Pensionato de loucos... você entra e viaja nas mais loucas aventuras criadas por nossos consciêntes! Baseado na história original de Ken Akamatsu ~ LOVE HINA XD Divirta-se!
 
HallInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Em busca das armas sagradas

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 5 ... 7, 8, 9 ... 11 ... 15  Seguinte
AutorMensagem
Akane
Finalmente Adolescente o/
avatar

Peixes Cavalo
Número de Mensagens : 64
Idade : 16
Localização : Atualmente Pensão Hinata
Emprego/lazer : ...
Humor : ...
Data de inscrição : 16/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Out 30, 2014 4:12 pm



*Akane sentia-se meio que fora de lugar. Todos na peça pareciam se entender, pareciam ser amigos, se amar, se detestar... Mas todos pareciam fazer parte do mesmo todo. Akane sabia que não fazia parte daquele todo. Mesmo sua okasa-san, parecia estar em um outro mundo.

Depois que Akane voltara a vida, e passara um tempo em forma de bebê, crescendo rapidamente, de forma inesperada, seus sentidos eram outros, ela simplesmente parecia estar em outra dimensão, separada de todos. Agora ela ajudava a todos com aquela peça estranha, sobre um macaco que nascera das lágrimas de uma Deusa. Ela mesma sentia-se assim. Ouvira várias vezes Lola contando como fora que ela renascera, mas sem acreditar. Como uma meia demônio podia estar ali novamente, podendo viver? Ironia do destino?

Bem, o que ela sabia naquele momento era que queria viajar para algum outro lugar, viver sua vida, quem sabe conseguisse crescer um pouco mais, para viver como uma adulta livre e desimpedida! Sua vida passada fora cheia de lutas, mortes e sofrimento, e desta vez ela queria aproveitar um pouco os prazeres de ser uma humana. Ela segurou no pingente que tinha no pescoço, e lembrou que aquele vampiro lhe dera como uma proteção, para que ela não sentisse mais as dores horríveis que sentira em seu corpo. Porém assim que ela voltasse para a pensão, iria se livrar daquilo, e esperar que seu corpo crescesse até atingir um tamanho descente. Faria esse sacrifício, para ter uma vida normal.

Olhando Mokona e Xysuke, sentia um pouco de inveja daquele amor. Será que um dia ela sentiria aquilo por alguém? Nem todas as suas lembranças haviam voltado... Será que ela já sentira? Não lembrava... mas tinha esperança de que sim...

Ao fechar as cortinas, depois da peça ter terminado, deixando todos os chineses que a assistiram com uma interrogação gigante em cima de suas cabeças, Akane dirigiu-se para a parte externa do teatro. Não queria ser apedrejada pela platéia!*


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Sex Out 31, 2014 1:08 pm

OFF: hora de despejar!

** o teatro se finda **

Harima: belo espetáculo, esses caras sabem mesmo como relaxar após uma briga daquelas, hunf... vejo que o festival vai fazer suas ultimas apresentações, é melhor eu ir andando para o templo, não quero perder a partida do avião.

** Harima se afasta do festival e anda naquele corredor de árvores que ligava o pátio do festival ao templo da água, porém algo o incomodava, sentia uma presença incômoda, porém familiar, instintos assassinos, mas sem desejo real de morte. Ele para de andar. **

Harima: Sei que estão me seguindo, seja quem for, não continue. Ou terei que ser impiedoso perante a vida de vocês.
???: Harima...
Harima: essa voz...
???: é Harima, papai e mamãe ficaram esperando, acham que eu vou te matar...

** Um vulto salta das árvores e rapidamente me atinge, perco o folego e fico de joelhos **

???: matar o meu irmãozinho mais novo...

Harima: Ryu... Ryu Kenji...

** Olhos negros como a noite, cabelos curtos e vestido de vestes mágicas de Kansai, Ryu era tudo que eu quis ser um dia, até o momento em que ele entrou nesta maldita escola de magia... **

Ryu: Vejo que está aproveitando a viagem, maninho, papai, mamãe eu estamos aqui para te dar um recado.
Harima: Eles estão aqui também, desde quando Kansai passou a ter a maioria Kenji?
Ryu: meu desinformado maninho, nós somos Kansai, desde sempre, você foi o primeiro a não ser, mas era triste demais achar que você era o errado da família, então nunca te contamos.
Harima: minha família é uma da família de magos fascistas e assassinos? Quem dera ter sabido antes para te-los matado logo.
Ryu: outra razão para escondermos de você.
Harima: se vocês soubessem o mal que já causaram...
Ryu: eu sei! hahahaha já disse, o desinformado aqui é você e seu precioso cajado está conosco, maninho.
Harima: para quê...
Ryu: revivermos o Life Marker, a criação da magia foi um problema e vamos concertá-lo, o Life Marker achou que magos e pessoas comuns poderiam conviver, e olha no que deu, se o revivermos ele destruirá a todos e restará apenas nós, os especiais!
Harima: você está se ouvindo! matar a humanidade por alguns poucos que tem poderes?
Ryu: Está avisado, Harima.
Harima: E espera que eu vá até Kansai? Ir até Gales novamente?
Ryu: Esperava que eu tivesse trazido o cajado, sabe de nada, inocente!

** Ryu some nas árvores **

Harima: lasqueira....

** Harima chega ao templo, um dos dobradores vai recebê-lo **

Dobrador: harima-san...eu poderia
Harima: pro inferno! some!
Dobrador: ara... por que ele está tão nervoso?

________________________________________________________________________________________________________________

** após o fim do teatro, Daphne vê Akane se escondendo e vai falar com ela **
Daphne: apedrejada? não contaria com isso Akane-chan, por sinal, você viu quem estava te assistindo?deve fazer tempo que você não vê os meus irmãos, Harima-san já foi pro templo, mas Shuuji-nii ainda está por a.. ah olha ele aí.
________________________________________________________________________________________________________________

** Shuuji nem sabia do que se tratava a peça, ainda estava encucado, como diabos ela veio parar ali? será que a louca da Makie forçou ela?
bem... ficara feliz mas, Akane estava visivelmente mais nova, o que aconteceu? **

Shuuji: eu vou lá falar com ela, hmm. olha só, acho que ela vai gostar disso... ** Paga ao dono da barraca e segue caminho **

** Me aproximo. Nervoso, como será a recepção, o que digo... oi? ou talvez: e ai?... isso é mais dificil que derrotar Metatron! Ja sei **

Daphne: ah olha ele aí.

** Parado atrás dela, coloco e prendo o colar em seu pescoço, nela um pingente em forma de uma asa de anjo, em mim, a outra asa sendo usada como brinco. Sinto como se ela estivesse estática, mas o máximo que consegui dizer foi... **

Shuuji: oo.. oi... Akane-chan. Você gostou?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 487
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qua Nov 26, 2014 6:00 pm

OFF:

Depois de muito tempo enrolando, resolvi desistir de fazer a terceira parte da peça.

Tentei mobilizar o pessoal pra fazer um mega post conjunto, mas não rolou. Um pouco por falta de disponibilidade de alguns, outro pouco por falta de vontade, que tu percebe quando tu é o único que tá realmente afim de fazer o negócio.

Enfim...

Não é correto com os demais membros do fórum ficar amarrando o tópico e impedir a história de continuar por causa de um negócio que até agora ainda não está bem definido.

O Cris já resolveu tocar o foda-se e seguir a história dele, e com toda a razão.

Só posso pedir desculpas ao pessoal que contava com esse post (em especial ao Cris, que me mandou mp cheio das expectativas, e ao Az que tá conduzindo a história, mas apesar disso sempre respeitou a política dos "turnos" em prol da participação ativa de todos)...ao menos por enquanto, vou ficar devendo esse post a vocês.

Não gosto de saber que estão esperando por mim, que algo está empacado por minha causa. Tava me comendo de dentro pra fora ficar devendo isso pra vocês até não sei quando. Já que não caguei, libero a moita, pelo menos.

Peço desculpas também pela frustração....depois de semanas, meses, esperando, ao invés de eu vir com um post que faria valer a pena a espera, jogo esse balde de água fria na cabeça de todos, dizendo que não vai mais rolar.

Pelo menos é melhor do que deixar o fórum mofar mais uma vez, depois de finalmente termos trazido ele de volta à ativa.

Vamos seguir a história normalmente, sem a terceira parte da peça. Essa é a minha decisão. Opiniões e sugestões são bem-vindas.

Obs.: os próximos a postarem podem fazer que nem o harima e a akane, que iniciaram seus posts considerando que a peça já acabou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qui Nov 27, 2014 12:02 pm

Apenas um off:

Relaxa Xy, o teatro era algo legal, realmente, mas acabou não rolando por uma série de fatores, o importante é mantermos o negócio na ativa e seguir adiante pra não deixar o negócio esfriar.

Eu sei que fim de ano é complicado, trabalhos de faculdade, empregos com horários diferenciados e obrigações familiares muitas vezes comem o tempo e até a vontade de postar, sei que após esse período de festividades, a tendência é tudo se normalizar.

Também peço que lembrem do real motivo de existir este lugar, a vida por si só já é um lugar sufocante, e se não fosse minha mulher e filha, eu sinceramente acharia o mundo um saco, porém este lugar existe para sermos o que quisermos, para poder resolver qualquer problema independente da situação, pra criar coisas e deixar sair toda nossa raiva do dia-a-dia para se tranformar em um vilão pronto para ser humilhado e aniquilado por nossos 'overpowers', ser aquilo que sonhamos um dia nem que sejam por meros 20 minutos.

Acho q é só isso, e sim, tenho grandes expectativas com o resto da aventura! Very Happy Várias coisas mirabolantes na cabeça Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akane
Finalmente Adolescente o/
avatar

Peixes Cavalo
Número de Mensagens : 64
Idade : 16
Localização : Atualmente Pensão Hinata
Emprego/lazer : ...
Humor : ...
Data de inscrição : 16/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Dez 01, 2014 8:39 am

*Akane caminhou para longe do palco, mas percebeu que outras pessoas estavam indo para o mesmo lugar que ela. Ficaria por ali a esperar que todos se reunissem, e que dessem um rumo a vinda inesperada delas. Ela tinha alguns flashs de memória, algumas vezes tinha total discernimento, outras sentia-se sua mente com a idade que o corpo tinha naquele momento. Sabia que tinha feito muito feio em insistir de ir escondida no avião, naquela viagem perigosa, e em alguns momentos sentia vergonha, e em outros ficava braba por motivo algum.

Ela sentiu alguém atrás dela, e ficou paralisada, sem saber o que fazer. Se fosse em outro momento, teria se virado rapidamente, ficando em posição de luta, mas naquele momento seu cérebro estava com problemas de wireless, e não notou a chegada da pessoa que lhe colocava algo no pescoço e lhe falava às costas:*

Shuuji: oo.. oi... Akane-chan. Você gostou?

*Akane virou para ver quem era, e franziu o senho. Aquele rosto não lhe era estranho... mas não sabia exatamente quem era. Ela abaixou o rosto para ver o que tinha ganho. Era um pingente lindo! Olhou novamente para o rapaz a sua frente, e viu que ele tinha o mesmo pingente em forma de brinco...*

Akane: - Ahhmmm me desculpa, mas eu conheço você de algum lugar?

(Shujji -->  lol!  cold  tap  jocolor  :ô.ô: )

Akane: - O pingente é lindo... mas... porque me deu? Question

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Dez 01, 2014 3:03 pm

** não vou movimentar harima, apenas um movimento entre ele e shuuji, antes disso, ele voltou ao templo, profundamente irritado e foi até uma cachoeira pra ficar pensando no que aconteceu, no mais vou respeitar os turnso e ver os próximos movimentos pra poder direcionar as proximas ações **

** Para Daphne, vale o mesmo sobre os turnos, vendo que akane e shuuji estão conversando ela decide que está de vela e sai dali, voltando ao Templo, mas vai para seu quarto onde já prepara as coisas na mala, caso precisem seguir viagem com urgência. **

** Mas já que houve movimento de akane, shuuji irá falar! **

Akane: - O pingente é lindo... mas... porque me deu?

Shuuji: ororo? pera... não se lembra que sou eu? Shuuji. Shuuji Kenji. o irmão mais novo do Harima.

Akane: não, nada me vem à cabeça no momento.

** Shuuji também não sabia o que acontecera, afinal ele ficou longe por muito tempo! era visível que Akane parecia mais nova do que na aventura anterior, mas ela tinha tantas capacidades de transformação que não sabia o que estava rolando, se era sério ou uma brincadeira, ou pior! era isso! Akane não o queria por perto! talvez ele tenha interpretado errado e ela não gostasse dele afinal, era isso, ela estava sem jeito de falar pra ele! então ele se limitou a dizer, completamente sem jeito. **

Shuuji: em..bem... a gente já se conhece, deveria lembrar, mas eu entendo, não sou tão memorável quanto meu irmão... bem... espero que tenha gostado do pingente e... se for conosco,... a gente se vê no caminho..., é... no caminho, então..bem..., tchau.

** meio andando de costas, ele toma seu caminho até perceber que poderia andar normalmente, seguindo seu caminho ao Templo, e com um misto de indignação, por que ele é tão inútil? o resto dos amigos ainda ao menos sabia seu nome e aturava o fato dele estar ali, mas ela nem ao menos isso? estava bastante chateado, nisso vê Harima, e aí o sangue ferve, e os dois armam um barraco ali no templo **

Shuuji: Ahhh olhá só quem está aí?! O Sr. Fodão! Vamos fodão! medita mais um pouco como salvar o mundo e botar pra quebrar! Por que não partir a cachoeira em dois?!

Harima: O que foi moleque? ta irritadinho por que? O que eu te fiz?

Shujji: Ah! cala a boca!

Harima: Não enche!

Shuuji: Ai que medo! Vê se não torra! é tudo culpa sua! e vê se não fica muito perto de mim!

Harima: por mim tudo bem! que foi? tomou mais um fora pra coleção, hein? ta putinho, vê se me erra, já tenho muita coisa pra pensar!

** Harima perde o controle, devido a crítica situação de seu interior corrompido e bate em shuuji impiedosamente, shuuji, acaba parando dentro do quarto de um monge, e shuuji estava visivelmente machucado **

Harima: antes que eu faça algo pior, saia de perto! se você me importunar novamente eu juro! Juro que dou um jeito de mandar de volta ou acabo contigo!

Shuuji: você tem vergonha de mim!

Harima: nesse momento eu nem gostaria que você fosse um kenji!

Shuuji: que assim seja.

** Shuuji entra em seu quarto e prepara suas malas **

** Harima num surto de revolta entra floresta a dentro para se acalmar **
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Akane
Finalmente Adolescente o/
avatar

Peixes Cavalo
Número de Mensagens : 64
Idade : 16
Localização : Atualmente Pensão Hinata
Emprego/lazer : ...
Humor : ...
Data de inscrição : 16/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Seg Dez 01, 2014 5:28 pm

*Akane esperou por Makie, Mokona e Xysuke, que eram as pessoas que ela conhecia que estavam ali. Pelo que ela tinha entendido das conversas rápidas, antes de fazerem a tal peça de teatro às pressas, era que eles tinham sido derrubados por dobradores da água... Imaginação de Akane: *



*E tinham lutado com os caras, e depois fizeram as pazes, e agora eles estavam aguardando para retornarem à viagem de avião. Akane queria pedir desculpas a todos, estava sentindo-se mal por ter feito aquilo tudo. Ela viu Makie, Mokona e Xysuke, saindo pela parte da frente do teatro, e foi atrás deles. Ela chegou perto de Makie e puxou a barra da blusa dela, com cara de cachorro que fez cocô em cima do fogão...*

(^^)

Akane: - Makie-chan... eu... queria pedir desculpas por ter tido aquele piti... e colocado a gente nessa situação... err... eu... não estou dentro da minha normalidade... se é que isso existe... Parece que sou outra pessoas às vezes... então... GOMENASAI! (oi)

Makie virou e olhou pra ele muito séria, depois deu um sorrizão de lado a lado, e a abraçou, até saltarem os olhos.

Makie: - Tuuuuuuuuuuuuuuuudo bem! Graças a você estou em uma aventura SUPER-MEGA-HIPER-LEGAL (vitoria) (viva)

Mokona: - Ok, senhora SUPER-MEGA-HIPER-LEGAL... vamos para o templo logo, antes que o pessoal vá embora sem a gente! - Ela olha para o teatro. - Não vi nem a Lola nem aquele outro carinha que estava com ela... Bem, vamos andando... Ela sabe o caminho...- Ela olha para Xysuke - Vem conosco Xy-kun?

*Enquanto caminhavam, Akane ia pensando onde vira o rosto daquele rapaz bonito que encontrara no teatro, e lhe dera aquele pingente que agora segurava com uma das mãos... Ela queria muito lembrar... muito... *

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Makie-chan

avatar

Peixes Galo
Número de Mensagens : 45
Idade : 25
Localização : Atualmente Pensão Hinata
Emprego/lazer : Estudante / Ginástica Ritmica
Humor : Sempre de ótimo humor!! ^.^
Data de inscrição : 25/08/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Ter Dez 09, 2014 5:58 pm

*Makie ainda tentava entender o que tinha dado errado em sua grande e incrível peça teatral! Ela tinha certeza que todos os papéis estavam corretos, que tinha alinhado as falas de uma maneira sutil, em que o Macaco teria um romance com a Porca, que por sinal odiava a Ogra, que parecia apaixonada pelo Monge... Tudo isso com uma pitada de comédia, tinha ficado no mínimo interessante.

A platéia ficou com uma cara de...

Rolling Eyes Rolling Eyes Shocked Shocked panic panic cherry cherry hhh hhh pru pru nhu nhu

Que ela não conseguia entender...

Pois bem, tirando uma agenda de sua bolsa, ela riscou de uma lista infinita o nome "Diretora Teatral", abaixo de "Devoradora de facas". Ela tinha tantas idéias, e tantas vontades, que tinha feito uma lista de todas as profissões possíveis, e um dia ela encontraria a sua! Procurando por um banheiro, Makie saiu do Teatro. Como uma ninja, ela se escondeu atras de um poste, pois notou Akane e um rapaz (parecido com o tal Harima), que conversavam ali perto.  



Ahhh Akane, arrasadora de corações... com seus (pelo tamanho) 12 anos, e já arrancando suspiros do homeriu! Makie daria o maior apoio se ela gostasse dele! Quando estiver mais velha (e ela ainda não entendia como ela crescera tão rápido) vai ser ainda mais linda!
Ela não ouviu muito bem o que eles conversavam, e reparou que o rapaz já estava indo embora, e tratou de sumir, pra que Akane não soubesse que ela tinha visto os dois juntos.

(hehe)  (hehe)  (hehe)  (hehe)  (hehe)  (hehe)


Ela quase esbarrou em Mokona, que conversava com Xysuke na frente do teatro. Ela ainda precisava de um banheiro, e ficou olhando pros lados tentando encontrar algo parecido. Uns minutos depois, ela sentiu alguém puxando a barra de sua blusa. Era Akane. As palavras de pedido de desculpa dela a deixaram com o coração cheio de coraçõezinhos fraternais, com a carinha da Akane...

Depois do afofamento, e da crescente vontade de ir ao banheiro, eles partiram para o tal Templo onde estavam hospedados, liderados pela Deusa Athena... digo Mokona... Para chegar no Templo, eles passaram por um vale lindo, cheio de árvores e pássaros, iluminado por lanternas, que deixava o lugar ainda mais mágico. Eles passaram por uma fonte, muito bonita, a água límpida saindo do meio de algumas rochas. Caminharam mais um pouco e o barulho de água ia aumentando. Akane ia informando que ela tinha ouvido do tal Ali Lá Akola, que Mokona-chan tinha falado pra ela, um pouco antes do teatro começar, pois Akane não sabia quem era aquele homem árabe, que tinha poderes tão incríveis.

Makie tinha reparado no tal Ali, lá na pensão mesmo, e depois ali, com a menina, Talim, ajudando o teatro. Achou o cara legal, parecia boa gente.

Saindo da floresta do morro que separava a cidade da região do tal Templo, Makie vislumbrou um enorme lago, e o barulho forte de água vinha de todos os lugares, pois eles estavam circundados por muitas cachoeiras de todos os tamanhos. Makie parou de caminhar por um minuto, aumentando o autocontrole, pois PRECISAVA MIJAR IMEDIATAMENTE!

Akane: - Makie, tá tudo bem? Cansou de caminhar até aqui? - Akane se aproximou dela, preocupada...  - Quer descansar, tomar uma água?

Makie: -   (triste)  

Mokona: - Vamos lá gente, estamos quase chegando! É lá naquele prédio, estão vendo?

Makie olhou pra onde Mokona apontava e não achou que era perto.

Makie : - Eu consigo... só não... precisava... ter... tanta... água...    (=S)

Eles caminharam mais uns 20 minutos, e Makie queria chorar... Entrando no templo, silenciosamente, Mokona levou as meninas para o quarto onde as garotas estavam hospedadas.

Makie: - Moka-chan, onde é o banheiro?  (snif)

Mokona: - Siga reto, dobre a direita, depois do espelho da parede, lá tem um banheiro.

Makie foi andando, se apertando, e quando chegou no banheiro viu-se em um cômodo com um buraco, onde tinha uma correnteza que passava por baixo do que seria o chão do lugar. Ela não queria nem saber, abaixou as calças e se aliviou... Finalmente toda aquela água tinha ido embora! ô desgraça...   (^^)  (suor)

Aquela noite ela dormiu, mas teve pesadelos com muitos e muito vasos sanitários...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xysuke
~ Chefe da Cozinha ~
avatar

Leão Coelho
Número de Mensagens : 487
Idade : 30
Data de inscrição : 10/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Ter Dez 09, 2014 10:54 pm

- Xy: Caraca, que sede...

A longa caminhada de algumas horas, do vilarejo até o templo, tinha deixado Xysuke com sede. Para sua sorte, água é o que não faltava no...Templo da Água...

https://www.youtube.com/watch?v=vcdZJkojA5Y

Xysuke pegou uma caneca em sua mochila e procurou algum lugar onde pudesse achar água para beber. Encontrou, um pouco afastado de um dos corredores cobertos que interligavam as seções do interior do templo, um pequeno córrego com água passando a uma velocidade relativamente elevada, quase um pequeno riacho.
A sede era tanta que Xysuke nem pensou muito, simplesmente caminhou até lá, colocou sua caneca com estampa de Mokona dentro da água corrente, encheu até a borda e tomou em grandes goles.

- Xy: Gulp, gulp, gulp....ahhh....meio concentrada, mas acho que tá de boa...devem ser os sais minerais...deve fazer bem pra saúde.

Xysuke disse isso e continuou bebendo com vontade, enquanto voltava para o corredor. De repente, Makie surgiu por detrás da porta de uma das salas que havia perto dali e passou por ele.

- Makie: Ufa...achei que fosse explodir...pode usar o banheiro, Xysuke-kun, é logo ali - aponta - e acho que é unissex. Não precisa dar a descarga, passa um córrego logo abaixo do piso e leva tudo embora ^^

Xysuke observou a salinha para onde Makie apontava, e observou que o córrego de onde ele coletou a água passava por baixo justamente dali.

...

...

...



...

...

...

...

...

...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Harima Kenji
Sub-Gerente e Sub-Chefe da Guarda
avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 160
Idade : 29
Emprego/lazer : Programador / Professor
Humor : O de sempre
Data de inscrição : 08/01/2008

MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   Qua Dez 10, 2014 2:27 pm

** Seu irmão lhe tirara do sério, onde já se viu? que culpa ele tinha nos problemas dele? Shuuji ainda era muito imaturo, apesar de que via em seu irmão mais novo a si mesmo mais jovem, quando ele aprontou algumas confusões por causa de Ling e Lana **

Harima: Baka! Eu realmente preciso me acalmar.

** Chego até uma das maiores cachoeiras que já vi, era realmente algo enorme, algo que era dona de uma imponência aterradora **

Harima: uau. isso é... impressionante. Eu nunca tinha visto algo assim. isso não é uma cachoeira normal.

** Coloco a ponta de meu pé na água, com a intenção de entrar, meu corpo congela. **

Harima: ARA?

** Vejo um clarão e fecho os olhos, atônito a tudo isso fico tentando imaginar o que está acontecendo, nisso escuto uma voz que deu um aviso mais do que imponente **

???: Louco! Volte neste exato minuto! Sem seu irmão seu corredor jamais será limpo! E você está para perdê-lo agora mesmo!

** O clarão some e como meu pé estava apoiado na água, caio com tudo dentro da cachoeira, me levanto logo e corro na direção do Templo **

Harima: Shuuji! merda! o que está havendo?

** Ao chegar no templo, abordo um dos monges **

Harima: Cadê o meu irmão!? AGORA! AGORA, PORRA!!

Monge: Este monge viu o seu nii-chan saindo do Templo ha alguns minutos.

Harima: é isso! ele não pode se afastar! Shuuji! Pelo amor de Deus, não vá embora! Cadê você!?

** Saio correndo floresta a dentro **

_____________________________________________________________________________________

**
Pra mim esta tudo decidido, Akane não lembrava mais de mim, Harima tinha vergonha de mim, eu estava apenas estorvando todo mundo e precisava parar de atrapalhar, conversei com o mestre, e ele me disse que se eu me afastasse do templo há uma certa distância, não poderia mais encontrá-lo, preparei minhas malas.

Reparei que mokona, akane, makie e xysuke chegaram ao templo e me escondi para que não me vissem, mas não poderia deixar de olhar Akane uma última vez, mesmo que de costas, ela ainda se vira, como se me visse, mas felizmente não viu, e só então prestes a perdê-la é que eu pude notar a sua beleza, eu realmente não sei o que houve, mas para mim ela sempre seria aquela Akane, independente da aparência.

Ao se afastarem, peguei o caminho da frente do templo e entrei floresta a dentro, tentando imaginar qual seria a distância que o mestre lhe falara, estava de noite e bastante frio, e enxergar estava cada vez mais difícil, topo em algo que parecia uma placa, mas era estranho, afinal, estava no meio do mato,ao levantar a placa do chão, leio suas instruções: 'ESSA É A SUA DISTÂNCIA, APENAS MAIS UM PASSO'.

Percebi o que queria dizer, mais um passo e tudo acabaria, seus dias de Hinata Warrior terminariam, sentiria saudades, mas era o melhor para todos, pego minha mala, paro diante da placa, e ergo meu pé para o passo derradeiro, sem olhar para trás.
**

Shuuji: sayonara...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Em busca das armas sagradas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Em busca das armas sagradas
Voltar ao Topo 
Página 8 de 15Ir à página : Anterior  1 ... 5 ... 7, 8, 9 ... 11 ... 15  Seguinte
 Tópicos similares
-
» 4º Alteração à Lei das Armas acaba de ser aprovada
» ABC das armas
» Transporte de armas.
» almas das armas desportivas e de caça: quais são as diferenças
» Cofres para Armas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hinata Sou ~ Wellcome :: ~ Navegando Na Pensão ~ :: *~* Aventuras Aqui *~*-
Ir para: