Pensionato de loucos... você entra e viaja nas mais loucas aventuras criadas por nossos consciêntes! Baseado na história original de Ken Akamatsu ~ LOVE HINA XD Divirta-se!
 
HallInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 - O verdadeiro ódio - Sementes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tsubaki Ozora

avatar

Escorpião Coelho
Número de Mensagens : 7
Idade : 29
Localização : Japão
Humor : Te interessa?
Data de inscrição : 25/02/2010

MensagemAssunto: - O verdadeiro ódio - Sementes    Sex Maio 15, 2015 1:26 am

|Circle of Soul

Todos os dias da minha vida, eu priorizei a vingança. Arrumei uma desculpa vulgar para que realmente as pessoas pudessem me entender, mas, nem sempre fora assim.
Na escola me chamavam de a INOCENTE.
Eu vivia isolada em minha insignificância, observando.
Até que um dia eu conheci, em meu quinto ano de escola, uma jovem da minha idade que possuía uma luz maior do que qualquer ser nesta vida de merda.


Lety...


A pessoa que eu desejei possuir, desejei ser mais que amiga, uma irmã.




Fazíamos tudo junto, desde comer, dormir, tomar banho e passear.
Percebi que meus sentimentos com relação a ela foram aumentando, chegando a me perguntar o motivo daquilo.
Eu não sabia da necessidade de ter aquela "luz" o tempo todo ao meu redor.
E por fim cheguei a conclusão de que eu não tinha nenhuma luz.
Era apagada pelo medo...

Apagada pela minha família da alta sociedade, me conceber e nem sequer saber da minha real necessidade de viver.

Eu vivia em uma casa luxuosa e cheia de mimos. Meus pais viajam para todos os lados, ficam mais fora do que em casa, eu cresci assim sozinha...

Parece bobagem, mas, eu sempre invejei a Lety Chan. Sua família, seus amigos e todo o resto que a cercava. Sua coragem, sua amizade. Todos os dias, quando acordo cedo, me vejo a janela desta pensão observando seu rastro de luz. Somente eu posso enxergar a cor das almas das pessoas, e somente a dela, possui o tom dourado que sempre sonhei possuir.

Já faz um ano que me hospedei na pensão, agora vagando entre os corredores, vejo uma criança correndo perdida procurando por ajuda, procurando por alguém.

*Tsubaki caminhava com seu vestido longo e negro esvoaçante pelos corredores a noite a pensão.*

Descendo as escadas, vejo através da janela da porta a luz da lua. Me relembrando daquela noite, aquele dia de neve que encontrei o seu sangue.




|The truth

*Ao descer pelo corrimão, ela abre a porta e sente o vento gélido do luar.*

Aquele dia, Otsuki Shin cedeu a você Lety Chan, o coração dele.
Naquele dia tínhamos acabado de sair da sala de aula do segundo ano.
E eu por cinco anos, sofri apaixonada por ele, o único garoto que conversava comigo graças através de você.
Você não sabia de nada, não sabia o que ele estava passando...
A mãe com câncer, o pai doente...
Você estava encerrada em seu próprio mundo que não mais nem me enxergava.

*Ela para de ante a uma cerejeira*



Ele se matou...
Por sua culpa.
No terraço da escola.
Era ele, por ele, que eu determinei que jamais a perdoaria.

Naquele mesmo dia, meus pais retornaram de viagem, eu estava encerrada no meu quarto. Aos prantos, quando naquela noite meu pai havia bebido, BATIDO NA MINHA MÃE E...

*Tsubaki encosta na cerejeira, segurando a dor intensa em seu peito.*

Ele enlouqueceu...
Ele profanou o meu corpo...

E VOCÊ... NÃO SABIA DE NADA...

Como sempre...

*Tsubaki se senta sob a cerejeira e se põe a chorar.*



- É por essa razão que eu odeio você...


Off.: Essa é uma história paralela. Vai mostrar a relação da Tsubaki e do Kuranosuke. Aguardem.

TO BE CONTINUED...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kuranosuke Sagara

avatar

Libra Dragão
Número de Mensagens : 1
Idade : 40
Humor : Calmo
Data de inscrição : 15/05/2015

MensagemAssunto: Re: - O verdadeiro ódio - Sementes    Sex Maio 15, 2015 1:42 am

Off: Então aqui segue o post do nosso lindo e bondoso Kuran kun! ^.~ Nosso vilão!
________________________________________

Eternity ago I must have fallen
Through my pride
Been perfect in my ways
The morning star they fired down from heaven
Envy wrap into a gown of grace

Aconteceram muitas coisas, ao longos dos anos e vivendo na pensão acompanhado de Lola. Eu a vi crescer, eu a vi se tornar a mulher, e a líder de uma família milenar. Eu sinto orgulho de ter feito parte de sua vida até hoje.

Kuran treinava em uma manhã nebulosa, dois dias após dos guerreiros terem ido buscar suas armas. Enfaixando sua mão ele saia do dojo, olhando em direção a pensão. Ao franzir o cenho e se esforçar para ver, ele consegue enxergar o rosto de Tsubaki a distância.

Muitas pessoas, se aproximaram de nós, e talvez não estejamos preparados ainda para lidar com isso. Ele desvia o olhar, observando suas mãos.

Ele sorria, enquanto se lembrava de coisas que aconteceram por todos esses anos. Adentrava ao dojo se sentando ao chão, sobre a fresta que o sol havia encontrado para cercá-lo de luz. Ali fechou seus olhos procurando em sua meditação a respostas de suas perguntas interiores.

Talvez eu tenha me lamentado demais, todo esse tempo por ver Lola ganhar suas asas e voar, ou talvez eu seja um idiota de um "tipo de pai ciumento".

Ele sorri enquanto medita.

|A noite

Um ruido o desperta, depois de ter encontrado suas respostas, ele se levanta e caminha para fora. A visão que ele tem toma conta de seu peito em um breve momento de comoção. Ele vê Tsubaki em prantos, abaixo de uma cerejeira. Sem se dar conta ele se aproxima devagar até estar a cinco passos, de onde ela estava.

- Tsu... - Ao tentar sussurrar o nome da jovem, uma forte presença espiritual surge em torno de ambos, afastando Kuran.


Ele apenas observa aquela enorme energia. Mas, não poderia deixar passar despercebido a lógica daquilo. Magia negra era muito delicada, e cada energia desperdiçada pelo usuário, poderia apressar o seu fim, ainda mais, que todos já estavam cientes da união de Tsubaki espiritualmente ligada a Lúcifer.

Sem pensar duas vezes, tomado por uma onda de agonia e ansiedade por ver o desespero da outra. Kuranosuke luta contra aquela força gigantesca e absurda e envolve Tsubaki com força em seus braços.

Ela grita tentando o afastar, mas, não conseguia. Ele a abraçava mais forte, fazendo perceber o seu coração pulsar tão rápido que ela conseguia ouvir o seu desespero.

- Tsubaki! Acalme-se! Ou você pode... - Ele não consegue terminar a frase, Tsubaki se acalma e os dois se agacham abraçados.

Ela chorava muito ainda, abraçada nele. Não havia ninguém por perto naquele momento, apenas o alento que Kuran tentava dar a aquela dor incessante no peito da outra.

- Morrer?... - Por fim ela se acalma, e sussurra aquela palavra.

Kuranosuke, a afasta delicadamente de si, a vendo de cabeça baixa.

- ... Quem pratica esse tipo de força... Só pode desejar um fim assim... - Ele fala tocando em seu ombro.

Ela o afasta bruscamente, e com os olhos inchados e um súbito rubor em ódio ela desfere as palavras.

- Quem pensa que é? Huh? Você não me conhece! Não sabe quem eu sou! Nem do que sou capaz!

- Errada... - Ele se põe de pé e a responde de forma séria e cautelosa. - Você revelou a todos, a presença "dele" com você... Em uma última batalha... Você lembra? Abubu? - Ele cruza os braços a olhando nos olhos.

- ... - Suspira. - Eu fiz aquilo para proteger a quem devo destruir!

- A quem deve destruir? - Ele reflete. - Lety Chan?

- ... Sim...- Ela responde dando as costas para ele. - Você jamais entenderia.

- Se você não me explicar... Com certeza eu jamais entenderei... E... - Ela se volta para ele o interrompendo.

- Do que você seria capaz de fazer para proteger quem ama? huh? - Ela se torna rígida.

- Eu faria qualquer coisa... - Pensa em Lola.

- ...- Tsubaki por um breve momento se depara com aquele olhar terno, e por alguns instantes se vê tocada. - Até entregar a sua alma?

- ... Se assim... Fosse o único meio... - Ele volta a olhar em seus olhos com ternura.

Tsubaki fica constrangida novamente, dá as costas e sai dali. Por alguns instantes Kuran reflete em suas palavras e em sua pergunta. Ele queria entender, o que realmente fazia tanto aquela garota odiar Lety Chan.

Mas, por enquanto, ele determinou que faria o possível para descobrir em silêncio, ou deixar que a sua compreensão e seu talento como alguém bom a fizesse vir até ele e falar.

- ... Eu continuarei tentando... Fazer com que essa sua dor se cale... Se isso for necessário proteger aqueles que amo.

Kuran dá as costas e volta o dojo.

Aquela noite termina, e um longo dia novo recomeça.

TO BE CONTINUED...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
- O verdadeiro ódio - Sementes
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O verdadeiro Seca-Suvaco (Ape hanger)
» Teste do Amor Verdadeiro
» O Verdadeiro EU - Com qual celebridade você se parece?
» A historia do verdadeiro Baby Benz!
» Xenon nos milhas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hinata Sou ~ Wellcome :: ~ Navegando Na Pensão ~ :: *~* Aventuras Aqui *~*-
Ir para: