Pensionato de loucos... você entra e viaja nas mais loucas aventuras criadas por nossos consciêntes! Baseado na história original de Ken Akamatsu ~ LOVE HINA XD Divirta-se!
 
HallInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Em busca das armas sagradas

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9 ... 15  Seguinte
AutorMensagem
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 489
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Ter Jul 08, 2014 9:13 pm

- HARIMA, NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!



Xysuke temeu pelo pior ao ver Harima prestes a realmente matar Ali, se ninguém fizesse nada. Sabia que Az jamais se permitia tirar uma vida. Mas Harima já eram outros 500. Ficou surpreso e confuso ao ver Ali não reagir para proteger a própria vida diante da intenção assassina de Harima. Não parecia que Ali estava debochando, insinuando que Harima não seria capaz de matá-lo. Era mais como...se Ali realmente estivesse aceitando sua morte. Xysuke compreendia os sentimentos de Harima...depois do que aconteceu em Israel, seria muito estranho todos os pensionistas receberem Ali de braços abertos na nossa própria casa, e ninguém, no mínimo querer a cabeça dele. Mas ele não podia deixar que Harima metesse os pés pelas mãos. A missão deles, a viagem, tudo seria em vão se Ali morresse naquele momento, agora. Além disso, Xysuke acreditava que Ali não merecia ESSE TIPO de punição.

Xysuke correu até Harima e o segurou por baixo dos ombros, tentando, a todo custo, afastá-lo e fazê-lo tirar seu pé do pescoço de Ali, que estava quase morrendo de asfixia.

- Por favor, não mate o Ali! Ele veio em missão de paz! Ele não é nosso inimigo! Eu sei que você não confia nele, depois de tudo o que aconteceu, mas pelo menos dê uma chance pra ele se explicar! Existe uma explicação pra tudo o que ele fez! Ele estava sendo manipulado pelo seu irmão Abubu! Por isso, ele fez o que fez! Ali não é uma pessoa ruim! Agora, ele é nosso aliado! Dê uma chance a ele, Harima, por favor! Não faça isso por ele, faça isso por nós! Se a Lana-nee estivesse aqui agora, diria a mesma coisa que eu! Por favor, acalme-se, Harima!

Xysuke percebe que Harima se acalmou, ao menos um pouco e, apesar de não ter se afastado, deixou Ali respirar novamente.

- Eu tenho certeza que Ali se sente muito mal consigo mesmo, por tudo o que fez. Ele é um homem com consciência e responsabilidade, e deve estar se culpando mais do que todos nós juntos poderíamos culpá-lo. Tudo bem que ele colocou as nossas vidas e a das pessoas que amamos em perigo, mas felizmente o pior não aconteceu. Devemos olhar para o presente, sem esquecer o passado, mas buscando construir um melhor futuro. Ali busca redenção pelos seus atos, e esse é o motivo dele estar aqui hoje. Se minhas palavras não são suficientes para convencer você, deixe que as ações dele o sejam, e nos acompanhe na nossa viagem, para que, então, você testemunhe com seus próprios olhos. Ali e eu estamos prestes a sair em uma jornada para encontrar um mestre de armas capaz de consertar a Zulfiqar e o Kali-Yuga. Além de nós dois, irão nos acompanhar Talim-chan, que veio com Ali, e a Mo-chan. Se você quiser nos acompanhar, será bem vindo.

Nesse meio tempo, Xysuke já havia soltado Harima e se afastado. Era melhor nem mencionar a Harima que, agora, Ali era o DONO da pensão...era capaz de Harima pegar suas malas, que nem devem ter sido desfeitas ainda, e ir embora pela mesma porta pela qual entrou. Enquanto deixava ele processar todo o discurso que foi meio que obrigado a ouvir, Xysuke olhou para Ali com cara de poucos amigos, e soltou.

- E você? Qual é o seu problema? Desistindo da própria vida, assim, na moral? Que tal ter um pouco mais de amor a vida, e pensar nas consequências dos seus atos, para as pessoas ao redor? Acha que sua morte é o fim de tudo, e tá resolvido? Como acha que ficará a Talim, que te ama, e sonha com o dia em que irá se casar com você? ....ah, tá, que você não percebeu ¬¬......como ficará Gogo, que está te esperando em casa? Como ficarão as pessoas de sua família, que acreditam em você, e no sucesso da sua missão? Como ficará a Zulfiqar, que continua sob seus cuidados, mesmo nesse estado? Como ficará nossa missão? Você se deu ao trabalho de vir até o Japão, trazendo Talim junto, para desistir antes mesmo de começar? Seta-san trouxe o avião dele aqui a troco de nada? Então seu acerto de contas com o Az era tudo papo furado? (Ele me contou) E aquela história de se tornar cada vez mais forte, o Avatar que a Terra precisa, o defensor da humanidade, o servo que deixará Allah orgulhoso? Com esse seu pensamento derrotista, não me estranharia se Talim-chan estivesse certa...se o Az realmente fosse mais forte que você. Quer resolver seus assuntos com ele, não quer? Então, sem essa de ficar achando que a sua morte vai resolver todos os problemas que você causou. E daí que você fez coisas horríveis, fez gente sofrer, etc? Todos cometemos nossos erros, e criamos nosso demônios, que carregaremos pra vida inteira. Então, cabe a nós não desistir tão fácil assim, e corrigir os erros com ações, não com nossa morte. Com suor, não com sangue. Se a morte de pessoas fizesse algum bem ao mundo, Hitler seria um herói. Não vou deixar que você desista da própria vida assim, tão fácil. Você agora é um aliado dos Hinata Warriors...e um amigo no qual eu passei a acreditar, desde que conheci sua verdadeira pessoa, na nossa batalha anterior contra você e seu irmão.

Xysuke termina o seu discurso, e fica esperançoso de que consegiu evitar uma tragédia baseada em um mal entendido não explicado. Enquanto ele se pergunta qual será a resposta de Harima, o tornado criado por Talim começa a soprar ao redor da pensão. Sarah chega correndo e conta o que aconteceu na onsen.

- Essa não! Talim-chan está fora de controle! Ali, talvez você seja o único que pode detê-la, antes que ela destrua a pensão! Essa é uma boa oportunidade de mostrar ao Harima que você se importa.


Xysuke pensa.

- Eu não acredito...Talim-chan tem todo esse poder? Quem iria imaginar? Ela pode fazer a pensão inteira simplesmente desaparecer, se quiser...eu espero que não seja tarde.

Xysuke observa Ali, para ver o que ele iria fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qua Jul 09, 2014 3:35 pm

**Harima estava tomado pelo ódio, mas ainda assim, os pedidos de todos o alcançaram, ainda assim estava com os dois pés atras com ele**

Harima: Eu sei o que pretendem e este foi um dos motivos do meu retorno, meu cajado precisa ser consertado e recuperado, e já que vocês estão em missão parecida eu realmente gostaria que me deixassem ir junto, só não sabia que Ali estaria aqui também.

**Harima tira o pé do pescoço de Ali e olha em seus olhos**

Harima: espero mesmo que tenha mudado, rapaz, se você for 1/3 do que Az foi pra mim, você não apenas terá um bom aliado mas um bom amigo, espero que nós não nos matemos durante a viagem, agora, com licença, vou preparar minhas coisas para viajar.

**Harima sobe as escadas de volta ao quarto**

Harima: Az... onde diabos você esta?
__________________________________________________________________________________________________________________

**Hikaro estava branco feito queijo minas após o surto de Harima, após seu irmão sair, ele se senta ao Lado de Seta-san**

Hikaro: ufff.... Seta-san, meu irmão ainda vai nos matar de preocupação! Ele anda muito explosivo, desde que está sem o seu cajado.

Seta: yare yare...

Hikaro: Ainda não encontrei Luna e presumo que a viagem de vocês não será uma das coisas mais simples.

Seta: simples... é, realmente... não é a melhor palavra para descrever, dentre todos os seus irmãos você sempre foi o mais contido.

Hikaro: ajuizado, você quiz dizer.

Seta: haha, e quando você vai contar sua preocupação?

Hikaro: você é reparador, hein? Harima-san já sabe, eu vim apenas fazer uma visita com ele, estarei fora um tempo, há um torneio acontecendo e pretendo participar (e assim eu tiro ele da historia por um tempo, há!), mas controla-lo não será tarefa fácil, eu explico o porque:

**flashback - fundo negro com imagens sombreadas**

O Millenium Master tem o poder máximo entre todos os magos, mas com isso ele também convive com uma maldição conhecida como a Maldição de Houdini, onde o poder adquirido corrompe e transforma seus usuários, o cajado não apenas serve para conjuração, mas controle deste poder para que não corrompa a alma da pessoa, afinal a cabeça é facil de convencer, mas o coração...

*fim do flashback*

Hikaro: gostou do flashback?

Seta: achei que podia ter um som também

Hikaro: na próxima talvez... o que quero dizer é que a irritação extrema dele está ligada a falta do cajado, ele está sem o cajado a pelo menos 3 anos, partido durante seu treinamento e roubado após um tempo de meditação.

Seta: hm... pode deixar, vamos fazer assim, Harima vai com Shuuji e eu explico tudo pra ele no avião, que tal?

Hikaro: Agradeço! Assim posso competir em paz, não posso dar adeus a todos, faça isso em meu lugar!

Seta: farei, obrigado!

Hikaro: eu é que agradeço!

**Hikaro se levanta e sai**

Seta: yare yare, este vai fazer falta...
_______________________________________________________________________________________________________________

** Shuuji estava realmente impressionado com o poder de Talim, seu Killer Wind quase lhe fez virar um eunuco, mas ele também tinha uma carta na manga **

Shuuji: eu estou impressionado com você **corre e pega uma toalha do onsen para se cobrir**, mas pelo visto você é realmente novata por aqui, já que não conhece meu poder...Killer Wind!

**Apesar de tudo Shujji, não mira em Talim, mas sim em um velho carvalho que ficara fora do onsen, causando a mesma explosão e caindo em pedaços**

Shuuji: Não preciso contar meu poder, se souber pensar, verá que sou potencialmente o mais forte daqui, apenas de que não controlo todo o meu poder, mas um dia conseguirei, no mais...

**Shuuji anda até a frente de Talim e faz uma reverência**

Shujji: Gomene, Hime-sama, ore wa Shuuji Kenji. Yoroshiku!

**Shuuji sai calmamente do onsen como se nada tivesse acontecido**

Shuuji: **pensamento** - Ainda bem que a pose de confiante deu certo!
___________________________________________________________________________________________________________

**Sem movimentos para Daphne, presa na caverna das mãos do macaco**

Continuem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mokona
Auxiliar da Gerência ^.^
avatar

Leão Cabra
Número de Mensagens : 514
Idade : 26
Localização : Pensão Hinata
Emprego/lazer : Dai Suki Tea House/Namorar
Humor : >.<
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Jul 10, 2014 11:51 am

*Mokona acaba não conseguindo falar com Xysuke, pois muitas coisas aconteceram em minutos... O rapaz, parente de Harima, Hikaro chegara também na pensão... Harima atacou do nada Ali C no País das maravilhas, e ela percebeu que estava sem paciência nenhuma... Desde quando tinha esse tipo de sentimento? Sempre fora calma, tranquila (hahah ela que pensa) mas agora estava com os nervos a flor da pele, como diziam. Mokona ficou olhando toda a cena de Xysuke tentando parar o amigo, achando que ele estava certo em tentar ajudar. Virou para Hikaru e disse:*

Mokona: - Eu acho que não vem mais ao caso falar o que ia falar, só vou avisar que vou viajar com eles, mas faço isso depois. Na verdade eu tava era afim de dar um pau em todo mundo, mas vou me conter! Vou pro meu quarto...  nhu  Você lembra do seu, certo?

*Nisso Sarah entra falando que Talim estava tendo um piti... vai saber o por quê...  nhu Se eu for me envolver com isso, vou acabar matando alguém... eles que são humanos que se entendam...

Será que essa falta de paciência era influência de Arthuria? Mas ela sempre esteve dentro daquele corpo... porém adormecido... é podia ser isso sim... Bem, faria o desdobramento, e logo ficaria melhor!

Ela foi buscar algumas coisas que precisava na lojinha dos Senhores Raposa... esse ritual não era nada fácil, ainda mais tendo que dividir a própria alma... A lista de ingredientes era enorme!

Ela foi até o templo ali perto, e abriu um portal para a dimensão em que os Senhores Raposa viviam. Não foi difícil encontrá-los...*



         




*Mokona notou que sentia-se extremamente feliz ali naquele ambiente. Fazia muito tempo que não viajava por dimensões, e não fazia idéia de como aquilo a deixava bem! Não estava mais tão confortável no corpo de bichinho de pelúcia como antes, pois fazia mais de ano que ela permanecia no corpo "Human Style". Ela comeu com vontade a comida oferecida pelo youkai, e depois passou a ele a listinha de compras:*

- 10 insensos
- 1kg de sal rosa da Malásia
- 2 potes de cerâmica feitos do vulcão Eyafjallajökull
- 2 cabeças de rato da Ilha de Hikutoka
- 3 unhas de dragão
- Sopro do fantasma de Hikurama
Entre outros tantos ingredientes. Ele colocou tudo na sacola, e se transformando novamente em humana, Mokona lhe entregou seu pagamento. Um par de brincos.




Kitsune-sama: - Ooohhh!!!! Os brincos da Princesa da Lua! Mas como conseguiu tal artefato?
Mokona: - Eu a ajudei certa vez, então ela gentimelmente me cedeu como presente! Ele tem grande poder, você sabe!


*Kitsune agradeceu curvando-se diante de Mokona, que retribuiu com o mesmo gesto. Ela caminhou alguns metros, e abriu o portal para voltar à Pensão. A noite seria perfeita para o ritual, pois era noite de Lua Cheia... Mokona foi para seu quarto, preparar-se... Esperava que tudo desse certo... Deixou um bilhete na porta do quarto:*


_________________
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ali Al-Said Samir

avatar

Capricórnio Porco
Número de Mensagens : 40
Idade : 34
Data de inscrição : 14/08/2009

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Jul 14, 2014 3:59 pm

ON:

* Sarah corria para dentro da Pensão, tentando me encontrar o mais rápido que podia. Enquanto isso, na Onsen, Talim teria ficado muito surpresa ao ver Shuuji usar sua técnica contra ela. Ela teria parado e analisado a situação e a habilidade do oponente, além de seu poder, para depois planejar seus movimentos. Mas isso se ela estivesse em seu normal. Em seu estado de fúria, Talim apenas vira sua presa errar seu golpe e dar as costas para ela após se curvar e falar algo que ela não entendera direito (já que ela fala japonês um pouco mal). Ela aumentou mais a força do vento à sua volta e correu na direção de Shuuji*

---------------------------------------------------------------------------

*Enquanto isso, chegávamos à conclusão do conflito que acontecera na sala. Minha garganta doía, apesar de Harima ter me soltado. Mas meu orgulho doía mais, depois da bronca de Xysuke. Tudo que ele falara era a mais pura verdade. Eu tinha simplesmente deixado minhas convicções de lado e não reagido; é claro, talvez se tivesse reagido, eu e Harima estivéssemos nos esmurrando um ao outro, mas a questão é que eu simplesmente me entregara, desistira de tudo... por minhas próprias fraquezas. Minhas convicções eram tão fracas assim? Eu era tão fraco assim? Como eu poderia cumprir minha missão, se diante do primeiro obstáculo eu simplesmente desistia? Eu sentia uma imensa vontade de chorar, mas não foi o que fiz. Naquele momento, ainda deitado no chão, eu olhei para minha mão aberta enquanto a fechava lentamente: eu havia finalmente me decidido*

Ali (pensando): Está na hora... de eu começar minha verdadeira Jihad.


*Em pé a meu lado, Harima falava*

Harima: Eu sei o que pretendem e este foi um dos motivos do meu retorno, meu cajado precisa ser consertado e recuperado, e já que vocês estão em missão parecida eu realmente gostaria que me deixassem ir junto, só não sabia que Ali estaria aqui também. Espero mesmo que tenha mudado, rapaz, se você for 1/3 do que Az foi pra mim, você não apenas terá um bom aliado mas um bom amigo, espero que nós não nos matemos durante a viagem, agora, com licença, vou preparar minhas coisas para viajar.

*Não consigo evitar um sorriso*

Ali (Pensando): "Rapaz"... sou mais velho que você, "moleque"... mas eu não imaginava que Harima também estava numa busca semelhante à minha e de Xysuke... pelo visto meu pai realmente tinha razão, e eu decidi começar a busca no lugar certo. Mas... tem outra coisa me incomodando...

"não me estranharia se Talim-chan estivesse certa...se o Az realmente fosse mais forte que você."


"se você for 1/3 do que Az foi pra mim, você não apenas terá um bom aliado mas um bom amigo"

Ali (pensando): Az, Az... continuo sendo comparado a ele... incrível o quanto seus amigos confiam nele... afinal, o que é que ele...


*Antes que eu pudesse dizer ou pensar qualquer coisa, todos sentimos a Pensão tremer. Eu me levanto de supetão sentindo aquilo*

Ali: Esse Ki é... oh não!

*Naquele instante, Sarah aparece correndo e gritando*

Sarah: Essa não! Talim-chan está fora de controle! Ali, talvez você seja o único que pode detê-la, antes que ela destrua a pensão!
Xysuke: Essa é uma boa oportunidade de mostrar ao Harima que você se importa.
Ali: O QUÊ? Como eu temia... IAllah!

*Saio correndo em direção à Onsen guiado por Sarah; eu estava mais preocupado é com Talim: seu poder, se descontrolado, era capaz de rivalizar com o meu até certo ponto! A meio caminho da Onsen, sentimos mais uma tremor na Pensão e, quando finalmente chegamos lá, vemos Haruka dando um pancada na cabeça de Shuuji com um leque de papel (!?), com Talim desmaiada do lado. Eu podia notar que um dos braços de Haruka estava bem machucado; provavelmente ela conseguiu nocautear Talim antes que o pior acontecesse, mas se feriu no processo. Me arrepio só de pensar na força sobre-humana que aquela mulher tem...*



Haruka: E da próxima vez que se desculpar, o faça e espere a resposta do ofendido! Aliás, de preferência, tente não ofender nossas visitas!
Ali: Sahib Haruka...

Haruka: Ah, Ali, que bom que veio... eu estava aqui ensinando boas maneiras ao irmão do Harima-san. Por sorte, nada demais aconteceu... cuide de Talim, eu a fiz desmaiar, mas acredito que em uma ou duas horas ela acorde.
Ali: Mac Allah... e quanto a...
Haruka: Não se preocupe comigo, não é nada sério. Quanto a você, mocinho (falando com Shuuji), vou contar tudo a seu irmão, entendeu? Aliás, você vai contar a ele as coisas que aconteceram aqui agora mesmo!

*Pego Talim nos braços e a levo para a sala de estar, enquanto Haruka continua dando bronca em Shuuji, desta vez acompanhada de Sarah. Havia alguma coisa naquele menino que tinha me surpreendido, embora Haruka o estivesse disciplinando, eu sentia que ele tinha muito a esconder, em parte devido à autoridade de Haruka; quando olhei para ele, foi quase como se eu tivesse olhado para um abismo nebuloso, cuja profundidade eu não conseguia enxergar. Era quase a mesma sensação que eu tinha quando olhava para Gogo (off: lembrando que Shuuji e Gogo têm poderes parecidos até certo ponto). Deixando esses pensamentos de lado, continuo levando Talim para a sala de estar. Chegando lá, vejo Seta e Xysuke e coloco Talim deitada no sofá.*

Seta: Como ela está?
Ali: Tudo bem, só apagada mesmo. Temos que agradecer à sahib Haruka, sem ela esta Pensão teria voado pelos ares por causa deste monstrinho que está dormindo aqui. Seja como for, o avião já está consertado, sahib Xysuke. Podemos partir a hora que quiser, depois que arrumar suas malas. Ah, e as do sahib Harima também, pelo que entendi ele também virá conosco.



OFF: Pessoal, antes que eu me esqueça ou alguém pense que sou um terrorista ou coisa assim, no momento que o Ali pensou Jihad ele não estava pensando em travar uma "guerra santa contra os inimigos do Islã", este é um conceito errado atribuído à palavra; o verdadeiro significado de Jihad é que ela é um conceito essencial do islamismo e significa "empenho", "esforço". Pode ser entendida como uma luta, mediante vontade pessoal, de se buscar e conquistar a fé perfeita. Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jihad

Continuem...

_________________


"Mac Allah(Poderoso é Deus)... eu sou apenas Seu humilde servo."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Jul 14, 2014 5:16 pm

** Harima fez suas malas, despediu-se de Lana e prometeu voltar o mais rápido possível, e com a menor quantidade de ferimentos que conseguir, desceu até a sala puxando Shuuji pela orelha e perguntou...**

Harima: Xysuke, para onde exatamente estamos indo? considerando que nosso artefatos possam estar em lugares diferentes, pode ser perigoso nos separarmos cedo demais, o que um inimigo mais deseja é um grupo desunido, no mais, eu e Shujji (ainda pendurado pela orelha e todo esfolado da 'bronca' que levou do seu irmão pelo ocorrido com Talim) estamos prontos para ir.

**Harima se volta para Ali**

Harima: ah, Ali, por favor, quando Talim acordar, peça desculpas pela forma desrespeitosa com a qual ele a tratou, ele acha que ser o 'copião da família' lhe dá o direito de ser mal-educado.

Shuuji: eu pedi desculpas a ela, até chamei ela de princesa! ela que não entendeu!

Harima: Calado! **da um sopapo em Shuuji** Volte a incomodar desse jeito eu faço você ter saudade de ter ficado preso na academia de Kansai!

Shuuji: ....

**Não vou mentir, sou péssimo para ler expressões faciais, mas falar a palavra Kansai fez Xysuke suar frio e para Ali trouxe uma expressão de deja vú, será que ele conhecia o pessoal de lá? se conhecesse, saberia o que são as prisões de lá e de como os que lá ficam saem um tanto 'atordoados' da experiência**

Harima: olha, Ali... **soltando shuuji no chão e jogando-o no sofá** eu não estou na minha normalidade, desde que estou sem meu cajado as coisas não tem sido fáceis, e Miguel ainda me importuna de vez em quando, normalmente em momentos que estou prestes a me corromper, não sei se sou uma bomba-relógio ou o que, mas seja o que tivermos que fazer, é melhor fazermos logo.

____________________________________________

Sem movimentos para Hikaro e Daphne, continuem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ling Chan

avatar

Áries Cabra
Número de Mensagens : 22
Idade : 27
Localização : Tókio - Hinata
Emprego/lazer : Chutar a bunda de gente chata
Humor : ¬¬°
Data de inscrição : 23/06/2009

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Jul 14, 2014 9:26 pm

Alguém cresceu muito...

Imaginem a cena de chegar em casa, depois de um dia inteiro de trabalho de fotos para uma revista, e ainda treinar com a sua banda em um apartamento cenário pequeno... Descobrir que seu quarto estava revirado do avesso... E ainda com algumas coisas "Estranhas" sob o cobertor...

- LANAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!! - Um tremor vulcânico invade a pensão naquele momento.

Ling desce as escadarias correndo... Revê todas as cenas como um filme loucamente rápido, a briga de Harima...

- Nii san??? - Surpresa.

O avião de seta... Gente nova... Mokona usando drogas e indo viajar no mundo da imaginação... Literalmente Ling presenciou quase tudo...

- PÔ PERAE! VOLTA O LP AI QUE TÁ DIFÍCIL DE ENTENDER! - Grita pra todo mundo. - LP... Eu que to velha... ¬.¬'

Olha para Ali...

- Ô ALIBABU... ¬¬ CHEGA MAIS... QUE TÁ ROLANDO NESSA BUDEGA AGORA? E O HARIMAAAAAA DEPOIS QUERO FALAR COM O SENHOR! Ò.O *GRITA MUITO ALTO*

_________________
"Só porque tenho um rostinho bonito não quer dizer que eu seja kawai..."



"Vai um chazinho? Ou um chutezinho?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchihara Sephiroth
Hóspede Vip
avatar

Aquário Cabra
Número de Mensagens : 37
Idade : 26
Localização : Templo Uchihara
Emprego/lazer : ...
Humor : Sério
Data de inscrição : 02/10/2012

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qua Jul 16, 2014 8:29 pm

Um portal do nada se abre em frente a escadaria da pensão, aos poucos, uma perna vai saindo lentamente de dentro dele, revelando aos poucos, Sephiroth, que voltava de um mundo pós apocalíptico, em um universo que digamos... meio... estranho.

- Por apenas uma espada, me mandam matar... Porcos falantes... Acho que ficarei mais de uma semana sem comer algo relacionado a suínos.

Enquanto subia as escadas, ele ficou pensando nos Uchiharas, se havia algum modo de traze-los de volta a esse mundo ou algo do gênero, ou se pelo menos alguém de lá havia sobrevivido. Perdido em seus pensamentos, ele abre a porta do local sem olhar para frente e tromba com alguém em sua frente.

- Mas que raios... - É interrompido pelo Ryuujin, paralizado e meio... duro, sem se mexer em sua frente.

- ... Fizeram uma estátua nova por aqui ? - Ele o observa de lado, enquanto subia as escadas. - E pelo visto, os moradores daqui também retornaram...

Ao pisar no ultimo degrau das escadas, ele se depara com uma garota pequena em relação ao seu tamanho, correndo em sua direção.

- ... - Sem dizer nada, apena a olha de canto e passa do lado, indo em direção ao seu antigo quarto no qual ele não visitava a tempos.


[ OFF ]

Pessoal, mil desculpas por atrasar o post, me perdi totalmente no que esta acontecendo aqui, e principalmente, desculpe Xysuke por não ter te respondido. O trampo ta me matando e as vezes nem vejo o que ta rolando aqui, prometo que postarei com mais frequência daqui pra frente.  :( 

_________________

Só o tempo vai dizer se você merece ou não viver a esse mundo... se ele não cumprir esse papel, eu mesmo o farei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Jul 17, 2014 9:19 am

**Olho e vejo uma confusão instaurada, Hikaro havia saído, Shuuji esta no sofá e Ali e Xysuke não se decidiam no que iam fazer da vida, já que eu estava pronto para ir e cada vez mais impaciente, sem contar os novos moradores que estavam como um dois de paus na porta**

** OFF: a impaciencia dele será uma constante até o cajado voltar **

** Quando derrepente, Ling... ela tava muito maior, em qualquer lado! Nem todo mundo tem uma 'irmã' dessas! mas... ora bolas! o que pensei eu? pervertido! ora ora! **

Harima: Nee-chan! ** 3, 2 , 1..**

Harima: Neeeee-chan! **afofa, afofa, afofa, abraça, abraça, abraça, gira, gira, gira, joga pro alto, joga pro alto, joga pro alto** Como vc está? Você cresceu, está um mulherão! olha, eu tava e aí eu a Lana, enfim, vc entende né? Vc e Lana conversam, o Nii-san vai viajar e logo volta tá?

** é, parecia que o mau-humor só sumia com Lana e Ling, por que ao voltar para o sofá, fechou a cara **

Harima: e aí, vamos?
_____________________________________________________________________________________________________________

**Daphne continuava presa na caverna das mãos do macaco, sem poder se mover, quando teve uma ideia subita, e quem dera ter pensado, logo desejou...**

Daphne: quero que as mãos do macaco sumam para sempre!

**Ouviu-se um estralo, e num piscar de olhos, todas as mãos haviam sumido, ela reacendeu sua tocha e começou a investigar o local, em uma das paredes havia uma inscrição iguala de seu anel, um circulo como o sol, e no centro escrito LUX, nisso saltou para traz**

Daphne: estou no templo da Luz! o cajado do Nii-san está aqui! Aqui devem ser as masmorras! Então mágica aqui é algo comum! Vou tentar algo que Hari-nii me ensinou: Fiat Lux! (faça-se a luz)

**Todas as tochas se acenderam, e revelaram um longo corredor que saía do canto mais escuro da sala**

Daphne: ok, hora de explorar...
____________________________________________________________________________________________________________

Continuem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ling Chan

avatar

Áries Cabra
Número de Mensagens : 22
Idade : 27
Localização : Tókio - Hinata
Emprego/lazer : Chutar a bunda de gente chata
Humor : ¬¬°
Data de inscrição : 23/06/2009

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Jul 17, 2014 1:08 pm

*Apenas os estralos dos dedos de Ling, uma alongada no pescoço, uma alongada nas pernas e...*


- SEUUUUUUUUUUUUUUUUUU IMBECILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL!!!! *CHUTA HARIMA COM TODA A SUA FORÇA NA BUSANFA DO MESMO E O FAZ GRUDAR A CABEÇA NO TETO DE MADEIRA ATRAVESSANDO-O*

Ling, estava virada em chamas, afinal era seu poder, e respirando meio ruim devido aquele agarramento de Harima, logo que ele a viu. Estava também corada, pois, não esperava por aquilo.

- Escuta bem aqui seu Energúmeno (Endemoniado), vamos começar por partes ok?

PRIMEIRO!

- Volta para casa do nada como se tivesse vindo do além... ¬¬*

SEGUNDO!

- Me faz pensar durante um bom tempo que tinha literalmente sido assassinado por ai, ou que estivesse com outra mulher... ¬¬**

TERCEIRO!

- CHEGA NA MAIOR CARA DE PAU JÁ QUERENDO ARRUMAR BRIGA SEM ENTENDER POR%$¨% NENHUMA COMO UM LAPSO DE MEMÓRIA VIL E SAI QUERENDO ACERTAR CONTAS QUE JÁ SE RESOLVERAM A MILHÕES DE ANOS! E AINDA POR CIMA NÃO AVISOU NINGUÉM DE ONDE TAVA, NÃO MANDOU NEM SEDEX, NÃO FEZ SINAL DE FUMAÇA E AGORA QUE RECÉM VOLTOU...



Mad 


JÁ VAI SAIR DO NADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!


Off: ^_^ Sim cris essa era a vontade da Ling, já que a Lana não consegue fazer isso com o Harima porque ela se derrete pior que gelo no saara para ele.

_________________
"Só porque tenho um rostinho bonito não quer dizer que eu seja kawai..."



"Vai um chazinho? Ou um chutezinho?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lana Chan

avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 31
Idade : 30
Localização : Hinata
Emprego/lazer : Ficar em casa
Humor : ¬¬
Data de inscrição : 23/06/2009

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Jul 17, 2014 1:31 pm

*Lana estava descendo as escadas, quando recomeça a voltar para cima novamente disfarçando, ainda vestindo seu traje a lá gatinha.*


- HUH-HUH-HUH... Tem alguém furiosa... ^___^

Mesmo assim, agora se recompunha, colocando um casaco fino por cima, apenas observando de longe, ouvindo o que a prima dizia.

- humpf... -.- de certa forma ela tem razão... Ele ainda nem viu nosso filho lindo... ó.ò Moreno alto e sensual como o pai... *Falando para si mesma*

Ishizu se aproxima na forma de loba e observa Lana falando sozinha.


- Ah... Harima... E aquele rala-e-rola no quarto... *Ficando vermelha colocando a mão na face* Ai que delicia aquele %¨&$##$%@@#$% hummmm... Também naquela posição de... ¨&¨&*¨&*$%@$33$ *ficando ainda mais vermelha*

Enquando isso Ishizu tentava imaginar lana comendo um sorvete delicioso em cima do Harima. Ela virava a cabeça de um lado a outro tentando decifrar as bagaceiradas de Lana inocentemente.

- Gosto de moranguinho? *Ishizu pensava* Meio plastificado?... *Ficando ainda mais confusa.*

Logo Lana se dá conta que estava sendo reparada.

- ^_^ Um dia você vai poder experimentar também Ishi chan... huuhuhuhuhhuuhuhuhuh...

Ishizu assume a forma humana e larga: - EU NÃO! Prefiro comer carne do que comer plástico... Eu hein... Você tem problemas Lana san ¬.¬ *Vai saindo dali.*

- Comer plástico? o.O

_________________
"Melhor amar e ser amado nessa vida, do que morrer sem ter conhecido o amor!"



"Sou fiel ao meu coração."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Em busca das armas sagradas
Voltar ao Topo 
Página 3 de 15Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 9 ... 15  Seguinte
 Tópicos similares
-
» 4º Alteração à Lei das Armas acaba de ser aprovada
» ABC das armas
» Transporte de armas.
» almas das armas desportivas e de caça: quais são as diferenças
» Cofres para Armas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hinata Sou ~ Wellcome :: ~ Navegando Na Pensão ~ :: *~* Aventuras Aqui *~*-
Ir para: