluminava a escada já estava fraca e quase que não clareava muito os degraus que no qual ele descia. Seus pensamentos estavam longe, querendo saber de quem era aquela sensação, aquela pessoa que se aproximava, certamente ele o conhecia... e muito. Distraído e sem perceber, recebe um esbarrão sem querer sobre suas costas, e com seu reflexo, vira o corpo sobre ar para segurar a pessoa que no qual o fez. Caindo de costa sobre o chão, Sephiroth segura a pessoa com firmeza para que ela não se machucasse.

- Você está... be...- Ele se surpreende ao ouvir a voz de Larg que falava ao mesmo tempo que ele - Bem? - Ele suspira e logo a ajuda a se levantar. - Sim... ainda se lembra de mim então...- Ele ri enquanto ajeitava a argola de sua camisa - Que bom que está bem... Se trancou no quarto o dia todo e mal comeu, pensei que algo estivesse acontecendo com você. - Falava ele enquanto levava sua mão até a face dela. - Continua a mesma... pequena desastrada . - Ele ri novamente.

Com aquela surpresa que ele levará, caminhou sem saber o que fazer até o sofá, lá ele se sentou e bateu no couro do mesmo três vezes, fazendo um sinal para que ela se senta-se do seu lado. A presença dela o deixava um pouco mais alegre, pois ele queria explicar a sua ausência detalhadamente.


_________________

Só o tempo vai dizer se você merece ou não viver a esse mundo... se ele não cumprir esse papel, eu mesmo o farei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Larg-chan
~ Instável ~
avatar

Leão Macaco
Número de Mensagens : 64
Idade : 24
Localização : Na Pensão por tempo indeterminado.
Emprego/lazer : Maid Casa de Chá/Tentar namorar Sephiroth
Humor : Negro...
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   Seg Set 01, 2014 11:26 am

*Larg agradeceu por Sephiroth ter levantado os dois, antes que ela ficasse fora de si... Novamente aquele turbilhão de sensações a deixava cega. Enquanto se arrumavam depois do tombo, trocavam palavras amenas, e um pequeno gesto de carinho fez Larg estremecer. Ele tocou em sua face, verdadeiramente preocupado com o seu bem estar, e sendo o Seph pelo qual Larg tinha se apaixonado...  Wink *

Sephiroth: - Continua a mesma... pequena desastrada.

*Já na sala, Seph a chamou para sentarem-se no sofá. Havia muito para conversarem! Nem parecia que ele tinha sumido há tanto tempo, e Larg tinha certeza que isso acontecera por ele estar atrás da mãe dele.*

Larg: - Bem, senhor sumido, conte-me tudo, que conto as mudanças daqui! Muita coisa aconteceu nesse tempo que esteve fora! Muita mesmo! Mas me diga, encontrou o que procurava?

*A presença de Sephiroth apagou por completo a sensação que Larg sentira anteriormente, vinda da Casa de Chá... E isso lhe custaria um preço!*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ~ DaiSuki Tea House ~   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
~ DaiSuki Tea House ~
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» 1º Open House - Bikersbase - Portalegre
» Vocês acham que usam rodas largas???? (Pintura Flake / Kameleon)
» Capela da ventoinha do motor VW boxer. Tipos.
» ER-6 in the hOusE!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hinata Sou ~ Wellcome :: ~ Hinata Sou ~ :: *~* Chá com Sake *~*-
Ir para: