Pensionato de loucos... você entra e viaja nas mais loucas aventuras criadas por nossos consciêntes! Baseado na história original de Ken Akamatsu ~ LOVE HINA XD Divirta-se!
 
HallInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Em busca das armas sagradas

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9 ... 15  Seguinte
AutorMensagem
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 489
Idade : 31
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Jun 26, 2014 11:19 pm






Willam Boner: Interrompemos nossa programação normal para um comunicado urgente.

Os provedores de internet de todo o planeta acabam de comunicar um estado de calamidade a nível global em suas redes de comunicação.


Aparentemente, o tráfego mundial de internet acaba de atingir picos inimagináveis de intensidade. São bilhões de pessoas, isso mesmo, bilhões de homens e mulheres, acessando a internet enlouquecidamente ao mesmo tempo. Isso está causando superaquecimento nos equipamentos de internet, congestionamento nas redes e inundação de tráfego.

As causas exatas ainda são desconhecidas, mas especialistas no assunto suspeitam que o problema está relacionado a um misterioso site publicado na web cujo endereço é http://hinata.forumeiros.com.

Aparentemente, uma informação muito importante, envolvendo a intimidade de um casal que há muito tempo não se via, foi divulgada recentemente nesta página web, e isso atraiu a atenção de bilhões de pessoas, que compartilharam o ocorrido com todos os seus contatos nas redes sociais, e congestionaram os servidores.

Voltaremos a qualquer momento, com mais informações.

*Música de encerramento do plantão*

#########################################################################################


Enquanto isso, na recepção, acontecia algo semelhante a isto...



Enquanto Xysuke era deixado no vácuo por Ryujin, ainda com a mão estendida pra ele, esperando que ele respondesse sua saudação, ou simplesmente decidisse ignorá-lo de vez (qualquer um dos dois era melhor que um atrofiamento e uma necrose no seu braço, por ficar tanto tempo parado), ele resolveu observar as coisas que aconteciam ao redor, com os outros pensionistas.

Mokona havia descido as escadas de sopetão, depois do seu banho....

- Droga, perdi a chance de convidar o Ali pra dar uma espiadinha  a2 

Ela parecia feliz e radiante, como se tivesse tido uma grande e genial idéia, ou uma epifania. O que seria? Ela parecia querer falar com ele, mas se conteve ao vê-lo dando atenção ao novo colega.

Harima havia subido. Será que foi em direção ao quarto de Lana para eles...sabe como é...tirarem o atraso?





Fazia muito tempo que a pensão não tinha algum movimento assim. Enquanto observa a movimentação ao redor e espera que Ryujin olhe pra ele, Xysuke vê o próprio braço, ainda levantado, e percebe que não sente mais nada do ombro em diante.

- Hm...se isso continuar, pode ser um problema u.u'....vou ficar que nem o tiozinho indiano aquele...

Xysuke observa Hikaro chegar e dizer algo pra Mokona. Então, ele se dá conta de que não tinha visto Shuuji e Daphne ainda. Será que também estavam de volta?

A JORNADA CONTINUA...

##################################################

Trazemos de volta para vocês o quadro mais inútil da pensão...

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
MOMENTO EDUCATIVO DE XYSUKE, CAPÍTULO............sei lá eu a quantas anda essa porra xD
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



O indiano de quem Xysuke fala, no caso, é Sadhu Amar Bharati, devoto seguidor de Shiva que, insatisfeito com uma vida confortável em um país onde a maioria vive na pobreza, e com a ligação que tinha com as coisas materiais, resolveu abandonar seus bens, viver como um mendigo e manter o braço levantado por mais de 38 anos, em um sinal de protesto e devoção ao seu Deus. Isso causou atrofiamento dos músculos e calcificação das juntas.

E tem gente que reclama se ficar muito tempo se segurando na barra de cima dentro do ônibus  a21
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Sex Jun 27, 2014 4:14 pm

** Harima fora pego de surpresa, finalmente depois de tantos anos, entregue ao amor e ao desejo, matando a saudade outrora grande, agora transformada em alegria, apesar de estar em quarto alheio Very Happy**

**Vou deixar os cometários do que aconteceu para a Lana :)**
___________________________________________________________________________________________________________________

** Não vou movimentar o hikaro agora pq ele está esperando a ação da Moka ou Xy-san **
___________________________________________________________________________________________________________________

**Shuuji dormia relaxadamente nas termas quando sentiu uma pontada no pé, que o acordou**

Shuuji: Aaai! ué, o que foi isso?

**A água da piscina começa a descer, no ímpeto de sair das termas, ele tenta chegar na borda, mas ela se solta, e ele vai junto com a água**

Shuuji: waaaaaaaaa!

**A onsen está seca, com um buraco no meio dela**

Shuuji: Nossa! tem um subterrâneo embaixo do onsen! isso deve ter sido coisa da kaolla-san! vai dar o maior trabalho pra consertar e colocar água aqui de novo!

**Shuuji tem um lapso**

Shuuji: ué, cadê minhas roupas?

**Mal sabia ele, mas estava olhando tristemente para o buraco vendo sua camisa, ultima peça visivel, caindo no buraco, se sumindo com o resto de água que escoava, o que lhe fez ter a incrível dedução...**

Shuuji: M&rd@! Eu estou nu no onsen seco! (trava lingua, ha!)

**Se ele tivesse ficado quieto tudo bem, mas o alarde da água e seus berros não iriam passar desapercebidos, e ele começa a ouvir uma certa movimentação em direção ao onsen**

Shuuji: Preciso me esconder, mas onde? waaaaaaaaaa!
_______________________________________________________________________________________________________

Daphne: aaai, meu braço realmente está pesado, o que tem esta aliança, chumbo? o que tem bonita tem de estranha...

**Ao entrar na pensão, ela topa com um novo hóspede, além de Xysuke, Mokona e seu irmão, mas por algum motivo, sentiu um impetuoso e incontrolável desejo de estar perto de Xysuke (plz, mokona-san! dont kiil me, its good for you on the end, i promise! Onegai!), ela era uma mulher agora, e de fato ele não era tão mal ass...**

Daphne: o que estou pensando? ele já tem a mok...**lingua travada**..gah...gah....gaaah...**olhar maléfico** ele tem... a mim!

**senta-se e puxa Xysuke, que estava olhando, a movimentação, e diz:**

Daphne: diga pra mim, eu sabia que meu irmão tem saudades da esposa, mas já que eles não se veem e o tempo é longo, ele resolve investir na mulher do amigo? nunca confiei no meu irmão tanto assim, mas é só por comentar...

**Levanta-se e sai**

Daphne: ele vai dizer que não tem nada a ver, mas a semente está lançada, eu vou dividir... e conquistar!

**Sua aliança estava negra, não mais dourada, mas sua aparência logo se normalizou**

Daphne: hmmm, hora de comer um lan...

**Barulho vindo do onsen**

Daphne: ué, que estouro foi esse no onsen?
_________________________________________________________________________________________________________

Continuem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ali Al-Said Samir

avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 40
Idade : 34
Data de inscrição : 14/08/2009

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Jul 07, 2014 9:51 pm

*Eu, Xysuke e Seta continuávamos consertando o avião, seguindo as orientações de Seta, enquanto Xysuke contava um pouco da história da Pensão. Quando ele falou em Harima, uma sombra de tristeza passou por meus olhos; da mesma forma que eu havia tentado matar Edu Az quando estava sendo controlado por meu irmão, eu também tentara matar Harima.

*Flahshback*

**Uma quantidade de armas absurdamente grande vão ao ataque de Ali, juntamente, Harima, com a força do Seika-No-Itten prepara seu golpe para logo após o ataque, as armas se chocam..**

Harima: LANA! ONDE VOCÊ ESTA!? STAR REVOLUTION!!!

*A poeira começa a abaixar, e só então Harima nota que eu não estou mais lá, mas sim atrás dele, no alto; no último instante, consegui aparar seu ataque e saltar, mas os resultados não foram muito bons.*

Ali(Pensando): Este último ataque foi perigoso... como pode alguém ter tanta energia no corpo? E quem será esse "Az" de quem ele falou...? Mesmo com a cimitarra, muito de seu golpe me atingiu... Se tivesse me acertado em cheio, eu estaria morto! Preciso acabar com ele...

*Hesito por um instante, mas então algo me ocorre. Minha cimitarra descreve um novo arco, de cima a baixo*

Ali: Harima! Não vou perder para você... mas irei privá-lo da vitória! Saiba apenas que meu próximo ataque será usando exatamente a sua própria força! O desfecho deste combate... será pelo seu golpe! STAR REVOLUTION!!!

*Eu desfiro meu golpe, redirecionando toda a energia que minha cimitarra havia absorvido de todos os ataques de Harima, mas o ataque concentrado é direcionado não a ele, e sim à torre onde estávamos, há aproximadamente quinze andares de altura. Quando a lâmina atinge a parede, toda a torre simplesmente vira poeira instantaneamente com o impacto, e esses escombros desabam como se o prédio houvesse sido implodido. Não apenas a torre, mas parte do palácio também desaba, fechando o acesso a muitas câmaras. Eu estou flutuando em cima do meu tapete mágico, vendo o que sobrou da torre.*


*Fim do Flashback* (obs.: Esta foi a última aparição  do Harima, lá na aventura de Israel)



*Ele havia desaparecido depois de nossa luta e, apesar de procurarmos nos escombros quando toda a crise passou, não encontramos sinais de que ele houvesse sobrevivido. Eu ouvia as palavras de Xysuke com um misto de tristeza e culpa, quando de repente sinto uma presença e uma voz familiares; olho na direção dessa voz e é então que eu o vejo: Harima!

Harima: Oooooooi! Ore wa Harima-san desu!

*Eu nem posso acreditar no que vejo, e antes que eu possa entender, Harima entra de novo na Pensão e logo é "arrebatado" por Lana (essa parte eu não vi, mas sentia a presença dos dois em seu quarto). Ao mesmo tempo, ouvimos outras pessoas na Pensão e na porta, Xysuke pede licença e vai atender. De minha parte, eu ainda fico um pouco "estuporado", até que Seta toca em meu ombro*

Seta: Sei que alguma coisa lhe preocupa com relação ao Harima-kun, mas pelo visto não é uma boa hora para falar com ele.
Ali (sorrindo): Tem razão. Seja como for, é bom ver que ele está vivo, e com certeza está muito melhor que nós dois... hehe.
Seta: Ok, vamos trabalhar então, que este avião não se conserta sozinho! Força, só mais um pouco e terminamos!

*Voltamos a trabalhar no avião, mas uma outra coisa ainda me preocupava: além dos Kis de Harima e sua família, eu havia sentido uma outra presença, bem diferente... será que era a de um ser humano? Eu sabia que ali na Pensão haviam todo tipo de seres, mas aquela presença não parecia ser familiar à Pensão. Seria um amigo ou... uma nova ameaça?*

----------------------------------------------------------------------

*Muito longe dali, em um lugar que nenhum de nós sequer podíamos imaginar, dois pequenos "imps" se ajoelhavam diante de uma figura sinistra que estava sentada em um trono de pedra.*

imp1: Meu senhor, pelo visto os boatos são verdadeiros, a Cimitarra Sagrada foi destruída.
imp2: Sim, ela estava sendo protegida pelo Avatar humano, o atual Cavaleiro das Arábias, mas pela manipulação de seu rival, o Avatar e a encarnação do Anjo Vingador se enfrentaram... nenhum dos dois morreu, mas o resultado da luta foi a total destruição de Zulfiqar, a Cimitarra Sagrada.

*A figura sinistra colocou uma das mãos no queixo e ponderou um pouco.*

?????: Onde está o Avatar humano, neste momento?
imp2: Ele foi para o Japão, acompanhado de uma pretendente.
?????: A garota que eu amaldiçoei, acredito...?
imp2: Não, aquela que os humanos chamam de Xai Xeng.

*A figura sinistra solta fumaça pelas narinas, mas parece estranhamente calmo.*

?????: Sem a Cimitarra Sagrada, o Avatar não é uma ameaça a mim ou a meus rivais... mas eu não sou tolo de subestimá-lo. Quero que vocês dois vão pessoalmente vigiá-lo. Mas não se aproximem dele mais do que alguns quilômetros se prezam suas existências... mantenham-me informado sobre os movimentos dele e de qualquer um que ele encontrar.

*Os dois fazem uma reverência, ficam invisíveis e voam para longe. O ser se recosta em seu trono e acaricia os pêlos de seu cavanhaque.*

?????: Ali... há quanto tempo não o vejo... será que devo brincar mais um pouco com sua pobre e infeliz existência, servo de Deus...?


*Ele descobre um espelho e, dali, consegue ver a minha imagem, consertando o avião. Se ele pudesse, um sorriso apareceria naquilo que ele chama de rosto.*

------------------------------------------------------------------------------


*De volta à Pensão, onde nem sonhávamos com o perigo que nos espreitava, Talim, Sarah e Haruka retornavam à onsen, ainda enroladas em suas toalhas. Haruka com uma voz um tanto zangada dava bronca nas duas*

Haruka: Se não fosse a brincadeira de vocês eu não teria derrubado meu cachimbo na água.
Sarah: Desculpe, Haruka-san... mas ainda bem que a Kaolla instalou esse dreno na onsen, podemos procurar nela seca ou no buraco de drenagem que vamos encontrá-lo.

Talim: Isso mesmo e... Hã?! Tem alguém na Onsen! E é um homem estranho e sem roupa! Deve ser algum tarado! Deixa ele comigo!
Haruka: Ué, mas aquele ali não é o...

*Antes que qualquer um possa dizer ou fazer qualquer coisa, Talim já vai logo atacando Shuuji, que tentava se cobrir. Ela saca suas adagas e desfere um golpe*

Talim: KILLER WIND!!!

*O ataque de Talim voa na direção de Shuuji e provoca uma explosão, um barulho tão alto que todos na Pensão escutam e sabem da onde veio.*


Continuem...

_________________


"Mac Allah(Poderoso é Deus)... eu sou apenas Seu humilde servo."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Ter Jul 08, 2014 9:20 am

**Só um comentário muito OFF, postar aqui ao som de Glasgow Kiss - John Petrucci, é no minimo, épico, ainda to vendo uma música que combine mais com o momento do que essa! Vale o som!**



**Após um momento um tanto quanto 'intenso', e um descanso, é claro, Harima resolve dar uma descida e para ir até a cozinha, então ele vê...dentre todas as pessoas do mundo, o tal de Ali, que já fora um inimigo, ali(há!), sentado na sala, Harima com certeza não estava a vontade, mas quisera ter se controlado mas não conseguira, seu ímpeto foi mais forte e antes mesmo de eles se levantarem para consertar o tal avião Harima já estava com um pé no sofá e outro no pescoço de Ali**

 Mad 

Harima: O QUE VOCE(coloque bastante ênfase nesta palavra) FAZ AQUI?! E me de um bom motivo pra eu não te arrebentar....
_________________________________________________________________________________________________________________

Hikaro: Harima! O que está fazendo! Você tá maluco! Se ele está aqui deve ter mudado! Olhe o que está fazendo!

Harima: Saia daqui Hikaro!

** Hikaro tenta apaziguar os ânimos, mas não está tendo muito sucesso, todos sabem do gênio difícil do Harima **
__________________________________________________________________________________________________________________

** O golpe de Talim com certeza lhe rendera alguns cortes, mas em detrimento da porrada faz tempo que ele tambem não passava por esta situação e começa a rir, até que se esquece de sua condição nudista e ri sozinho**

Shuuji: HAHAHAHAHA! Eu tava com saudade disso! Escuta, eu não te conheço, mas pelo visto tem um tipo de dreno ai embaixo que estourou, e minha roupa foi junto, ou você me empresta a sua toalha e me mostra o que tem aí embaixo (uh la la), ou alguém busca as minhas roupas, fazendo o favor, aí eu saio de boa.
____________________________________________________________________________________________________________________

**Reparando que fora Shuuji o 'problema' do onsen, Daphne resolve voltar a sala, mas antes ia no andar de cima, em seu quarto, buscar algo pra arrumar seu cabelo, que estava um mafuá(giria de bagunçado), no seu quarto,(o agora descrito ocorre em segundos) começa a sentir um mal estar fora do normal, seu anel, negro novamente, estava mais quente, quase entrando em fase de derretimento, seu corpo, agora dominado pelo medo, tentava retirar o anel a todo custo, e em seu nervosismo, nem lembrara de outras pessoas na casa, seu corpo se tornava vermelho, como o ferro em momento de fundição, mas não sentia dor, e em um súbito momento, POOOOOF! Daphne literalmente vira fumaça,o anel cai no chão, suas roupas também, e ela se mistura com a brisa da rua, podendo estar em qualquer lugar, porém aparentemente ela materializou-se novamente, tinha consciência e tato, mas estava aparentemente presa dentro de uma grande caixa escura, havia apenas uma tocha acesa e um medo gigante**

Daphne: Que loucura é essa!? Minhas roupas! Onde estou? preciso achar a saída logo...

**Ao pegar a tocha, e vasculhar o local, nota que não pode sair dali, não pelas próprias forças**

Daphne: eu achei que só existia um, não uma sala cheia deles, as mãos do macaco! Se eu me mover, ou desejar sair daqui, me verão como mestre e estarei morta, com certeza, o que eu faço?!

** MOMENTO EDUCATIVO DO HARIMA, QUE COPIA DESCARADAMENTE DO XY E NAO TA NEM AI PRO COPYRIGHT **

A mão do macaco é uma conto que brinca com os desejos humanos, e como pedimos sem medir as consequências, basicamente, a história conta sobra uma familia que recebe este 'amuleto' que concederia 3 desejos, eles precisavam de 200 libras e então pediram para a mão do macaco, no outro dia, seu filho que era militar, fora morto em combate e como ajuda de custo inicial a familia recebe... 200 libras, arrependidos, eles pedem seu filho de volta, na mesma noite, ouvem resfolegos e portas batendo, com medo de que seu filho tivesse se tornado um morto vivo, eles pedem que tudo suma e a mão volte para onde veio, então só sobra o silêncio.

Quem viu XXX Holic sabe também que tem um episódio sobre ele e os perigos que ele traz, por isso Daphne não pode desejar nada aí dentro! E ninguém faz nada sem desejar fazê-lo antes!

É isso aí, continuem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ali Al-Said Samir

avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 40
Idade : 34
Data de inscrição : 14/08/2009

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Ter Jul 08, 2014 2:43 pm

OFF: Me desculpem "pular a vez", mas já que o Harima postou desse jeito acho melhor dar continuidade; à propósito, a música adequada para a primeira parte deste post é esta:


ON:

*Eu e Seta praticamente havíamos acabado de consertar o avião, então resolvemos fazer uma pausa até o retorno de Xysuke; ele então me convidou para sentar no sofá da sala e beber outro chá. Seta fumava tranquilamente e eu bebia meu chá, quando de repente o inesperado aconteceu: eu consegui prever o golpe, mas ao sentir o Ki de quem atacava, simplesmente não reagi, e Harima me derrubou no chão, pressionando meu pescoço com um dos pés e me ameaçando mortalmente com as mãos.*

Harima: O QUE VOCE(coloque bastante ênfase nesta palavra) FAZ AQUI?! E me de um bom motivo pra eu não te arrebentar....

*O pé de Harima na minha garganta doía; sua força era incrível, comparável à do próprio Az... e talvez maior do que a minha. A cicatriz no meu braço, resultado do  Star Revolution que ele havia disparado contra mim muitas semanas antes, também doía. Mas nada doía mais do que meus pensamentos, a lembrança de que aquele homem inocente, que eu quase matei, estava ali me atacando, era como a punição que eu merecia por tudo que havia feito, ainda mais por eu não fazer ideia de tudo que Harima sofrera por minha causa (e de meu irmão). Mesmo que eu pudesse falar com seu pé pressionando minha traquéia, eu havia decidido entregar minha vida ao meu destino. Era aquela a vontade de Alá? Que eu morresse pelas mãos de uma de minhas próprias vítimas? Teria eu sobrevivido a tudo aquilo, apenas para encontrar meu destino final no Japão? E que eu não pudesse redimir meus erros e consertar Zulfiqar? Se essa era a punição escolhida por Alá...*



Ali (pensando): ...seja a Sua vontade, ò Supremo e Verdadeiro Cádi (juiz)...

*Eu não reagiria. Se era o destino de Harima me matar, que acontecesse. O ar começava a acabar em meus pulmões e obviamente não conseguia inspirar mais. Seta apenas olhava a cena e fumava tranquilo. Ele deixaria que sangue fosse derramado ali na Pensão?*

Seta: Não sei o que houve entre vocês dois, Harima-kun. Mas tem certeza que é isso que você quer fazer? Ali já poderia ter reagido e contra-atacado facilmente, mas está deixando que você o ataque. Pretende realmente atacá-lo dessa forma covarde?
Ali: ...

***

*Enquanto isso, na Onsen, Talim se espantava por Shuuji ter sobrevivido a seu Killer Wind com apenas alguns arranhões. Ela se pôs em guarda, até que ele cometeu um erro e falou o que não devia.*

Shuuji: ...minha roupa foi junto, ou você me empresta a sua toalha e me mostra o que tem aí embaixo (uh la la)...
Talim: ...!!



Talim:... vou te matar.


*Talim não escutou mais nada, e o vento à sua volta começou a soprar MUITO forte em toda a região. Haruka pressentiu o perigo, ela já tinha visto aquilo acontecer no passado, então pegou Sarah e a arremessou pro telhado da Pensão*

Haruka: FUJA DAQUI, SARAH!! Vá procurar o Ali, só  ele vai conseguir acalmar a Talim se eu falhar!



* Um turbilhão se formou na Onsen; Talim apontou suas adagas contra Shuuji, enquanto Haruka tentou impedí-la, mas sem conseguir se aproximar por causa da força do vento; do alto do telhado, Sarah e Kuro (a gata de Kanako, que havia aparecido ali do nada) observavam tudo, enquanto um verdadeiro tornado se formava em volta da Pensão.*



Haruka: Talim-chan! Pare!!!
Talim (apontando uma adaga para o meio das pernas de Shuuji): Alguma última palavra antes de eu fatiá-lo em pedaços, sahib hentai...?
Haruka (pensando): Droga.... esse pesadelo de novo... será que veremos novamente o poder da Xai Xeng liberado...? Eu sei que Shuuji tem poder o bastante para enfrentá-la e talvez até sobreviver, mas desse jeito a Pensão inteira será destruída de novo! Preciso acalmá-la antes que seja tarde demais...




Continuem...

_________________


"Mac Allah(Poderoso é Deus)... eu sou apenas Seu humilde servo."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 489
Idade : 31
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Ter Jul 08, 2014 9:13 pm

- HARIMA, NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!



Xysuke temeu pelo pior ao ver Harima prestes a realmente matar Ali, se ninguém fizesse nada. Sabia que Az jamais se permitia tirar uma vida. Mas Harima já eram outros 500. Ficou surpreso e confuso ao ver Ali não reagir para proteger a própria vida diante da intenção assassina de Harima. Não parecia que Ali estava debochando, insinuando que Harima não seria capaz de matá-lo. Era mais como...se Ali realmente estivesse aceitando sua morte. Xysuke compreendia os sentimentos de Harima...depois do que aconteceu em Israel, seria muito estranho todos os pensionistas receberem Ali de braços abertos na nossa própria casa, e ninguém, no mínimo querer a cabeça dele. Mas ele não podia deixar que Harima metesse os pés pelas mãos. A missão deles, a viagem, tudo seria em vão se Ali morresse naquele momento, agora. Além disso, Xysuke acreditava que Ali não merecia ESSE TIPO de punição.

Xysuke correu até Harima e o segurou por baixo dos ombros, tentando, a todo custo, afastá-lo e fazê-lo tirar seu pé do pescoço de Ali, que estava quase morrendo de asfixia.

- Por favor, não mate o Ali! Ele veio em missão de paz! Ele não é nosso inimigo! Eu sei que você não confia nele, depois de tudo o que aconteceu, mas pelo menos dê uma chance pra ele se explicar! Existe uma explicação pra tudo o que ele fez! Ele estava sendo manipulado pelo seu irmão Abubu! Por isso, ele fez o que fez! Ali não é uma pessoa ruim! Agora, ele é nosso aliado! Dê uma chance a ele, Harima, por favor! Não faça isso por ele, faça isso por nós! Se a Lana-nee estivesse aqui agora, diria a mesma coisa que eu! Por favor, acalme-se, Harima!

Xysuke percebe que Harima se acalmou, ao menos um pouco e, apesar de não ter se afastado, deixou Ali respirar novamente.

- Eu tenho certeza que Ali se sente muito mal consigo mesmo, por tudo o que fez. Ele é um homem com consciência e responsabilidade, e deve estar se culpando mais do que todos nós juntos poderíamos culpá-lo. Tudo bem que ele colocou as nossas vidas e a das pessoas que amamos em perigo, mas felizmente o pior não aconteceu. Devemos olhar para o presente, sem esquecer o passado, mas buscando construir um melhor futuro. Ali busca redenção pelos seus atos, e esse é o motivo dele estar aqui hoje. Se minhas palavras não são suficientes para convencer você, deixe que as ações dele o sejam, e nos acompanhe na nossa viagem, para que, então, você testemunhe com seus próprios olhos. Ali e eu estamos prestes a sair em uma jornada para encontrar um mestre de armas capaz de consertar a Zulfiqar e o Kali-Yuga. Além de nós dois, irão nos acompanhar Talim-chan, que veio com Ali, e a Mo-chan. Se você quiser nos acompanhar, será bem vindo.

Nesse meio tempo, Xysuke já havia soltado Harima e se afastado. Era melhor nem mencionar a Harima que, agora, Ali era o DONO da pensão...era capaz de Harima pegar suas malas, que nem devem ter sido desfeitas ainda, e ir embora pela mesma porta pela qual entrou. Enquanto deixava ele processar todo o discurso que foi meio que obrigado a ouvir, Xysuke olhou para Ali com cara de poucos amigos, e soltou.

- E você? Qual é o seu problema? Desistindo da própria vida, assim, na moral? Que tal ter um pouco mais de amor a vida, e pensar nas consequências dos seus atos, para as pessoas ao redor? Acha que sua morte é o fim de tudo, e tá resolvido? Como acha que ficará a Talim, que te ama, e sonha com o dia em que irá se casar com você? ....ah, tá, que você não percebeu ¬¬......como ficará Gogo, que está te esperando em casa? Como ficarão as pessoas de sua família, que acreditam em você, e no sucesso da sua missão? Como ficará a Zulfiqar, que continua sob seus cuidados, mesmo nesse estado? Como ficará nossa missão? Você se deu ao trabalho de vir até o Japão, trazendo Talim junto, para desistir antes mesmo de começar? Seta-san trouxe o avião dele aqui a troco de nada? Então seu acerto de contas com o Az era tudo papo furado? (Ele me contou) E aquela história de se tornar cada vez mais forte, o Avatar que a Terra precisa, o defensor da humanidade, o servo que deixará Allah orgulhoso? Com esse seu pensamento derrotista, não me estranharia se Talim-chan estivesse certa...se o Az realmente fosse mais forte que você. Quer resolver seus assuntos com ele, não quer? Então, sem essa de ficar achando que a sua morte vai resolver todos os problemas que você causou. E daí que você fez coisas horríveis, fez gente sofrer, etc? Todos cometemos nossos erros, e criamos nosso demônios, que carregaremos pra vida inteira. Então, cabe a nós não desistir tão fácil assim, e corrigir os erros com ações, não com nossa morte. Com suor, não com sangue. Se a morte de pessoas fizesse algum bem ao mundo, Hitler seria um herói. Não vou deixar que você desista da própria vida assim, tão fácil. Você agora é um aliado dos Hinata Warriors...e um amigo no qual eu passei a acreditar, desde que conheci sua verdadeira pessoa, na nossa batalha anterior contra você e seu irmão.

Xysuke termina o seu discurso, e fica esperançoso de que consegiu evitar uma tragédia baseada em um mal entendido não explicado. Enquanto ele se pergunta qual será a resposta de Harima, o tornado criado por Talim começa a soprar ao redor da pensão. Sarah chega correndo e conta o que aconteceu na onsen.

- Essa não! Talim-chan está fora de controle! Ali, talvez você seja o único que pode detê-la, antes que ela destrua a pensão! Essa é uma boa oportunidade de mostrar ao Harima que você se importa.


Xysuke pensa.

- Eu não acredito...Talim-chan tem todo esse poder? Quem iria imaginar? Ela pode fazer a pensão inteira simplesmente desaparecer, se quiser...eu espero que não seja tarde.

Xysuke observa Ali, para ver o que ele iria fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qua Jul 09, 2014 3:35 pm

**Harima estava tomado pelo ódio, mas ainda assim, os pedidos de todos o alcançaram, ainda assim estava com os dois pés atras com ele**

Harima: Eu sei o que pretendem e este foi um dos motivos do meu retorno, meu cajado precisa ser consertado e recuperado, e já que vocês estão em missão parecida eu realmente gostaria que me deixassem ir junto, só não sabia que Ali estaria aqui também.

**Harima tira o pé do pescoço de Ali e olha em seus olhos**

Harima: espero mesmo que tenha mudado, rapaz, se você for 1/3 do que Az foi pra mim, você não apenas terá um bom aliado mas um bom amigo, espero que nós não nos matemos durante a viagem, agora, com licença, vou preparar minhas coisas para viajar.

**Harima sobe as escadas de volta ao quarto**

Harima: Az... onde diabos você esta?
__________________________________________________________________________________________________________________

**Hikaro estava branco feito queijo minas após o surto de Harima, após seu irmão sair, ele se senta ao Lado de Seta-san**

Hikaro: ufff.... Seta-san, meu irmão ainda vai nos matar de preocupação! Ele anda muito explosivo, desde que está sem o seu cajado.

Seta: yare yare...

Hikaro: Ainda não encontrei Luna e presumo que a viagem de vocês não será uma das coisas mais simples.

Seta: simples... é, realmente... não é a melhor palavra para descrever, dentre todos os seus irmãos você sempre foi o mais contido.

Hikaro: ajuizado, você quiz dizer.

Seta: haha, e quando você vai contar sua preocupação?

Hikaro: você é reparador, hein? Harima-san já sabe, eu vim apenas fazer uma visita com ele, estarei fora um tempo, há um torneio acontecendo e pretendo participar (e assim eu tiro ele da historia por um tempo, há!), mas controla-lo não será tarefa fácil, eu explico o porque:

**flashback - fundo negro com imagens sombreadas**

O Millenium Master tem o poder máximo entre todos os magos, mas com isso ele também convive com uma maldição conhecida como a Maldição de Houdini, onde o poder adquirido corrompe e transforma seus usuários, o cajado não apenas serve para conjuração, mas controle deste poder para que não corrompa a alma da pessoa, afinal a cabeça é facil de convencer, mas o coração...

*fim do flashback*

Hikaro: gostou do flashback?

Seta: achei que podia ter um som também

Hikaro: na próxima talvez... o que quero dizer é que a irritação extrema dele está ligada a falta do cajado, ele está sem o cajado a pelo menos 3 anos, partido durante seu treinamento e roubado após um tempo de meditação.

Seta: hm... pode deixar, vamos fazer assim, Harima vai com Shuuji e eu explico tudo pra ele no avião, que tal?

Hikaro: Agradeço! Assim posso competir em paz, não posso dar adeus a todos, faça isso em meu lugar!

Seta: farei, obrigado!

Hikaro: eu é que agradeço!

**Hikaro se levanta e sai**

Seta: yare yare, este vai fazer falta...
_______________________________________________________________________________________________________________

** Shuuji estava realmente impressionado com o poder de Talim, seu Killer Wind quase lhe fez virar um eunuco, mas ele também tinha uma carta na manga **

Shuuji: eu estou impressionado com você **corre e pega uma toalha do onsen para se cobrir**, mas pelo visto você é realmente novata por aqui, já que não conhece meu poder...Killer Wind!

**Apesar de tudo Shujji, não mira em Talim, mas sim em um velho carvalho que ficara fora do onsen, causando a mesma explosão e caindo em pedaços**

Shuuji: Não preciso contar meu poder, se souber pensar, verá que sou potencialmente o mais forte daqui, apenas de que não controlo todo o meu poder, mas um dia conseguirei, no mais...

**Shuuji anda até a frente de Talim e faz uma reverência**

Shujji: Gomene, Hime-sama, ore wa Shuuji Kenji. Yoroshiku!

**Shuuji sai calmamente do onsen como se nada tivesse acontecido**

Shuuji: **pensamento** - Ainda bem que a pose de confiante deu certo!
___________________________________________________________________________________________________________

**Sem movimentos para Daphne, presa na caverna das mãos do macaco**

Continuem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 514
Idade : 27
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Jul 10, 2014 11:51 am

*Mokona acaba não conseguindo falar com Xysuke, pois muitas coisas aconteceram em minutos... O rapaz, parente de Harima, Hikaro chegara também na pensão... Harima atacou do nada Ali C no País das maravilhas, e ela percebeu que estava sem paciência nenhuma... Desde quando tinha esse tipo de sentimento? Sempre fora calma, tranquila (hahah ela que pensa) mas agora estava com os nervos a flor da pele, como diziam. Mokona ficou olhando toda a cena de Xysuke tentando parar o amigo, achando que ele estava certo em tentar ajudar. Virou para Hikaru e disse:*

Mokona: - Eu acho que não vem mais ao caso falar o que ia falar, só vou avisar que vou viajar com eles, mas faço isso depois. Na verdade eu tava era afim de dar um pau em todo mundo, mas vou me conter! Vou pro meu quarto...  nhu  Você lembra do seu, certo?

*Nisso Sarah entra falando que Talim estava tendo um piti... vai saber o por quê...  nhu Se eu for me envolver com isso, vou acabar matando alguém... eles que são humanos que se entendam...

Será que essa falta de paciência era influência de Arthuria? Mas ela sempre esteve dentro daquele corpo... porém adormecido... é podia ser isso sim... Bem, faria o desdobramento, e logo ficaria melhor!

Ela foi buscar algumas coisas que precisava na lojinha dos Senhores Raposa... esse ritual não era nada fácil, ainda mais tendo que dividir a própria alma... A lista de ingredientes era enorme!

Ela foi até o templo ali perto, e abriu um portal para a dimensão em que os Senhores Raposa viviam. Não foi difícil encontrá-los...*



         




*Mokona notou que sentia-se extremamente feliz ali naquele ambiente. Fazia muito tempo que não viajava por dimensões, e não fazia idéia de como aquilo a deixava bem! Não estava mais tão confortável no corpo de bichinho de pelúcia como antes, pois fazia mais de ano que ela permanecia no corpo "Human Style". Ela comeu com vontade a comida oferecida pelo youkai, e depois passou a ele a listinha de compras:*

- 10 insensos
- 1kg de sal rosa da Malásia
- 2 potes de cerâmica feitos do vulcão Eyafjallajökull
- 2 cabeças de rato da Ilha de Hikutoka
- 3 unhas de dragão
- Sopro do fantasma de Hikurama
Entre outros tantos ingredientes. Ele colocou tudo na sacola, e se transformando novamente em humana, Mokona lhe entregou seu pagamento. Um par de brincos.




Kitsune-sama: - Ooohhh!!!! Os brincos da Princesa da Lua! Mas como conseguiu tal artefato?
Mokona: - Eu a ajudei certa vez, então ela gentimelmente me cedeu como presente! Ele tem grande poder, você sabe!


*Kitsune agradeceu curvando-se diante de Mokona, que retribuiu com o mesmo gesto. Ela caminhou alguns metros, e abriu o portal para voltar à Pensão. A noite seria perfeita para o ritual, pois era noite de Lua Cheia... Mokona foi para seu quarto, preparar-se... Esperava que tudo desse certo... Deixou um bilhete na porta do quarto:*


_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ali Al-Said Samir

avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 40
Idade : 34
Data de inscrição : 14/08/2009

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Jul 14, 2014 3:59 pm

ON:

* Sarah corria para dentro da Pensão, tentando me encontrar o mais rápido que podia. Enquanto isso, na Onsen, Talim teria ficado muito surpresa ao ver Shuuji usar sua técnica contra ela. Ela teria parado e analisado a situação e a habilidade do oponente, além de seu poder, para depois planejar seus movimentos. Mas isso se ela estivesse em seu normal. Em seu estado de fúria, Talim apenas vira sua presa errar seu golpe e dar as costas para ela após se curvar e falar algo que ela não entendera direito (já que ela fala japonês um pouco mal). Ela aumentou mais a força do vento à sua volta e correu na direção de Shuuji*

---------------------------------------------------------------------------

*Enquanto isso, chegávamos à conclusão do conflito que acontecera na sala. Minha garganta doía, apesar de Harima ter me soltado. Mas meu orgulho doía mais, depois da bronca de Xysuke. Tudo que ele falara era a mais pura verdade. Eu tinha simplesmente deixado minhas convicções de lado e não reagido; é claro, talvez se tivesse reagido, eu e Harima estivéssemos nos esmurrando um ao outro, mas a questão é que eu simplesmente me entregara, desistira de tudo... por minhas próprias fraquezas. Minhas convicções eram tão fracas assim? Eu era tão fraco assim? Como eu poderia cumprir minha missão, se diante do primeiro obstáculo eu simplesmente desistia? Eu sentia uma imensa vontade de chorar, mas não foi o que fiz. Naquele momento, ainda deitado no chão, eu olhei para minha mão aberta enquanto a fechava lentamente: eu havia finalmente me decidido*

Ali (pensando): Está na hora... de eu começar minha verdadeira Jihad.


*Em pé a meu lado, Harima falava*

Harima: Eu sei o que pretendem e este foi um dos motivos do meu retorno, meu cajado precisa ser consertado e recuperado, e já que vocês estão em missão parecida eu realmente gostaria que me deixassem ir junto, só não sabia que Ali estaria aqui também. Espero mesmo que tenha mudado, rapaz, se você for 1/3 do que Az foi pra mim, você não apenas terá um bom aliado mas um bom amigo, espero que nós não nos matemos durante a viagem, agora, com licença, vou preparar minhas coisas para viajar.

*Não consigo evitar um sorriso*

Ali (Pensando): "Rapaz"... sou mais velho que você, "moleque"... mas eu não imaginava que Harima também estava numa busca semelhante à minha e de Xysuke... pelo visto meu pai realmente tinha razão, e eu decidi começar a busca no lugar certo. Mas... tem outra coisa me incomodando...

"não me estranharia se Talim-chan estivesse certa...se o Az realmente fosse mais forte que você."


"se você for 1/3 do que Az foi pra mim, você não apenas terá um bom aliado mas um bom amigo"

Ali (pensando): Az, Az... continuo sendo comparado a ele... incrível o quanto seus amigos confiam nele... afinal, o que é que ele...


*Antes que eu pudesse dizer ou pensar qualquer coisa, todos sentimos a Pensão tremer. Eu me levanto de supetão sentindo aquilo*

Ali: Esse Ki é... oh não!

*Naquele instante, Sarah aparece correndo e gritando*

Sarah: Essa não! Talim-chan está fora de controle! Ali, talvez você seja o único que pode detê-la, antes que ela destrua a pensão!
Xysuke: Essa é uma boa oportunidade de mostrar ao Harima que você se importa.
Ali: O QUÊ? Como eu temia... IAllah!

*Saio correndo em direção à Onsen guiado por Sarah; eu estava mais preocupado é com Talim: seu poder, se descontrolado, era capaz de rivalizar com o meu até certo ponto! A meio caminho da Onsen, sentimos mais uma tremor na Pensão e, quando finalmente chegamos lá, vemos Haruka dando um pancada na cabeça de Shuuji com um leque de papel (!?), com Talim desmaiada do lado. Eu podia notar que um dos braços de Haruka estava bem machucado; provavelmente ela conseguiu nocautear Talim antes que o pior acontecesse, mas se feriu no processo. Me arrepio só de pensar na força sobre-humana que aquela mulher tem...*



Haruka: E da próxima vez que se desculpar, o faça e espere a resposta do ofendido! Aliás, de preferência, tente não ofender nossas visitas!
Ali: Sahib Haruka...

Haruka: Ah, Ali, que bom que veio... eu estava aqui ensinando boas maneiras ao irmão do Harima-san. Por sorte, nada demais aconteceu... cuide de Talim, eu a fiz desmaiar, mas acredito que em uma ou duas horas ela acorde.
Ali: Mac Allah... e quanto a...
Haruka: Não se preocupe comigo, não é nada sério. Quanto a você, mocinho (falando com Shuuji), vou contar tudo a seu irmão, entendeu? Aliás, você vai contar a ele as coisas que aconteceram aqui agora mesmo!

*Pego Talim nos braços e a levo para a sala de estar, enquanto Haruka continua dando bronca em Shuuji, desta vez acompanhada de Sarah. Havia alguma coisa naquele menino que tinha me surpreendido, embora Haruka o estivesse disciplinando, eu sentia que ele tinha muito a esconder, em parte devido à autoridade de Haruka; quando olhei para ele, foi quase como se eu tivesse olhado para um abismo nebuloso, cuja profundidade eu não conseguia enxergar. Era quase a mesma sensação que eu tinha quando olhava para Gogo (off: lembrando que Shuuji e Gogo têm poderes parecidos até certo ponto). Deixando esses pensamentos de lado, continuo levando Talim para a sala de estar. Chegando lá, vejo Seta e Xysuke e coloco Talim deitada no sofá.*

Seta: Como ela está?
Ali: Tudo bem, só apagada mesmo. Temos que agradecer à sahib Haruka, sem ela esta Pensão teria voado pelos ares por causa deste monstrinho que está dormindo aqui. Seja como for, o avião já está consertado, sahib Xysuke. Podemos partir a hora que quiser, depois que arrumar suas malas. Ah, e as do sahib Harima também, pelo que entendi ele também virá conosco.



OFF: Pessoal, antes que eu me esqueça ou alguém pense que sou um terrorista ou coisa assim, no momento que o Ali pensou Jihad ele não estava pensando em travar uma "guerra santa contra os inimigos do Islã", este é um conceito errado atribuído à palavra; o verdadeiro significado de Jihad é que ela é um conceito essencial do islamismo e significa "empenho", "esforço". Pode ser entendida como uma luta, mediante vontade pessoal, de se buscar e conquistar a fé perfeita. Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jihad

Continuem...

_________________


"Mac Allah(Poderoso é Deus)... eu sou apenas Seu humilde servo."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Jul 14, 2014 5:16 pm

** Harima fez suas malas, despediu-se de Lana e prometeu voltar o mais rápido possível, e com a menor quantidade de ferimentos que conseguir, desceu até a sala puxando Shuuji pela orelha e perguntou...**

Harima: Xysuke, para onde exatamente estamos indo? considerando que nosso artefatos possam estar em lugares diferentes, pode ser perigoso nos separarmos cedo demais, o que um inimigo mais deseja é um grupo desunido, no mais, eu e Shujji (ainda pendurado pela orelha e todo esfolado da 'bronca' que levou do seu irmão pelo ocorrido com Talim) estamos prontos para ir.

**Harima se volta para Ali**

Harima: ah, Ali, por favor, quando Talim acordar, peça desculpas pela forma desrespeitosa com a qual ele a tratou, ele acha que ser o 'copião da família' lhe dá o direito de ser mal-educado.

Shuuji: eu pedi desculpas a ela, até chamei ela de princesa! ela que não entendeu!

Harima: Calado! **da um sopapo em Shuuji** Volte a incomodar desse jeito eu faço você ter saudade de ter ficado preso na academia de Kansai!

Shuuji: ....

**Não vou mentir, sou péssimo para ler expressões faciais, mas falar a palavra Kansai fez Xysuke suar frio e para Ali trouxe uma expressão de deja vú, será que ele conhecia o pessoal de lá? se conhecesse, saberia o que são as prisões de lá e de como os que lá ficam saem um tanto 'atordoados' da experiência**

Harima: olha, Ali... **soltando shuuji no chão e jogando-o no sofá** eu não estou na minha normalidade, desde que estou sem meu cajado as coisas não tem sido fáceis, e Miguel ainda me importuna de vez em quando, normalmente em momentos que estou prestes a me corromper, não sei se sou uma bomba-relógio ou o que, mas seja o que tivermos que fazer, é melhor fazermos logo.

____________________________________________

Sem movimentos para Hikaro e Daphne, continuem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Em busca das armas sagradas
Voltar ao Topo 
Página 3 de 15Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9 ... 15  Seguinte
 Tópicos similares
-
» 4º Alteração à Lei das Armas acaba de ser aprovada
» ABC das armas
» Transporte de armas.
» almas das armas desportivas e de caça: quais são as diferenças
» Cofres para Armas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hinata Sou ~ Wellcome :: ~ Navegando Na Pensão ~ :: *~* Aventuras Aqui *~*-
Ir para: